Administração e Sucesso

Assuntos sobre administração, economia, política, atualidades, educação, dicas para Word, Excel e muito mais

Tag: Copa do Mundo (page 1 of 2)

A desilusão da Copa e das Olimpíadas no Brasil

A desilusão da Copa e das Olimpíadas no Brasil é muito maior do que os benefícios que irão ficar para a posteridade

Quando o Brasil foi escolhido para sediar a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 isso foi motivo de muita alegria por parte de muitos brasileiros. Isso porque o Brasil foi sede da Copa do Mundo em 1950 e teria uma nova oportunidade para ganhar o título em casa. Pelas Olimpíadas porque depois de se candidatar a vaga por várias vezes finalmente o país foi escolhido como sede. Até aí tudo bem.

A desilusão da Copa e das Olimpíadas no Brasil

O problema é que o país não tinha condições de sediar uma Copa do Mundo e muito menos uma olimpíada.

Percebemos isso observando que a maioria dos estádios não ficaram prontos dentro do prazo estipulado pela FIFA sendo entregues muito próximo do início do evento e mais ainda porque muitas obras que deveriam ter sido entregues antes da Copa dois anos depois ainda não foram concluídas. Essas obras incluíam reformas em aeroportos, melhorias do tráfego urbano e novos sistemas de transporte. A maior prova disso é o VLT de Cuiabá que até hoje ainda não saiu do papel e não tem data para ser entregue.

Para sediar a Copa os Estados precisaram realizar empréstimos junto ao Governo Federal para fazer estádios e as demais obras. Hoje os estados estão passando por dificuldades financeiras, não apenas por causa da crise que o país enfrente, mas sim por ocasião da Copa do Mundo que já terminou dois anos atrás. O pior de tudo é que nem ao menos ganhar a Copa nossa seleção conseguiu, mas deu o maior vexame da história da seleção brasileira.

Com as Olimpíadas é a mesma coisa. O Estado do Rio de Janeiro está gastando o dinheiro que não tem para concluir todas as obras e mesmo assim corre o risco de não conseguir terminar tudo a tempo. A saúde e a segurança no estado está um caos por falta de investimentos e mesmo assim rios de dinheiro precisam ser destinados para que as obras possam ser concluídas.

Muitos atletas desistiram de participar das Olimpíadas no Rio por medo de doenças como a Zika Vírus e outros estão preocupados com a poluição das águas onde serão realizadas as provas aquáticas.

O pior de tudo é saber que o Estado ficará endividado depois que as Olimpíadas terminarem e não existe comprovação que depois de tudo terminado estas obras serão destinadas para outros fins beneficiando a população que tanto precisa de infra-estrutura e áreas de lazer. Espero que não se tornem em prejuízo como alguns estádios que foram construídos para a Copa do Mundo e que hoje a renda obtida não é suficiente nem ao menos para bancar a manutenção, quem dirá para pagar o valor que foi gasto em sua construção.

Quais ensinamentos podemos tirar desta Copa do Mundo

Copa do Mundo no Brasil

Copa do Mundo 2014

A cada quatro anos é a mesma história, os brasileiros ficam ansiosos por mais um título da nossa seleção brasileira. Não importa se o time é excelente ou meia boca, o brasileiro sempre quer o título. No entanto, apesar de o Brasil ser o maior campeão até o momento com cinco títulos, está é a vigésima Copa do Mundo, e o Brasil só ganhou cinco. Isso quer dizer a cada quatro Copas disputadas o Brasil ganha apenas uma, se esta média prosseguir nas próximas quatro Copas o Brasil vai ganhar apenas uma. A Itália já ganhou a Copa quatro vezes, com mais um título já se iguala ao Brasil e se a Alemanha ganhar esta já se igualará a Itália também. Existem outras seleções que podem ganhar, o Brasil não é o único favorito, além disso, novos campeões surgiram nas últimas Copas, França em 1998 e Espanha em 2010.

Nossa seleção passou vinte e quatro anos sem ganhar a Copa até o título de 1994 nos Estados Unidos, a mesma coisa aconteceu com a Itália que ficou vinte e quatro anos até ganhar novamente em 2006 na Copa da Alemanha. A própria Alemanha está a vinte e quatro anos sem vencer, sua última conquista foi em 1990 e a Argentina não ganha desde 1986, qualquer que seja a vencedora sairá de um longo jejum sem título. O próprio Brasil já estará a dezesseis anos sem ganhar a Copa em 2018 na Rússia.

Não é de hoje que a maioria dos jogadores brasileiros convocados para a seleção brasileira atuam no futebol europeu, os clubes não conseguem segurar seus craques e cada vez mais cedo eles são vendidos para os clubes do velho continente. Prova disso foi nossa seleção nesta Copa, dois goleiros reservas e dois atacantes que atuam no Brasil foram convocados, por sinal os dois atacantes já passaram pelo futebol europeu e apenas um foi titular. Analisando os convocados para a seleção alemã, dezesseis jogadores atuam no futebol alemão, dos que entraram em campo contra o Brasil seis jogam no Bayern de Munich. Isso mostra a incapacidade do futebol brasileiro em manter seus jogadores atuando no país, eles só voltam quando não estão bem na Europa, o sonho de todos é jogar na Europa e esse tem sido um critério para atuar pela seleção brasileira em Copas do Mundo. Outro detalhe foi a utilização de um atacante de 36 anos pela seleção alemã, Klose mesmo com seus 36 anos foi titular contra o Brasil e já marcou dois gols nesta Copa se tornando o maior artilheiro de todas as Copas. Os técnicos brasileiros não gostam de jogadores veteranos, exemplo disso que Rivaldo ficou fora da Copa de 2006 quando tinha plena forma aos 34 anos, Kaká ficou fora desta Copa com 32 anos. O próprio Romário ficou fora da Copa de 2002 por indiferenças com Felipão, apesar de estar com 36 anos Romário estava em seu melhor momento na carreira, foi a época que marcou mais gols e era o maior artilheiro da seleção brasileira em atividade, ainda bem que tínhamos Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho e Ronaldo e o Brasil foi campeão assim mesmo.

Torcida não ganha jogo. Se torcida ganhasse jogo a seleção da China ganharia todas as Copas. É muito bonito a torcida cantando o Hino Nacional Brasileiro nos estádios, mas não passa disso, aliás o Hino Nacional deveria ser cantado nas escolas e em todo e qualquer tipo de evento, afinal é o Hino Nacional Brasileiro e não o Hino da seleção brasileira.

Um técnico brasileiro não ganha a Copa duas vezes com a seleção brasileira, Zagallo ganhou em 1970 e não conseguiu em 1998, Parreira foi campeão em 1994 e tentou em 2006 e Felipão venceu em 2002 e não conseguiu em 2014, o único a conseguir tal feito foi Vittorio Pozzo com a Itália em 1934 e 1938.

Ganhar a Copa das Confederações não serve de parâmetro para a Copa do Mundo. Felipão disse que a seleção ganhou a Copa das Confederações e o time estava pronto para a Copa do Mundo. No entanto, nunca uma seleção campeã da Copa das Confederações conseguiu ganhar a Copa do Mundo no ano seguinte e isso se confirmou mais uma vez. Além disso, nenhum dos participantes da Copa das Confederações conseguiu passar para as quartas de final desta Copa do Mundo com exceção do Brasil. Isso mostra que os adversários não eram tão bons assim e que o Brasil não estava com esta bola toda.

E o Brasil não ganhou a Copa

Copa do Mundo no Brasil

Brasil perde a Copa em casa mais uma vez

Desde o início da Copa a seleção brasileira não apresentou bom futebol, por isso a minha desconfiança quanto a conquista do título pela seleção brasileira. Quase a seleção foi eliminada pelo Chile e depois também sofreu para derrotar a seleção da Colômbia. Chegamos a semifinal sem enfrentar uma grande seleção. Mas desta vez pela nossa frente tínhamos a seleção da Alemanha.

Os brasileiros estavam confiantes na vitória, mas em um jogo destes não existe favorito, qualquer um pode vencer. Muito se falou que Neymar faria falta para a seleção, concordo que sim, mas não a ponto de abalar o time da maneira que aconteceu. Afinal, se o Neymar fez tanta falta assim, então quer dizer que todos tinham razão, a seleção era dependente do Neymar?

Prefiro acreditar que não. Uma seleção brasileira não pode depender apenas de um jogador com tantos craques que temos no país. Prefiro acreditar que faltou experiência e principalmente qualidade para alguns jogadores, não por deficiência técnica, mas sim por má fase de alguns dos jogadores. Também faltou controle emocional, disseram que o fator emocional não estava atrapalhando, mas não foi isto que vimos no jogo. Depois do primeiro gol o time se perdeu em campo. Levar cinco gols em menos de trinta minutos de jogo, sendo quatro gols em sequência, isso não tem desculpa.

Entre as seleções campeãs mundiais a França jogou duas copas em casa ganhou uma, a Alemanha também, a Itália também. A Argentina, a Inglaterra e o Uruguai jogaram apenas uma Copa em casa e venceram. O Brasil passou a ser a única seleção que jogou duas Copas em casa e perdeu as duas. Derrota no Maracanã lotado em 1950 na final e vexame nesta Copa de 2014 perdendo de goleada para a Alemanha na semifinal por incríveis 7 X 1, a maior goleada da história, justamente em uma Copa disputada no Brasil. A Espanha fica de fora porque sediou apenas uma Copa em 1982 quando ainda nem era Campeã.

Uma coisa é certa, não coloquem um técnico campeão da Copa pela seleção brasileira para tentar outro título, Zagallo ganhou em 1970 e perdeu em 1998, Parreira ganhou em 1994 e perdeu em 2006, Felipão ganhou em 2002 e tentou neste ano, definitivamente isto não dá certo.

Em 2002 Felipão foi contra o clamor popular e não levou Romário, mas Ronaldo fenômeno e Rivaldo foram excelentes e o Brasil ganhou. A mesma sorte não teve Dunga em 2010, não levou Neymar e P. H. Ganso em ótima fase no Santos, o resultado todos sabem.

Felipão também foi muito criticado pela lista de convocados, levou jogadores que não estavam em boa fase ou em recuperação de lesão. Os torcedores estavam com razão, em seis jogos Fred fez apenas um gol, Hulk não marcou nenhum. Onde já se viu atacante que não faz gol? Não vou falar de qual jogador deveria ser convocado, mas tínhamos jogadores em boa fase que não foram convocados por preferência do treinador.

Agora resta esperar a próxima Copa na Rússia em 2018.

Comprar TV Agora, ou Após a Copa?

Comprar TV

TVs

A venda de TVs têm batido recordes no Brasil, principalmente em função da proximidade da Copa do Mundo que será realizada no país. Nos comerciais de Televisão o principal item anunciado pelas grandes varejistas são as TVs, e o apelo é para que as pessoas comprem uma TV nova para assistir aos jogos em alta definição.

Além da proximidade da Copa do Mundo os preços são outro fator que tem ajudado no aumento das vendas, as TVs estão com preços relativamente acessíveis mesmo as que possuem telas maiores.

Mas será que é a hora certa de comprar uma TV nova?

Se você tem uma TV antiga e quer assistir a Copa em alta definição esta é a hora de comprar, quanto mais próxima da Copa, mais as empresas estão realizando ofertas.

Porém, após a Copa do Mundo podemos ter um cenário diferente. Independente do Brasil ser campeão ou não as vendas de TVs devem cair drasticamente após o mundial. Novo recorde de vendas deve ocorrer na proximidade das olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016.

Podem ocorrer dois cenários diferentes:

Primeiro: com a queda nas vendas os preços podem cair ainda mais, então pode ser mais vantajoso esperar passar a Copa para comprar um TV nova.

Segundo: as TVs de LED já viraram comuns, novos lançamentos estão surgindo e os preços das TVs de LED devem cair ainda mais. Como já ocorre com as TVs de plasma.

Portanto, se você não está com pressa, é interessante esperar um pouco mais para comprar um TV nova. Mas se o objetivo é ter uma TV recém lançada no mercado, então você não deve ficar com dó de seu dinheiro. Tudo o que é novidade custa mais caro, você vai pagar por isso e não tem jeito.

Os protestos podem ameaçar a realização da Copa do Mundo no Brasil?

Copa do Mundo e os protestos

Protestos

Como todos sabem durante a realização da Copa das Confederações no Brasil ocorreu uma onda de protestos em várias cidades e regiões do país. Durante a Copa deve ocorrer uma nova onda de protestos principalmente nas cidades sede e próximo aos estádios onde ocorrerão os jogos. Mas a pergunta é a seguinte. Será que os protestos podem atrapalhar a realização da Copa do Mundo. Em minha opinião não irão atrapalhar.

Digo isto porque já tivemos a prova disso durante a Copa das Confederações no ano passado. A polícia esta preparada para garantir a realização dos jogos, os confrontos dos manifestantes com a polícia não devem atrapalhar os jogos.

Os protestos têm como uma de suas bandeiras o gasto de dinheiro público com a realização da Copa no Brasil. Se a Copa deixar de ser realizada o Brasil terá prejuízos incalculáveis. Afinal o dinheiro já foi gasto, não tem como voltar atrás e não realizar a Copa.

Os protestos não ameaçam a Copa no Brasil. Mas certamente a falta de segurança sim. O Governo fará de tudo para garantir a realização dos jogos e a segurança dos atletas. Mas e a segurança dos turistas? Quem cuidará? Acredito que milhões de turistas virão ao Brasil para assistir aos jogos da Copa e não irão apenas assistir aos jogos, mas irão visitar os pontos turísticos brasileiros. Esta semana um casal de turistas estrangeiros que passava por uma rua que dá acesso ao Corcovado foi abordado por uma blitz falsa, o motorista ao perceber furou a barreira e foi perseguido pelos bandidos que atiraram e acertaram os dois turistas que felizmente não correm risco de vida. Agora eu pergunto, será que um turista destes voltará algum dia ao Brasil? Acredito que não, além disso, influenciará muitos outros a não visitarem o Brasil. Este é apenas um caso no meio de tantos, assassinatos, estupros e roubos que já aconteceram. O Brasil não consegue nem ao menos garantir a segurança de seus habitantes, como irá garantir a segurança de tantos turistas espalhados por todo o país.

Aliás, a segurança é causa de protestos constantes, população revoltado pela ação de uma polícia despreparada que atira em uma pessoa armada com um estilete. Ônibus queimados diariamente em função da revolta de moradores descontentes com ação da polícia. Este é o Brasil que muitos turistas irão ver ao chegar ao Brasil.

Parece que quanto mais se investe em segurança, pior fica sua qualidade.

No Mato Grosso polícias estão pedindo exoneração por causa dos baixos salários e falta de efetivo para homens para trabalhar. No Distrito Federal uma das regiões do Brasil onde existem mais polícias por número de habitantes, os polícias estão trabalhando de forma reduzida em protesto com as condições de trabalho.

É esperar para ver o que vai acontecer, vamos torcer para que ocorra tudo bem, mas é difícil de acreditar nisso.

Os atrasos da Copa do Mundo 2014

Mais de 6 anos se passaram desde a certeza de que o Brasil seria sede da Copa do Mundo em 2014. Teoricamente já deveria estar tudo pronto, afinal seis anos é bastante tempo. Os estádios da Copa deveriam ser entregues até o final de 2013. Já estamos em 2014 e tem estádio que corre até o risco de ficar fora da Copa porque ainda não está pronto. O caso mais crítico é na minha opinião o mais surpreendente, Curitiba um exemplo de cidade brasileira não conseguiu cumprir os prazos e ainda corre o risco de ficar fora da Copa.

A Arena Corinthians deve ser entregue apenas em abril, a Arena Pantanal e o estádio de Manaus devem ser concluídos antes, porém pode não haver tempo suficiente para a realização de todos os testes exigidos pela FIFA.

Se fossem apenas os estádios não era problema. Existem obras que foram planejadas para serem utilizadas durante a Copa, como as obras de mobilidade urbana, as reformas dos aeroportos, etc. É como planejar um aniversário e o bolo ficar pronto só depois da festa.

O pior disso tudo é realmente os gastos, as obras de mobilidade urbana, os aeroportos e outras obras do tipo irão ficar para a população, embora com custos muito além dos planejados. Já os estádios irão custas 3 vezes mais do que o Governo planejou, seriam aproximadamente 2,6 bilhões e na realidade vão consumir 8,9 bilhões.

É muito dinheiro investido em algo que não trará benefícios diretos para a população

Dilma Inaugura Obras de Extrema Importância para o Brasil

Copa e Logística

Copa e Logística

Congestionamento nas Capitais

Congestionamento

O congestionamento do trânsito nas grandes cidades não é nenhuma novidade para quem mora lá. Eu não moro lá, a única capital que visitei até hoje foi a capital mato grossense Cuiabá. Nunca andei de carro lá, sempre que passei por lá foi de ônibus, mas nunca passei por um congestionamento. Ou melhor, nunca tinha passado por um antes. É conhecido que a capital de Mato Grosso Cuiabá será uma das sedes da Copa do Mundo de 2014 e que estão ocorrendo várias obras para melhorar o trânsito da cidade. Fato é que a menos de um ano para a Copa ainda falta muita coisa a ser feita.

As obras estão ocasionando transtornos para a população, para os comerciantes e até mesmo para quem vem de fora da capital. Nesta minha última passagem por Cuiabá não consegui passagem em Várzea Grande e precisei ir até a rodoviária de Cuiabá. Este percurso entre as duas rodoviárias é realizada perfeitamente em trinta minutos, mas desta vez para minha surpresa a viagem, isso mesmo foi uma verdadeira viagem, pois durou nada menos do que uma hora e trinta minutos o percurso. Certamente teria perdido o ônibus para fazer conexão por causa da demora exagerada. De qualquer forma acabei perdendo porque o mesmo já estava lotado.

O ônibus passou por Cuiabá justamente no horário de pico, quando as pessoas estão saindo do trabalho para ir para casa, filas de ônibus coletivos, pontos de ônibus lotados, esta era a cena que se podia observar. Ruas interditadas, obras na pista, desvios e o grande fluxo de veículos resultaram em um congestionamento imenso para uma cidade que não está entre as maiores capitais do país em se tratando de população.

A promessa é de que o trânsito vai melhorar após a conclusão das obras para a Copa, espero que seja verdade mesmo, pois se sem a Copa já está um caos, imaginem quando os turistas chegarem à capital. Certamente não vão gostar de ficarem horas perdendo tempo no trânsito.

Copa no Brasil não Corre Risco de Ser Cancelada

     Surgiram boatos sobre o cancelamento da Copa no Brasil por falta de segurança.

       Não acredito, pois caso exista realmente esta ameaça o Brasil certamente fará o máximo esforço possível para impedir que isto ocorra, tendo em vista o grande prejuízo que o cancelamento da Copa traria aos cofres públicos, à iniciativa privada e aos patrocinadores. Realizar a Copa custa caro, mas o cancelamento do evento e a possível transferência para outro país seria realmente trágico. Não são apenas estádios que estão sendo construídos para o evento. Além de estádios, a rede hoteleira está ampliando a oferta, os aeroportos estão sendo reestruturados, obras de mobilidade urbana estão sendo executadas, etc.

       Acredito que não seria apenas o Brasil que sairia no prejuízo, mas também a FIFA. Estamos a apenas um ano da Copa 2014 e não existe tempo hábil para que outro país sedie o mundial com todos os requisitos que a FIFA exige. Certamente existem países com estádios capazes de receber a Copa, mas como escrevi anteriormente o evento não se resume apenas a estádios. Uma solução seria realizar o evento em um país que foi sede recentemente. Acredito que o Japão seria capaz de sediar a Copa novamente e desta vez sozinho.

      No entanto, a FIFA anunciou que esta possibilidade está descartada e creio que os brasileiros também não são a favor do cancelamento da Copa no Brasil. Aliás, quando foi anunciado que o Brasil seria sede do mundial foi a maior festa entre os brasileiros, porém, talvez os brasileiros não esperassem que a Copa fosse custar tão caro e necessitasse de tanto investimento público para ser realizada.

Os Protestos no Brasil e a Copa do Mundo

Protestos no Brasil

O que se tem noticiado é que os protestos que estão ocorrendo nas principais cidades do Brasil são em função do aumento das tarifas do transporte público. Mas será que os protestos são apenas por essa causa mesmo? Na minha opinião não. Os protestos estão sendo realizados em um momento oportuno, quando os olhos do mundo inteiro, ou pelo menos parte deles estão voltados a realização da Copa das Confederações no Brasil. A tarifa dos ônibus está inserida no protesto, mas o povo está protestando por várias coisas.

Ouvi falar que serão realizados protestos em todos os estádios utilizados durante os jogos. Portanto, os protestos não são apenas por causa das tarifas do transporte público. Protesta-se por causa do dinheiro utilizado na construção de estádios. Num país onde falta educação de qualidade, saúde, educação, saneamento básico e segurança pública é inadmissível gastar mais de 1 bilhão de reais na construção de um estádio. O brasileiro é fanático por futebol, mas nem pra tanto. O estádio de Brasília, por exemplo, é um dos que está destinado a se tornar um elefante branco após a Copa do Mundo, ou seja, tem grandes chances de ser subutilizado. Mas também é um dos que custaram mais caro.

Em Porto Alegre vemos outra palhaçada política. Enquanto o Grêmio ergueu um estádio novo que poderia ser perfeitamente utilizado na Copa, estão fazendo uma reforma no estádio do Internacional para poder utilizá-lo na Copa do Mundo.

Nos últimos anos o que mais foi notícia no Brasil foi a corrupção, talvez o povo resolveu se juntar aos protestos para pedir o fim da corrupção, pois estão cansados de ver tanta impunidade.

É certo que o poder de compra dos brasileiros melhorou muito, comprar carro novo ficou fácil. No entanto, difícil é conseguir andar com eles nas grandes cidades.

Eu poderia enumerar várias outras hipóteses para os protestos, mas como vemos acima os brasileiros têm sim motivos para ir as ruas e protestar. Lógico que os protestos devem ser civilizados, assim não existe motivo para a polícia utilizar de força exagerado ferindo inclusive repórteres como já aconteceu nestes protestos.

Older posts