Administração e Sucesso

Assuntos sobre administração, economia, política, atualidades, educação, dicas para Word, Excel e muito mais

Tag: restituição do IRPF

Imposto de renda 2017: quem precisa declarar?

Chegou a hora de declarar o imposto de renda mais uma vez, para quem já está acostumado a fazer isso todos os anos basta baixar o programa ou atualizar o do ano passado e informar os dados, ou para aqueles que contratam um escritório de contabilidade é ainda mais fácil. Basta reunir toda a documentação necessária e deixar o resto por conta do seu contador.

No entanto, se você ainda não declarava imposto de renda nos anos anteriores pode ser que neste ano seja necessário, se os seus rendimentos foram maiores do que R$22.847,76 durante o ano de 2016 você está obrigado a fazer a declaração. Quem recebeu um valor menor está isento, mas mesmo assim existem alguns casos que mesmo sendo isento você pode ser obrigado a declarar o imposto de renda. Portanto, é melhor ter certeza disso antes de deixar de fazer a declaração.

Imposto de Renda: bom ou ruim?

Quem tem o imposto retido diretamente na fonte, ou seja, quando você recebe o salário o imposto já fica automaticamente retido quando você ultrapassa o limite mensal também precisa declarar i imposto de renda. Para saber qual foi o valor que ficou retido durante o ano a empresa precisa fornecer o Comprovante de Rendimentos, também conhecida como cédula C. Nela você encontro o total de rendimentos e também quanto foi pago de previdência durante o ano assim como o total que ficou retido no imposto de renda.

Esse valor que ficou retido é um dinheiro que você já pagou para o Governo, depois de fazer a sua declaração e apresentar todos os comprovantes de despesas com saúde, educação, etc, então você saberá se vai precisar pagar mais alguma quantia extra para o Governo. Em muitos casos você poderá reaver o dinheiro que já foi pago. Neste caso depois de concluir a declaração o resultado final vai mostrar qual é o valor que você tem a pagar ou a restituir. Se você tiver algum valor a restituir, ou seja, para receber de volta, a primeira restituição acontece sempre no mês de junho. A primeira parcela é para aposentados e na segunda em diante já começam a serem pagos os outros contribuintes.

Quanto mais cedo fazer a declaração mais cedo você pode receber a restituição e assim por diante, então se você acredita que tem algo a restituir corra e faça sua declaração nas primeiras semanas de Março.

Depois basta acompanhar no site da Receita Federal de acordo com o calendário e verificar se a sua já está liberada.Se tiver algum valor a receber o dinheiro será enviado para a conta informada no ato da restituição.

Imposto de Renda 2014: chegou a hora de declarar

IR

Imposto de Renda

Este ano o prazo que geralmente é de dois meses será menor, em virtude do feriado de carnaval ocorrer logo no início do mês, as declarações só poderão começar a ser entregues no dia 6 de março, porém o programa para realizar a declaração já pode ser baixado no site da Receita Federal.

Quem precisa declarar o imposto de renda? A tabela a seguir mostra quem está livre do imposto de renda, neste caso apenas quem ganhou no máximo até R$ 1.710,78 mensais no ano de 2013.

Tabela Progressiva para o cálculo mensal do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física para o exercício de 2014, ano-calendário de 2013.

Base de cálculo mensal em R$

Alíquota %

Parcela a deduzir do imposto em R$

Até 1.710,78

De 1.710,79 até 2.563,91

7,5

128,31

De 2.563,92 até 3.418,59

15,0

320,60

De 3.418,60 até 4.271,59

22,5

577,00

Acima de 4.271,59

27,5

790,58

Fonte: http://www.receita.fazenda.gov.br/aliquotas/ContribFont2012a2015.htm

Quem tem o imposto retido na fonte, ou seja, o imposto já é descontado diretamente no salário pode restituir parte deste valor ou até mesmo a sua totalidade caso tenha como fazer deduções no Imposto de Renda, por isso é interessante fazer a declaração. Gastos com educação, saúde e dependentes são as principais deduções que podem ser realizadas. Exemplo: durante o ano de 2013 você teve retido na fonte um total de R$ 1.000,00, porém ao declarar o imposto de renda e realizar todas as deduções o sistema disse que você deve apenas R$ 300,00, neste caso você terá direito a restituir o valor de R$ 700,00 que será depositado na conta informada durante a declaração.

É importante que os gastos com saúde, educação, etc. sejam comprovados através de documentos. Caso você caia na malha fina será necessário comprovar que realmente aqueles gastos existiram.

Antes mesmo de declarar o imposto de renda já é possível saber se você terá como restituir alguma quantia. Basta utilizar o simulador de imposto de renda da Receita Federal e informar os rendimentos tributáveis recebidos durante o ano, pagamento de previdência, gastos com saúde e educação, número de dependentes, etc. Ao final o simulador dirá quanto você deve pagar de imposto de renda, se você pagou mais do que o simulador calculou, então você terá como restituir a diferença, caso contrário você terá que pagar a diferença que não ficou retida na fonte.

Aqueles que querem receber a restituição o mais rápido possível é importante que façam a declaração logo no início do período, pois este é o critério para receber a restituição. Aqueles que fazem a declaração por último também são os que receberão a restituição por último.

Administração e Sucesso