Administração e Sucesso

Assuntos sobre administração, economia, política, atualidades, educação, dicas para Word, Excel e muito mais

Tag: ENEM

Inscrições Enem 2017

As inscrições Enem 2017 – Exame Nacional do Ensino Médio começaram hoje 08/05/2017 e seguem até as 23h59min horário de Brasília do dia 19/05/2017. A data da prova está prevista para os dias 05 e 12 de novembro.

Inscrições Enem 2017

No dia 05, serão aplicadas as provas de Linguagens, Ciências Humanas e redação do Enem 2017, num período de 05h30min. No dia 12, durante 04h30min, serão aplicadas as provas de Matemática e Ciências da Natureza.

Para realizar a inscrição, o candidato deverá informar, além de seu nome completo, um endereço de e-mail e número de telefone válidos, bem como os números do seu CPF (Cadastro de Pessoa Física) e documento de identidade (RG – Registro Geral).

O site para fazer a inscrição e obter mais informações necessárias é o seguinte: http://enem.inep.gov.br/participante

O candidato deve ficar atento aos itens exigidos no ato da inscrição, assim como guardar a sua senha para posterior. A senha deve conter no mínimo seis e no máximo 10 caracteres. A senha pode ter apenas números e letras, com distinção de minúsculas e maiúsculas.

Acesse o site e faça sua inscrição Enem 2017: http://enem.inep.gov.br/participante

Enem 2015 será em outubro

As provas do Enem 2015 serão realizadas nos dias 24 e 25 de outubro de 2015.

Enem 2015

Enem 2015

Conforme o edital as provas ocorrerão no período vespertino com início das provas as 13h30mn horário de Brasília.

Aqueles que perderam o prazo das inscrições que se encerraram no mês de junho terão que aguardar o próximo ano para realizarem a prova. Atualmente muitas universidades utilizam a nota do Enem como forma de ingresso em substituição ao vestibular, ou seja, estas pessoas não poderão concorrer a uma das vagas oferecidas pelas instituições que utilizam apenas a nota do Enem como forma de ingresso.

Qualquer pessoa que concluiu o ensino médio pode se inscrever no Enem e concorrer as diversas vagas oferecidas pelas universidades.

O exame será composto por uma redação e quatro provas objetivas:

Ciências Humanas e suas Tecnologias (História, Geografia, Filosofia e Sociologia);

Ciências da Natureza e suas Tecnologias (Química, Física e Biologia);

Linguagem, Códigos e suas Tecnologias (Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação);

Matemática e suas Tecnologias (Matemática)

Conforme itens 8.4 e 8.5 do edital as provas serão aplicadas da seguinte maneira:

No primeiro dia de aplicação do Exame, serão realizadas as provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, com duração de 4 horas e 30 minutos, contadas a partir da autorização do aplicador para início das provas.
No segundo dia de aplicação do Exame, serão realizadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática e suas Tecnologias, com duração de 5 horas e 30 minutos, contadas a partir da autorização do aplicador para início das provas.

Também é muito importante observar os itens 12.4.2 e 12.4.3 do edital e suas proibições, quem estiver portando algum dos itens a seguir pode ser eliminado:

12.4.2 Portar lápis, caneta de material não transparente, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos, anotações e quaisquer dispositivos eletrônicos, tais como: máquinas calculadoras, agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, smartphones, tablets, ipods®, pen drives, mp3 ou similar, gravadores, relógios, alarmes de qualquer espécie ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens.
12.4.3 Utilizar óculos escuros e artigos de chapelaria, tais como: boné, chapéu, viseira, gorro
ou similares.

Maiores informações consulte o edital no Enem

Fonte: http://portal.inep.gov.br/web/enem/enem

Por que a educação no Brasil ainda é ruim?

Educação no Brasil

Educação no Brasil

Recentemente foi divulgado o resultado do Enem de 2014 com dados preocupantes. O desempenho dos estudantes piorou em alguns aspectos em relação ao ano de 2013. Entre as pioras uma queda de 7% no desempenho em matemática e o mais terrível de tudo. Mais de 500 mil tiraram nota zero em redação, ou seja, quase 10% dos estudantes que fizeram o Enem. Estes estudantes perdem a chance de entrarem na universidade neste ano por causa da nota zero em redação.

Isso tudo é reflexo do que? O Brasil diz que está investindo cada vez mais em educação, mas cadê a melhora?

Ainda temos poucos jovens na universidade. Também pudera em um país onde pouco mais da metade dos jovens conclui o ensino médio na idade correta. Se está investindo, então por que não melhora?

A resposta pode ser a seguinte. O Governo está investindo mais, porém ainda investe pouco em relação ao necessário.

Se perguntarmos a um jovem que está cursando o ensino médio qual é a profissão que ele deseja ter, dificilmente ouviremos que ele pretende ser professor. Isso é o reflexo da situação precária da educação brasileira. Onde um professor precisa trabalhar em três turnos para conseguir um salário razoável e em consequência não tem tempo para preparar aulas, corrigir provas e trabalhos. Por este motivo faltam professores qualificados nas escolas, onde ainda existem muitos professores em sala de aula que não possuem um curso superior. Sobra boa vontade, mas falta qualificação.

Nas universidades a situação não é muito diferente. O governo criou várias universidades e institutos federais, mas isso não era suficiente. Para tentar reverter a situação criou o ProUni, onde universidades privadas passaram a absorver aquilo que o governo não dava conta. Hoje as instituições privadas respondem pela maior parte das matrículas no ensino superior no Brasil.

As instituições privadas de nível superior geralmente possuem boa estrutura física, no entanto, falham no quesito quadro de professores. Enquanto nas universidades publicas a maioria dos docentes possui mestrado e doutorado, esta já não é a realidade das instituições privadas.

Pensam em virar professor apenas aqueles que amam a profissão, em muitas áreas as disciplinas são lecionadas por profissionais com outras formações o que acaba prejudicando o aprendizado.

Falta de estrutura + falta de qualificação + falta de investimento = alunos com baixo rendimento escolar

Fonte da imagem: http://www.blogdozebrao.com.br/v1/wp-content/uploads/2014/05/BRASIL-%C3%89-O-ANTEPEN%C3%9ALTIMO-EM-RANKING-GLOBAL-DA-EDUCA%C3%87%C3%83O.jpg

Quem pode fazer o Enem?

Quem pode fazer o Enem?

Enem 2014

Alguns acreditam que apenas aqueles jovens que ainda estão estudando podem fazer o Enem, mas isso não é verdade.

Qualquer pessoa jovem ou de mais idade pode fazer o Enem. Aqueles que terminaram o ensino médio há muito tempo e resolveram continuar os estudos podem se inscrever no Enem e tentar uma vaga nas universidades que adotam o Enem. Basta se inscrever no exame e ficar atento aos prazos.

Muitas universidades brasileiras deixaram de utilizar o tradicional vestibular e utilizam a nota do Enem para o ingresso de novos alunos, portanto, a única maneira de ingressar nestas universidades é fazendo o Enem.

Para quem quer ingressar no início do próximo ano em alguma universidade, é necessário se inscrever no Enem dentro do ano corrente, ou seja, se perder o prazo terá que esperar o próximo ano.

Quem não se inscreveu neste ano, por exemplo, terá que esperar o próximo ano para tentar uma vaga.

O Enem também pode ser utilizado para a certificação do ensino médio.

“A certificação é mais uma das possibilidades que o Exame oferece. Os participantes maiores de 18 anos que ainda não concluíram a escolarização básica podem participar do Enem e pleitear a certificação no ensino médio junto a uma das instituições que aderiram ao processo – secretarias estaduais e institutos federais de educação. A lista das instituições certificadoras consta no Anexo I do edital”.

Fonte: http://portal.inep.gov.br/web/enem/perguntas-frequentes

 

Quem pretende estudar na Unemat no início de 2015 precisa fazer o ENEM

Enem

Enem é porta de entrada para a Unemat em 2015. Inscrições seguem até sexta (23)

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) adota duas formas de ingresso nos cursos superiores ofertados pela instituição, pelo vestibular tradicional, com entrada no segundo semestre de cada ano, e pelo Sistema de Seleção Unificada (SISu) que adota as notas do Enem (Exame Nacional de Ensino Médio) para o ingresso no primeiro semestre de cada ano.  

Os interessados em ingressar na Unemat a partir do primeiro semestre de 2015 devem então fazer as provas do Enem que estão com as inscrições abertas  até a próxima sexta-feira (23). É importante que além dos estudantes do Ensino Médio, também os que concluíram o ensino médio e que desejam ingressar na universidade se inscrevam e prestem a prova formulada pelo MEC .

O governo federal criou um site com o passo a passo para ajudar os interessados em se inscrever no Enem. O endereço é http://enem.inep.gov.br/

A Unemat oferta semestralmente 2.430 vagas para ingresso nos cursos superiores presenciais ofertados em 12 dos seus 13 campi.

Fonte da notícia: http://www.novoportal.unemat.br/index.php?pg=noticia/8796

Administração e Sucesso