Administração e Sucesso

Assuntos sobre administração, economia, política, atualidades, educação, dicas para Word, Excel e muito mais

Category: Informática (page 1 of 12)

Como transformar seu HD de notebook em HD externo?

Seu notebook estragou e você está com uma sucata nas mãos, o que fazer?

Hard_disk_Western_Digital_WD1000_1_28dark129

Você pode tentar vender algumas peças como o carregador, a tela, o leitor de CD/DVD, a até mesmo o HD se este ainda estiver funcionando perfeitamente.

O HD mesmo que esteja com problemas pode ser útil para você, para isso basta transformá-lo em um HD externo. Mas como fazer isso se ele está com problemas?

Mesmo quando o HD não funciona mais ele ainda pode ser utilizado como HD externo. Para isso retire o HD de seu notebook como muito cuidado, caso não saiba como fazer isso peça para alguém que entende do assunto. O HD é uma peça muito sensível e pode ser inutilizada facilmente. Não a deixe cair ou sofrer uma pancada.

Após retirar o HD certifique-se do tamanho dele e compre uma Case para que possa colocá-lo. Coloque seu HD na Case e pronto. Agora basta conectar seu HD externo a outro computador e salvar os arquivos que estavam dentro dele. Isso se você tiver interesse em formatá-lo. Após a formatação você poderá utilizá-lo normalmente para salvar seus arquivos e levar facilmente para onde quiser.

Também poderá conectá-lo a uma TV com entrada USB e assistir a seus filmes com toda a comodidade.

Você encontrará Cases a partir de R$ 50,00, enquanto um HD externo não é vendido por menos de R$ 200,00, ou seja, você recicla seu computador e ainda faz economia.

É difícil publicar um livro?

Será que é difícil publicar um livro?

Talvez uns dez anos atrás a resposta para esta pergunta pudesse ser um sonoro sim, mas as coisas mudaram muito nos últimos anos e publicar um livro no Brasil agora é uma tarefa relativamente fácil e não custa muito dinheiro.

É difícil publicar um livro?

Qualquer um consegue publicar um livro?

Sim. Perfeitamente isso está ao alcance de qualquer pessoa que tenha interesse, pois hoje em dia já não é necessário conseguir um contrato com uma editora para ter seu livro publicado e à venda.

Então é só escrever qualquer coisa e pronto, estou rico?

A resposta é não.  Hoje está muito fácil publicar um livro, por isso mesmo eu digo que milhares de novos livros são lançados todos os meses, isso aumenta muito a concorrência e conseguir alguém que leia seu livro é uma tarefa muito difícil. Muita conteúdo sem qualidade é publicado e muito livro excelente às vezes se perde nesse mar de publicações. Portanto, qualquer um consegue publicar um livro, mas apenas uma minoria conseguirá ter algum retorno. Mas se a intenção é ter um livro na estante para dizer que você é escritor e tem um livro publicado, então já valeu o esforço.

Mas se é tão fácil assim, de que maneira eu faço para publicar um livro?

No Brasil o Clube de Autores é a plataforma para publicação de livros de maneira independente mais famosa. Lá você pode fazer o upload de um arquivo pronto, inserir os dados, configurar a capa e em poucos minutos seu livro estará disponível para a venda na internet. Hoje os livros em formato digital do Clube podem ser distribuídos em lojas parceiras se o autor autorizar. Recentemente o Clube de Autores anunciou que essa parceria será estendida aos livros impressos. A promessa é que os livros sejam vendidos nos sites das maiores lojas brasileiras, quando um livro for vendido o pedido será enviado e o livro será impresso, ou seja, não haverá estoque de livros.

Veja aqui como vender seu livro no Clube de Autores: http://administracaoesucesso.com/2016/05/14/como-publicar-seu-livro/

A outra opção é a Amazon. Na Amazon você pode deixar seu livro à venda em formato digital ou impresso sem custo algum, o único problema é que os livros impressos ainda são produzidos nos Estados Unidos e o frete custa caro e a demora na entrega é outro problema.

Veja aqui como publicar seu livro na Amazon: http://administracaoesucesso.com/2016/03/06/como-vender-seu-livro-na-amazon/

Como observamos a desculpa de que é difícil publicar um livro já não cola mais. Mas se tornar famoso e ganhar dinheiro vendendo livros aí já é outra história. Isso realmente é muito difícil, você precisa escrever muito bem para se destacar e ainda investir muito em divulgação, pois de nada adianta ter um livro excelente se ninguém sabe que ele existe.

Como numerar as páginas do trabalho acadêmico

Você sabe como numerar as páginas do trabalho acadêmico utilizando o Word?

Muita gente fica perdido na hora de fazer isso e acaba inventando um monte de coisas complicadas, imprimindo o arquivo em duas partes, colocando uma caixa de texto em cima do local onde não quer exibir a numeração, quando na verdade não precisa de nada disso. Basta utilizar os próprios recursos do Word como vou ensinar a seguir.

Quando você simplesmente numera o trabalho a numeração é inserida no documento inteiro, mas em um trabalho acadêmico o correto é que a numeração de páginas seja inserida a partir da introdução.

Faça o seguinte, posicione o mouse no final da página anterior a introdução do seu trabalho, em seguida clique no menu Layout de Página e depois clique em Quebras e depois em Próxima Página como vemos na figura a seguir:

Numerar as páginas do trabalho

O seu documento foi dividido em duas partes, na próxima página clique sobre o cabeçalho para ativar as ferramentas de cabeçalho, agora clique na opção Vincular ao anterior para que fique desmarcada, assim quando a numeração for inserida ela não aparecerá nas páginas anteriores, veja a seguir:

Agora no menu inserir clique em Número de Página, escolha onde pretende inserir a numeração que pode ser no início da página conforme esta nesta demonstração e que geralmente é a forma padrão.

Clique mais uma vez em Número de Página e depois em Formatar Números de Página, selecione a opção iniciar em e coloque o numero que pretende para a primeira página numerada, número 7, 8 ou 9 por exemplo. Depois clique em OK. Conforme as imagens a seguir:

Pronto! Agora clique do cabeçalho e a numeração já deve estar inserida, vá até a próxima página e verifique se está correto, se não aparecer dê enter até chegar na próxima página.

Este método é infalível, algumas pessoas disseram que não funcionou, mas certamente é porque tentaram isso de várias maneiras e o documento já estava cheio de formatações que atrapalharam a numeração correta. Viu como é fácil numerar as páginas do trabalho acadêmico.

Mais dúvidas sobre o Word? Compre o ebook completo na Amazon por R$ 3,99: Microsoft Word 2013

Amazon lança marketplace no Brasil

A partir de hoje dia 12/04/2017 a Amazon permite que terceiros, pessoas físicas ou empresas vendam seus livros diretamente no site da empresa.

1280px-Amazon_logo_plain.svg_

Para vender os livros é necessário criar uma conta no site, informar número de CPF, ou CNPJ, cadastrar um cartão de crédito válido, informar uma conta bancária e em seguida cadastrar os livros que pretende vender.

É possível vender livros novos ou usados em bom estado. Desta maneira pessoas comuns podem colocar à venda livros raros e empresas poderão vender seus livros através do site da Amazon utilizando o serviço fornecido pela empresa.

Como funciona:

Você pode escolher entre dois planos, o “Plano de Vendas Profissional permite vender um número ilimitado de itens pagando uma mensalidade de R$ 19,00. O Plano de Vendas Individual não possui mensalidade, mas possui uma tarifa de R$ 2,00 por item vendido. Para ambos é aplicada uma uma comissão de 10% sobre cada transação, com o valor mínimo de R$ 2 por item.”

Após se cadastrar crie um inventário cadastrando seus produtos, são aceitos apenas livros, quadrinhos, revistas, etc na Amazon do Brasil.

Existem duas maneiras de vender um produto, a primeira é encontrando um produto que já está à venda na Amazon, assim basta encontrá-lo e depois informar os dados necessários. A segunda opção é cadastrando um produto desde o início fornecendo todos os dados, ISBN, Código de barras e SKU e a descrição do produto.

Depois de publicar as suas ofertas elas aparecerão na página do produto da Amazon e você poderá ver vários preços se houverem livros novos e usados à venda.

Quando alguém comprar seu produto você receberá um e-mail com as informações necessárias para enviar o produto para o cliente.

A Amazon deposito seu pagamento quinzenalmente e avisa quando fizer o depósito.

Todas as informações sobre o marketplace da Amazon você encontra no site no link a seguir: https://services.amazon.com.br/venda-na-amazon/beneficios.html

Como inserir imagens no Google Maps?

Ao fazer uma rápida pesquisa no Google Maps nos deparamos com as imagens de satélite e e também do Street View onde é possível ver tudo o que foi fotografado nas cidades onde o veículo do Google passou. No entanto também podemos encontrar muitas imagens fornecidas pelos próprios usuários do Google Maps. Essas imagens ajudam as pessoas a encontrarem lugares e podem influenciar na hora de escolher um ponto turístico, por exemplo.

Qualquer usuário logado no Google pode inserir locais e imagens no Google Maps. Lógico que você não vai sair por aí enchendo o mapa de fotos que não foram tiradas por você, isso não é correto.

Então vamos ver como fazer. Faça login no Google Maps e em seguida digite a cidade ou local que você deseja encontrar no mapa. Se for a cidade basta aproximar o mapa para que você possa ver os locais já inseridos e as fotos existentes.

1

Observe as marcações já existentes no mapa, neste caso destaquei algumas em vermelho.

2

Ao clicar sobre uma área já existente você terá as informações disponíveis na sua tela à esquerda. Você terá o nome do local, poderá sugerir uma mudança se o local estiver marcado incorretamente. Depois de clicar em inserir mudança arraste o alfinete até o local correto, clique em corrigir endereço e depois confirme a alteração. Mais abaixo estão as fotos do local, clique sobre ela para ver as outras se existirem. se você acredita que a foto está desatualizada ou quer acrescentar mais alguma, um pouco mais abaixo clique em adicionar foto.

3

Você terá três opções, fazer upload, utilizar suas fotos do Google + ou ainda diretamente do celular, depois de escolher clique em selecionar e uma mensagem de agradecimento aparecerá. Logo sua imagem estará disponível no mapa.

4

No entanto, você também encontrará lugares sem fotos, você pode contribuir sendo o primeiro a adicionar uma foto do local.

5

Se você encontrou um lugar que ainda não está destacado é possível inseri-lo no mapa. Clique sobre o local e depois com o botão direito do mouse clique em “adicionar um lugar ausente” o alfinete será inserido e depois basta informar os dados na sua tela à esquerda. Depois de terminar clique em enviar. Depois de algum tempo você receberá um e-mail informado que o local foi inserido, então você poderá inserir fotos como nos outros locais que já existiam.

6

Muito simples e você ainda ajuda muitas pessoas a encontrarem locais interessantes no Google Maps.

 

Configurações de páginas no Word 2013

Como fazer um gráfico no Word 2013

Veja no vídeo a seguir como fazer gráficos no Word 2013

Sumário automático no Word 2013

Veja aqui como fazer um sumário automático no Word 2013

Veja no vídeo a seguir como numerar páginas a partir da introdução no Word 2013

Como nunca perder seus arquivos digitais?

Já ouvi muitas pessoas reclamando que perderam seus arquivos digitais depois de um problema com o local onde estavam armazenados os arquivos.

Como nunca perder seus arquivos digitais?

E isso realmente pode acontecer com qualquer pessoa. O Pen drive pode queimar, quebrar, cair na água ou até mesmo ser extraviado ou perdido. O computador ou notebook pode dar problema e você ficar na mão. Seu HD externo pode ser roubado.

Mas então não existe uma maneira totalmente segura para salvar e proteger meus arquivos?

A resposta é que existe sim. Basta que você tome um pouco mais de cuidado quando pretende armazenar arquivos importantíssimos. Já imaginou na possibilidade de um escritor estar escrevendo um livro com aproximadamente 50 mil palavras e 300 páginas e depois de concluir ele sai para ir ao supermercado e quando retorna encontra sua casa arrombada e descobre que seu notebook foi levado.

Já imaginou o desespero dele? Definitivamente não acredito que isso aconteça com algum escritor que leva a profissão à sério. Quantos dias ele demoraria para rescrever toda a história? Conseguiria repetir fielmente toda a história com as mesmas frases? Dificilmente.

Aqui estão as sugestões.

Salve o trabalho a cada cinco ou dez minutos utilizando as teclas Ctrl + B no Word para evitar problemas em uma possível queda de energia. Após finalizar o trabalho do dia salve o arquivo no PC e também em um Pen drive ou em um HD externo.  Para garantir que não correrá nenhum risco envio o material em anexo para seu próprio e-mail. Pense ainda em imprimir uma cópia se isso não lhe custar muito caro. Fazendo isso as chances de perder o arquivo são quase inexistentes.

Lógico que você não irá fazer isso com todos os seus arquivos, mas apenas com aqueles que são de extrema importância como no exemplo acima.

Não dê sopa para o azar. Você está com pressa e por isso não salva o arquivo com as alterações em outro lugar.  Dessa maneira de nada adiantará o arquivo que está salvo em outro lugar. O Pen Drive, o HD externo e o e-mail são de fácil acesso.  Mas toda vez que o arquivo for atualizado é necessário enviar uma cópia para substituir o arquivo antigo.

Assim você corre menos riscos e dificilmente irá perder seus arquivos digitais mais importantes.

Older posts