Administração e Sucesso

Assuntos sobre administração, economia, política, atualidades, educação, dicas para Word, Excel e muito mais

Category: Internet (page 1 of 3)

É difícil publicar um livro?

Será que é difícil publicar um livro?

Talvez uns dez anos atrás a resposta para esta pergunta pudesse ser um sonoro sim, mas as coisas mudaram muito nos últimos anos e publicar um livro no Brasil agora é uma tarefa relativamente fácil e não custa muito dinheiro.

É difícil publicar um livro?

Qualquer um consegue publicar um livro?

Sim. Perfeitamente isso está ao alcance de qualquer pessoa que tenha interesse, pois hoje em dia já não é necessário conseguir um contrato com uma editora para ter seu livro publicado e à venda.

Então é só escrever qualquer coisa e pronto, estou rico?

A resposta é não.  Hoje está muito fácil publicar um livro, por isso mesmo eu digo que milhares de novos livros são lançados todos os meses, isso aumenta muito a concorrência e conseguir alguém que leia seu livro é uma tarefa muito difícil. Muita conteúdo sem qualidade é publicado e muito livro excelente às vezes se perde nesse mar de publicações. Portanto, qualquer um consegue publicar um livro, mas apenas uma minoria conseguirá ter algum retorno. Mas se a intenção é ter um livro na estante para dizer que você é escritor e tem um livro publicado, então já valeu o esforço.

Mas se é tão fácil assim, de que maneira eu faço para publicar um livro?

No Brasil o Clube de Autores é a plataforma para publicação de livros de maneira independente mais famosa. Lá você pode fazer o upload de um arquivo pronto, inserir os dados, configurar a capa e em poucos minutos seu livro estará disponível para a venda na internet. Hoje os livros em formato digital do Clube podem ser distribuídos em lojas parceiras se o autor autorizar. Recentemente o Clube de Autores anunciou que essa parceria será estendida aos livros impressos. A promessa é que os livros sejam vendidos nos sites das maiores lojas brasileiras, quando um livro for vendido o pedido será enviado e o livro será impresso, ou seja, não haverá estoque de livros.

Veja aqui como vender seu livro no Clube de Autores: http://administracaoesucesso.com/2016/05/14/como-publicar-seu-livro/

A outra opção é a Amazon. Na Amazon você pode deixar seu livro à venda em formato digital ou impresso sem custo algum, o único problema é que os livros impressos ainda são produzidos nos Estados Unidos e o frete custa caro e a demora na entrega é outro problema.

Veja aqui como publicar seu livro na Amazon: http://administracaoesucesso.com/2016/03/06/como-vender-seu-livro-na-amazon/

Como observamos a desculpa de que é difícil publicar um livro já não cola mais. Mas se tornar famoso e ganhar dinheiro vendendo livros aí já é outra história. Isso realmente é muito difícil, você precisa escrever muito bem para se destacar e ainda investir muito em divulgação, pois de nada adianta ter um livro excelente se ninguém sabe que ele existe.

Amazon lança marketplace no Brasil

A partir de hoje dia 12/04/2017 a Amazon permite que terceiros, pessoas físicas ou empresas vendam seus livros diretamente no site da empresa.

1280px-Amazon_logo_plain.svg_

Para vender os livros é necessário criar uma conta no site, informar número de CPF, ou CNPJ, cadastrar um cartão de crédito válido, informar uma conta bancária e em seguida cadastrar os livros que pretende vender.

É possível vender livros novos ou usados em bom estado. Desta maneira pessoas comuns podem colocar à venda livros raros e empresas poderão vender seus livros através do site da Amazon utilizando o serviço fornecido pela empresa.

Como funciona:

Você pode escolher entre dois planos, o “Plano de Vendas Profissional permite vender um número ilimitado de itens pagando uma mensalidade de R$ 19,00. O Plano de Vendas Individual não possui mensalidade, mas possui uma tarifa de R$ 2,00 por item vendido. Para ambos é aplicada uma uma comissão de 10% sobre cada transação, com o valor mínimo de R$ 2 por item.”

Após se cadastrar crie um inventário cadastrando seus produtos, são aceitos apenas livros, quadrinhos, revistas, etc na Amazon do Brasil.

Existem duas maneiras de vender um produto, a primeira é encontrando um produto que já está à venda na Amazon, assim basta encontrá-lo e depois informar os dados necessários. A segunda opção é cadastrando um produto desde o início fornecendo todos os dados, ISBN, Código de barras e SKU e a descrição do produto.

Depois de publicar as suas ofertas elas aparecerão na página do produto da Amazon e você poderá ver vários preços se houverem livros novos e usados à venda.

Quando alguém comprar seu produto você receberá um e-mail com as informações necessárias para enviar o produto para o cliente.

A Amazon deposito seu pagamento quinzenalmente e avisa quando fizer o depósito.

Todas as informações sobre o marketplace da Amazon você encontra no site no link a seguir: https://services.amazon.com.br/venda-na-amazon/beneficios.html

Como inserir imagens no Google Maps?

Ao fazer uma rápida pesquisa no Google Maps nos deparamos com as imagens de satélite e e também do Street View onde é possível ver tudo o que foi fotografado nas cidades onde o veículo do Google passou. No entanto também podemos encontrar muitas imagens fornecidas pelos próprios usuários do Google Maps. Essas imagens ajudam as pessoas a encontrarem lugares e podem influenciar na hora de escolher um ponto turístico, por exemplo.

Qualquer usuário logado no Google pode inserir locais e imagens no Google Maps. Lógico que você não vai sair por aí enchendo o mapa de fotos que não foram tiradas por você, isso não é correto.

Então vamos ver como fazer. Faça login no Google Maps e em seguida digite a cidade ou local que você deseja encontrar no mapa. Se for a cidade basta aproximar o mapa para que você possa ver os locais já inseridos e as fotos existentes.

1

Observe as marcações já existentes no mapa, neste caso destaquei algumas em vermelho.

2

Ao clicar sobre uma área já existente você terá as informações disponíveis na sua tela à esquerda. Você terá o nome do local, poderá sugerir uma mudança se o local estiver marcado incorretamente. Depois de clicar em inserir mudança arraste o alfinete até o local correto, clique em corrigir endereço e depois confirme a alteração. Mais abaixo estão as fotos do local, clique sobre ela para ver as outras se existirem. se você acredita que a foto está desatualizada ou quer acrescentar mais alguma, um pouco mais abaixo clique em adicionar foto.

3

Você terá três opções, fazer upload, utilizar suas fotos do Google + ou ainda diretamente do celular, depois de escolher clique em selecionar e uma mensagem de agradecimento aparecerá. Logo sua imagem estará disponível no mapa.

4

No entanto, você também encontrará lugares sem fotos, você pode contribuir sendo o primeiro a adicionar uma foto do local.

5

Se você encontrou um lugar que ainda não está destacado é possível inseri-lo no mapa. Clique sobre o local e depois com o botão direito do mouse clique em “adicionar um lugar ausente” o alfinete será inserido e depois basta informar os dados na sua tela à esquerda. Depois de terminar clique em enviar. Depois de algum tempo você receberá um e-mail informado que o local foi inserido, então você poderá inserir fotos como nos outros locais que já existiam.

6

Muito simples e você ainda ajuda muitas pessoas a encontrarem locais interessantes no Google Maps.

 

Como nunca perder seus arquivos digitais?

Já ouvi muitas pessoas reclamando que perderam seus arquivos digitais depois de um problema com o local onde estavam armazenados os arquivos.

Como nunca perder seus arquivos digitais?

E isso realmente pode acontecer com qualquer pessoa. O Pen drive pode queimar, quebrar, cair na água ou até mesmo ser extraviado ou perdido. O computador ou notebook pode dar problema e você ficar na mão. Seu HD externo pode ser roubado.

Mas então não existe uma maneira totalmente segura para salvar e proteger meus arquivos?

A resposta é que existe sim. Basta que você tome um pouco mais de cuidado quando pretende armazenar arquivos importantíssimos. Já imaginou na possibilidade de um escritor estar escrevendo um livro com aproximadamente 50 mil palavras e 300 páginas e depois de concluir ele sai para ir ao supermercado e quando retorna encontra sua casa arrombada e descobre que seu notebook foi levado.

Já imaginou o desespero dele? Definitivamente não acredito que isso aconteça com algum escritor que leva a profissão à sério. Quantos dias ele demoraria para rescrever toda a história? Conseguiria repetir fielmente toda a história com as mesmas frases? Dificilmente.

Aqui estão as sugestões.

Salve o trabalho a cada cinco ou dez minutos utilizando as teclas Ctrl + B no Word para evitar problemas em uma possível queda de energia. Após finalizar o trabalho do dia salve o arquivo no PC e também em um Pen drive ou em um HD externo.  Para garantir que não correrá nenhum risco envio o material em anexo para seu próprio e-mail. Pense ainda em imprimir uma cópia se isso não lhe custar muito caro. Fazendo isso as chances de perder o arquivo são quase inexistentes.

Lógico que você não irá fazer isso com todos os seus arquivos, mas apenas com aqueles que são de extrema importância como no exemplo acima.

Não dê sopa para o azar. Você está com pressa e por isso não salva o arquivo com as alterações em outro lugar.  Dessa maneira de nada adiantará o arquivo que está salvo em outro lugar. O Pen Drive, o HD externo e o e-mail são de fácil acesso.  Mas toda vez que o arquivo for atualizado é necessário enviar uma cópia para substituir o arquivo antigo.

Assim você corre menos riscos e dificilmente irá perder seus arquivos digitais mais importantes.

6 dicas para encontrar emprego nas redes sociais

Se você segue usando as redes sociais apenas para saber de seus amigos e familiares, está perdendo uma grande oportunidade. Aproveite todo o potencial da internet para ampliar sua rede de contatos e buscar novos rumos profissionais.

Mas, atenção. Mais que estar nas redes sociais, você precisa cuidar de seus perfis. Aqui te damos 6 dicas para que não meter os pés pelas mãos e alcançar seu objetivo!

6 dicas para encontrar emprego nas redes sociais

1- Complete seu perfil. De nada adianta manter um perfil em determina rede social se o recrutador não consegue saber nada sobre você. Informe seus dados pessoais como nacionalidade, profissão, idade e e-mail de contato. Muito importante: todas as suas redes sociais devem estar em sintonia! Cuidado para manter a coerência entre as informações que constam em seus vários perfis e em seu currículo vitae. Não vá dizer em uma que é especialista em redes sociais, e em outra que

2- Capriche na foto. Prefira uma foto de perfil que pareça profissional e mostre bem seu rosto. Se for possível, busque um fotógrafo para fazer a sua do LinkedIn. Mesmo em redes como o Facebook, evite publicar fotos comprometedoras ou restrinja sua privacidade.

3- Faça uma limpeza no mural. Revise suas publicações em Facebook e Twitter e apague aquelas que possam ter um conteúdo agressivo, de cunho político ou – imagine! – falando mal de antigos chefes ou da empresa na qual você quer trabalhar. Ah! Não se esqueça de corrigir os erros gramaticais que possa ter cometido.

4- Produza conteúdo. Neste oceano de gente qualificada, você precisa mostrar seu conhecimento e se destacar. Se não quer ter seu próprio blog, opte por plataformas simples e eficientes como o Producer, do beBee, ou o Pulse, do LinkedIn. Ali seus textos terão visibilidade instantânea.

5- Use e abuse de palavras-chave. Observe nas redes sociais quais são as principais palavras relacionadas à profissão que você está buscando. Você pode analisar o perfil dos demais profissionais do setor. Certifique-se de incluí-las em seu perfil e de publicar conteúdo com este vocabulário. Você terá mais chances de ser encontrado pelos filtros dos headhunters.

6- Mexa-se! Entre em grupos profissionais no LinkedIn e colmeias no beBee. Procure as oportunidades disponíveis e se candidate. Mas, vá além e aproveite o melhor das redes sociais: faça contato com representantes de empresas que você admira, profissionais de recursos humanos e headhunters. A chave é fazer networking!

Texto disponibilizado por http://www.bebee.com/

Livro impresso ou e-book?

Livro impresso ou e-book? Qual você prefere?

O livros digitais ou e-books chegaram ao mercado prometendo uma briga nas vendas com os livros impressos.

Livro impresso ou e-book

Livro

A verdade é que a modalidade antiga ainda é a preferida dos leitores, pelo menos no Brasil. O volume de vendas dos e-books ainda não ameaça a existência do livro impresso como diziam que ia acontecer.

Mas o que existe por trás dessa preferência dos leitores pelos livros impressos?

Existem algumas diferenças, vamos vê-las.

O custo de um e-book geralmente é muito inferior ao do livro impresso, existem livros com duas versões, impresso e e-book. Portanto, os leitores preferem pagar mais caro e ter o livro impresso do que apenas baixá-lo da internet por um preço bastante inferior.

A pessoa pode tocar o livro, virar as páginas, manuseá-lo durante a leitura. Com o e-book isso não é possível. No entanto, pessoas alérgicas podem dar preferência para o e-book justamente por esta característica, o livro novo possui cheiro e com o tempo pode acumular poeira e isso se torna um problema.

O cansaço durante a leitura joga contra os e-books, o tablet, notebook ou smartphone possuem luminosidade e dependendo da configuração podem cansar a vista do leitor rapidamente. Já os livros impressos geralmente possuem papel adequado para a leitura e não prejudicam a visão do leitor.

A perda de atenção pode ser um problema. Quando a pessoa esta lendo um livro impresso a distração vem do que está acontecendo ao redor do leitor. Em um tablet ou outro dispositivo existem uma infinidade de outros aplicativos ou outras atividades para fazer e isso pode tirar a atenção do leitor.

Quem comprar um e-book pode começar a lê-lo logo após a compra, no entanto, ao comprar um livro pela internet pode-se esperar vários dias até a chegada do livro para iniciar a leitura.

No livro impresso é possível fazer anotações, marcar páginas, etc. No e-book também é possível fazer marcações, mas para quem é acostumado fazer isso no papel não será a mesma coisa.

Se o leitor gosta de ostentar uma biblioteca em casa e mostrar para os amigos isso só será possível com livros impressos, afinal não é a mesma coisa manter uma biblioteca digital em seu tablet ou notebook.

Como vemos existem diferenças entre o livro impresso e o e-book que podem agradar ou desagradar o leitor e isso pode fazer toda a diferença na hora de escolher entre um livro impresso ou e-book

Veja também: Como escrever um e-book com o Word

Quando a tecnologia vira um mal

A tecnologia a cada dia nos apresenta novidades que podem facilitar a nossa vida, no entanto, o mau uso pode virar um problema.

Quando a tecnologia vira um mal

Tecnologia

Redes sociais: As redes sociais conectam pessoas facilmente, qualquer um pode se cadastrar com algumas exceções de idade. No entanto, existem tantas redes sociais no mundo que é preciso de muito tempo e disposição para manter todas elas com conteúdo atualizado. Supondo que você tem três perfis já difícil de fazer isso, mas imagina que você tenha muito mais. Facebook, Twitter, Google Plus, Instagram, LinkedIn, Flickr, WhatsApp, Badoo, entre outras.

A tendência é que o conteúdo postado seja o mesmo em todas elas, então qual a razão de ter tantos perfis na internet. Produzir conteúdo diferenciado para cada uma delas pode tomar todo o seu tempo.  Deixamos de dar os parabéns pessoalmente, compartilhamos um monte de coisas sem sentido, compartilhamos noticias sem conferir se realmente são verídicas e ainda temos uma infinidade de amigos que são apenas virtuais, isso porque nunca realmente nos encontramos com eles.

Dependência do celular: Hoje os Smartphones fazem o trabalho de despertador, relógio, calculadora, bloco de anotações, correio, tocador de músicas, computador entre outras coisas, e ainda fazem ligações. Quando não estamos com o smartphone na mão é como se estivéssemos completamente incapacitados. É como se uma parte das pessoas tivesse sido arrancada. Não conversamos com as pessoas, mas em compensação trocamos mensagens o tempo todo mesmo estando muitas vezes no mesmo local.

Internet: Qualquer coisa, ou praticamente tudo o que pesquisamos encontraremos na internet. Isso nos deixa muito dependentes, sempre que buscamos alguma informação recorremos à internet. Porém, nem tudo está disponível na internet, isso sem falar que em algumas ocasiões podemos ficar sem o acesso. Ou por problemas de conexão, ou simplesmente por estarmos em um local sem cobertura.

O Google nos socorre o tempo todo, mas esquecemos que aquilo que está na internet é conteúdo que foi produzido por pessoas iguais a nós, algumas com maior conhecimento, outras nem tanto. Muita coisa útil pode ser encontrada na internet, mas precisamos discernir o útil do inútil. Os livros impressos muitas vezes ficam de lado e quando somos obrigados a consultá-los muitas vezes evitamos por preguiça, afinal o copiar e colar é muito mais fácil e rápido que virou uma mania. Além disso, quase sempre esquecemos que aquilo foi feito por alguém e esquecemos de citá-los em nossos trabalhos.

Como pesquisar no Google?

Pode até parecer brincadeira o título como pesquisar no Google.

No entanto, mesmo que a maioria das pessoas saibam como utilizar a pesquisa, são poucos que utilizam todos os recursos que a pesquisa do Google oferece.

Como podemos ver a seguir pode-se pesquisar na Web, imagens, vídeos, livros, notícias, clicando em mais podemos pesquisar em mapas, shopping e aplicativos.  Para refinarmos nossa pesquisa basta selecionar um destes itens.

Como pesquisar no google?

Pesquisas no google

Podemos ainda refinar mais a nossa pesquisa, no último item clique em ferramentas de pesquisa, agora você pode escolher em pesquisar qualquer país ou apenas no Brasil. Em qualquer idioma ou apenas páginas em português. Em qualquer data ou escolher a última hora, última semana, último mês, último ano. Todos os resultados ou ao pé da letra. E por último você pode definir um local para ser pesquisado.

Ferramentas de pesquisa do google

Na pesquisa por imagens é a mesma coisa, escolha uma palavra a pesquisar, depois clique em ferramentas de pesquisa. Agora você pode escolher tamanho, cor, tipo, tempo e o mais importante de todos, direitos de uso. Você pode pesquisar imagens sem filtros de licença, marcadas para reutilização com modificação, marcadas para reutilização, marcadas para reutilização não comercial com modificação e marcadas para reutilização não comercial. Direitos de uso permite que você encontre imagens que podem ser utilizadas livremente sem a autorização do proprietário.

Pesquisa de imagens no google

Na hora de pesquisar vídeos faça a mesma coisa, clique em ferramentas de pesquisa e você poderá escolher apenas páginas em português, ou apenas no Brasil.  Vídeos curtos, médios ou longos. Data de publicação. Qualidade do vídeo. Com legenda ou todos. E por último qual é a fonte do vídeo.

Pesquisa de vídeos no google

Da mesma maneira a pesquisa por notícias pode ser refinada, a pesquisa por livros e aplicativos também.

Agora supondo que você tem filhos e quer impedir o acesso a conteúdo explicito e violento. Na opção configurações no canto superior à sua direita no ícone engrenagem clique em configurações de pesquisa e depois ative o SafeSearch. Ou selecione diretamente o ícone que aparece na engrenagem clicando em Ativar SafeSearch.

O problema deste recurso é que ele pode ser desativado a qualquer hora, se seu filho for esperto isso vai acontecer rapidamente.

Como bloquear conteúdo explicito no google

Pronto, viu como a pesquisa do Google tem muito mais coisa do que estamos acostumados a ver. Agora boas pesquisas.

Como economizar o consumo de dados móveis no celular

Atualmente com a popularidade dos smartphones qualquer pessoa pode ter acesso a internet. No entanto, com as novas regras impostas pelas operadoras após atingir o limite contratado você tem a conexão interrompida e para continuar acessando a internet precisa contratar um pacote adicional de dados.

Consumo de dados móveis

Wi-Fi

As operadoras não oferecem um controle de consumo diário, logo é praticamente impossível saber quanto você já gastou. A menos que você fique o tempo todo conferindo como está o seu uso de dados. No Android você pode entrar em Configurações/Uso de dados e conferir quanto você já gastou do plano contratado, porém o número não é exato.

Supondo que você tenha um plano de 500 MB, isso quer dizer que você pode gastar pouco mais de 16 MB por dia, ou seja, quase nada.

Agora vamos ver algumas coisas que você pode fazer para que sua internet dure o mês inteiro.

Você tem o costume de deixar seus filhos jogarem no seu celular? Então antes de fazer isso desative os dados móveis do celular. Os jogos pedem acesso à internet para compartilhar resultados, recordes, assistir vídeos. Tudo isso pode acabar com o seu plano de dados em poucas horas.

Quer baixar um jogo ou outro aplicativo? Nunca faça isso usando seu plano de dados, procure uma rede Wi-Fi para fazer o download.

Seus aplicativos possuem atualização disponível? Só faça a atualização quando tiver acesso a uma rede Wi-Fi. Mesmo assim fique de olho, se a rede Wi-Fi cair a atualização pode continuar usando seu plano de dados. Para garantir que isso não vai acontecer desligue os dados móveis.

Gosta de assistir vídeos no YouTube? Então não assista quando estiver utilizando seus dados móveis.

Gosta de ficar o tempo todo com o Facebook logado? Não faça isso, só entre no Facebook no máximo uma vez por dia e saia o mais rápido possível. O Facebook é um dos aplicativos que mais consomem seus dados.

Você recebe muito conteúdo no WhatsApp como vídeos, por exemplo. Deixe a curiosidade de lado, antes de abrir verifique quantos minutos tem o vídeo. Se o vídeo tiver mais de um minuto só abra quando estiver conectado a uma rede Wi-Fi.

Resumindo, infelizmente a única maneira de seu plano de dados durar o mês inteiro é não usufruindo do acesso a internet como você gostaria. Se você utilizar sem cautela é provável que fique desconectado antes de completar dez dias de uso.

Se você quer internet ilimitada o único jeito é contratando um plano que garanta este serviço, ou seja, pagando caro por isso.

WhatsApp: o exagero pode ser prejudicial

O WhatsApp é um aplicativo fantástico que permite a comunicação rápida entre as pessoas.

É possível enviar vídeos, fotos, notícias e agora até ligações podem ser feitas através do aplicativo. Alguns dizem que não vivem sem o WhatsApp, eu porém até pouco tempo não tinha o aplicativo e não penso desta maneira. O WhatsApp é sim muito bom, você pode tirar uma foto ou fazer um vídeo e enviá-lo rapidamente para todos os seu s contatos. Pode conversar com as pessoas mesmo estando em outras cidades, pode inclusive fazer pequenas discussões dentro de um grupo para decidir sobre determinados assuntos, como no trabalho, por exemplo.

WhatsApp

WhatsApp

Bom, já vimos as vantagens. Agora vamos ver os problemas do WhatsApp.

Existem pessoas que compartilham tudo o que vêem pela frente, logo se você é amigo de uma pessoa dessas e têm vários amigos iguais a este, fatalmente receberá uma enxurrada de mensagens diariamente. Dependendo do seu tempo você nem ao menos conseguirá ler todas as mensagens recebidas.

O aplicativo serve para troca de mensagens entre as pessoas que estão longe, porém muitos utilizam para conversar quando estão a poucos metros de distância, ou seja, substituem a conversa por mensagens.

Existem pessoas que não possuem controle, não podem ver a luz piscar que imediatamente precisam olhar e ler a mensagem recebida. Existem até mesmo empresas que estão reclamando do uso exagerado do WhatsApp, ou seja, as pessoas deixam o cliente esperando porque estão no WhatsApp. Ou ainda, enquanto fazem o atendimento continuam prestando atenção no aplicativo e lendo as mensagens. A empresa pode colocar isso dentro das regras e impedir que o funcionário utilize o celular durante o expediente, principalmente se afetar o desempenho da empresa.

O WhatsApp é uma ferramenta muito útil e como tudo nesta vida precisa ser utilizado com inteligência e cautela. Existem pessoas viciadas em WhatsApp, e isso realmente é um problema. Mas para aqueles que utilizem de maneira adequada não existe problema algum.

E você, tem controle sobre o uso do WhatsApp ou já ficou viciado no aplicativo?

Older posts
Administração e Sucesso
Assign a menu in the Left Menu options.
Assign a menu in the Right Menu options.