Administração e Sucesso

Assuntos sobre administração, economia, política, atualidades, educação, dicas para Word, Excel e muito mais

Category: Esportes

Quais ensinamentos podemos tirar desta Copa do Mundo

Copa do Mundo no Brasil

Copa do Mundo 2014

A cada quatro anos é a mesma história, os brasileiros ficam ansiosos por mais um título da nossa seleção brasileira. Não importa se o time é excelente ou meia boca, o brasileiro sempre quer o título. No entanto, apesar de o Brasil ser o maior campeão até o momento com cinco títulos, está é a vigésima Copa do Mundo, e o Brasil só ganhou cinco. Isso quer dizer a cada quatro Copas disputadas o Brasil ganha apenas uma, se esta média prosseguir nas próximas quatro Copas o Brasil vai ganhar apenas uma. A Itália já ganhou a Copa quatro vezes, com mais um título já se iguala ao Brasil e se a Alemanha ganhar esta já se igualará a Itália também. Existem outras seleções que podem ganhar, o Brasil não é o único favorito, além disso, novos campeões surgiram nas últimas Copas, França em 1998 e Espanha em 2010.

Nossa seleção passou vinte e quatro anos sem ganhar a Copa até o título de 1994 nos Estados Unidos, a mesma coisa aconteceu com a Itália que ficou vinte e quatro anos até ganhar novamente em 2006 na Copa da Alemanha. A própria Alemanha está a vinte e quatro anos sem vencer, sua última conquista foi em 1990 e a Argentina não ganha desde 1986, qualquer que seja a vencedora sairá de um longo jejum sem título. O próprio Brasil já estará a dezesseis anos sem ganhar a Copa em 2018 na Rússia.

Não é de hoje que a maioria dos jogadores brasileiros convocados para a seleção brasileira atuam no futebol europeu, os clubes não conseguem segurar seus craques e cada vez mais cedo eles são vendidos para os clubes do velho continente. Prova disso foi nossa seleção nesta Copa, dois goleiros reservas e dois atacantes que atuam no Brasil foram convocados, por sinal os dois atacantes já passaram pelo futebol europeu e apenas um foi titular. Analisando os convocados para a seleção alemã, dezesseis jogadores atuam no futebol alemão, dos que entraram em campo contra o Brasil seis jogam no Bayern de Munich. Isso mostra a incapacidade do futebol brasileiro em manter seus jogadores atuando no país, eles só voltam quando não estão bem na Europa, o sonho de todos é jogar na Europa e esse tem sido um critério para atuar pela seleção brasileira em Copas do Mundo. Outro detalhe foi a utilização de um atacante de 36 anos pela seleção alemã, Klose mesmo com seus 36 anos foi titular contra o Brasil e já marcou dois gols nesta Copa se tornando o maior artilheiro de todas as Copas. Os técnicos brasileiros não gostam de jogadores veteranos, exemplo disso que Rivaldo ficou fora da Copa de 2006 quando tinha plena forma aos 34 anos, Kaká ficou fora desta Copa com 32 anos. O próprio Romário ficou fora da Copa de 2002 por indiferenças com Felipão, apesar de estar com 36 anos Romário estava em seu melhor momento na carreira, foi a época que marcou mais gols e era o maior artilheiro da seleção brasileira em atividade, ainda bem que tínhamos Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho e Ronaldo e o Brasil foi campeão assim mesmo.

Torcida não ganha jogo. Se torcida ganhasse jogo a seleção da China ganharia todas as Copas. É muito bonito a torcida cantando o Hino Nacional Brasileiro nos estádios, mas não passa disso, aliás o Hino Nacional deveria ser cantado nas escolas e em todo e qualquer tipo de evento, afinal é o Hino Nacional Brasileiro e não o Hino da seleção brasileira.

Um técnico brasileiro não ganha a Copa duas vezes com a seleção brasileira, Zagallo ganhou em 1970 e não conseguiu em 1998, Parreira foi campeão em 1994 e tentou em 2006 e Felipão venceu em 2002 e não conseguiu em 2014, o único a conseguir tal feito foi Vittorio Pozzo com a Itália em 1934 e 1938.

Ganhar a Copa das Confederações não serve de parâmetro para a Copa do Mundo. Felipão disse que a seleção ganhou a Copa das Confederações e o time estava pronto para a Copa do Mundo. No entanto, nunca uma seleção campeã da Copa das Confederações conseguiu ganhar a Copa do Mundo no ano seguinte e isso se confirmou mais uma vez. Além disso, nenhum dos participantes da Copa das Confederações conseguiu passar para as quartas de final desta Copa do Mundo com exceção do Brasil. Isso mostra que os adversários não eram tão bons assim e que o Brasil não estava com esta bola toda.

E o Brasil não ganhou a Copa

Copa do Mundo no Brasil

Brasil perde a Copa em casa mais uma vez

Desde o início da Copa a seleção brasileira não apresentou bom futebol, por isso a minha desconfiança quanto a conquista do título pela seleção brasileira. Quase a seleção foi eliminada pelo Chile e depois também sofreu para derrotar a seleção da Colômbia. Chegamos a semifinal sem enfrentar uma grande seleção. Mas desta vez pela nossa frente tínhamos a seleção da Alemanha.

Os brasileiros estavam confiantes na vitória, mas em um jogo destes não existe favorito, qualquer um pode vencer. Muito se falou que Neymar faria falta para a seleção, concordo que sim, mas não a ponto de abalar o time da maneira que aconteceu. Afinal, se o Neymar fez tanta falta assim, então quer dizer que todos tinham razão, a seleção era dependente do Neymar?

Prefiro acreditar que não. Uma seleção brasileira não pode depender apenas de um jogador com tantos craques que temos no país. Prefiro acreditar que faltou experiência e principalmente qualidade para alguns jogadores, não por deficiência técnica, mas sim por má fase de alguns dos jogadores. Também faltou controle emocional, disseram que o fator emocional não estava atrapalhando, mas não foi isto que vimos no jogo. Depois do primeiro gol o time se perdeu em campo. Levar cinco gols em menos de trinta minutos de jogo, sendo quatro gols em sequência, isso não tem desculpa.

Entre as seleções campeãs mundiais a França jogou duas copas em casa ganhou uma, a Alemanha também, a Itália também. A Argentina, a Inglaterra e o Uruguai jogaram apenas uma Copa em casa e venceram. O Brasil passou a ser a única seleção que jogou duas Copas em casa e perdeu as duas. Derrota no Maracanã lotado em 1950 na final e vexame nesta Copa de 2014 perdendo de goleada para a Alemanha na semifinal por incríveis 7 X 1, a maior goleada da história, justamente em uma Copa disputada no Brasil. A Espanha fica de fora porque sediou apenas uma Copa em 1982 quando ainda nem era Campeã.

Uma coisa é certa, não coloquem um técnico campeão da Copa pela seleção brasileira para tentar outro título, Zagallo ganhou em 1970 e perdeu em 1998, Parreira ganhou em 1994 e perdeu em 2006, Felipão ganhou em 2002 e tentou neste ano, definitivamente isto não dá certo.

Em 2002 Felipão foi contra o clamor popular e não levou Romário, mas Ronaldo fenômeno e Rivaldo foram excelentes e o Brasil ganhou. A mesma sorte não teve Dunga em 2010, não levou Neymar e P. H. Ganso em ótima fase no Santos, o resultado todos sabem.

Felipão também foi muito criticado pela lista de convocados, levou jogadores que não estavam em boa fase ou em recuperação de lesão. Os torcedores estavam com razão, em seis jogos Fred fez apenas um gol, Hulk não marcou nenhum. Onde já se viu atacante que não faz gol? Não vou falar de qual jogador deveria ser convocado, mas tínhamos jogadores em boa fase que não foram convocados por preferência do treinador.

Agora resta esperar a próxima Copa na Rússia em 2018.

E se o Brasil não ganhar a Copa?

Copa do Brasil

Copa do Mundo Brasil

Muitos acreditam que o Brasil ganha e dizem isso com certeza. Outros dizem que o Brasil tem obrigação de ganhar por sediar a Copa do Mundo. Mas o que pode acontecer se o Brasil não for o campeão nesta Copa do Mundo?

Sempre dizem que o Brasil tem o melhor futebol do mundo, mas isto não é certeza alguma de título, caso contrário a seleção brasileira ganharia todas as Copas do Mundo, coisa que não aconteceu. Favoritismo não ganha Copa, é preciso jogar e ganhar em campo, olhem o exemplo de Espanha e Inglaterra, muito provável que não passam da primeira fase após duas derrotas em dois jogos, por outro lado seleções que ninguém dava a mínima já estão classificadas para a próxima fase, caso de Colômbia e Costa Rica. A seleção brasileira apesar de ser considerada favorita ainda não mostrou futebol convincente nesta Copa, já a Holanda atual vice campeã mostra que tem forças para brigar pelo título.

Caso o Brasil não ganhe esta Copa, a seleção brasileira seria a única campeã mundial a nunca ter ganho a Copa do Mundo jogando em casa. Uruguai ganhou a Copa de 1930 em casa, Itália ganhou a Copa de 1934 jogando em casa, Inglaterra ganhou a Copa de 1966 jogando em casa, Alemanha ganhou a Copa de 1974 jogando em casa, Argentina ganhou a Copa de 1978 jogando em casa e a França ganhou a Copa de 1998 jogando em casa. O Brasil seria o único a não ganhar em casa mesmo tendo duas chances para conquistar a Copa em casa, a Espanha também não ganhou em casa, porém quando foi realizada a Copa da Espanha em 1982 o país ainda não era campeão mundial de futebol, por isso fica fora desta lista. Uma nova chance poderá ocorrer daqui a 50 ou 60 anos, ou mais, realmente seria lastimável para o qual dizem ser o país do futebol.

Desde o primeiro título da seleção em 1958 o maior período sem ganhar a Copa foi de 24 anos entre 1970 e 1994, caso o Brasil não ganhe em 2014, em 2018 já serão 16 anos sem ganhar a Copa do Mundo.

Economicamente falando seria ruim para o país, certamente uma eliminação do Brasil antes da final traria prejuízos para o comércio brasileiro, a derrota na final já não seria tão terrível, pois tudo o que seria comercializado com a expectativa do Brasil ser campeão já teria fim.

Politicamente falando seria terrível, o Governo foi muito criticado pelos gastos e pelos atrasos nas obras da Copa do Mundo, a vitória seria uma forma de compensar a população por tudo isso. A derrota pode ter reflexos negativos para o Governo.

Como brasileiro torço pelo meu país, mas pelo menos na minha vida nada irá mudar se o Brasil ganhar ou perder. Acredito que tem que melhorar muito para ser campeão, vamos esperar os próximos jogos para ver o resultado.

Barcelona X Santos: a fama do futebol brasileiro foi parar na lama

      Antes do início do jogo, Santos e Barcelona eram simplesmente dois dos melhores times do ano, o Santos melhor time da América e o Barcelona melhor time da Europa. Todos sabiam que a qualidade do time do Barcelona era muito superior a do time do Santos, porém não existe nenhum time imbatível. Todo mundo esperava que o Santos mostrasse seu futebol e que pelo menos desse um pouco de trabalho para o goleiro adversário.

      Após o apito do árbitro o que se viu foi o jogo de um time só, o Barcelona com seu toque de bola perfeito envolveu os jogadores do Santos que pareciam estar hipnotizados, não tentavam tirar a bola do Barcelona, nem ao menos tentavam fazer faltas para parar o jogo, o Barcelona teve mais de 70% de posse de bola. O primeiro tempo do jogo foi uma verdadeira humilhação para o futebol brasileiro, parecia que os jogadores do Santos nunca tinham assistido a um jogo do Barcelona, pois estavam perdidos em campo.

Enquanto o Barcelona tinha total liberdade para fazer o que queria com a bola, quando o Santos conseguia a posse da bola imediatamente os jogadores do Barcelona marcavam forte e recuperavam a bola.

      O melhor treinador brasileiro da atualidade não conseguiu fazer o seu time jogar nem 10% do que joga atuando no Brasil, dois anos atrás este mesmo time do Barcelona enfrentou o time argentino do Estudiantes de La Prata nesta mesma competição, o time argentino abriu o placar do jogo, sofreu o empate e só perdeu o jogo na prorrogação por 2 x 1.

      A qualidade do Barcelona é indiscutível, porém a postura do time do Santos em campo ajudou e muito ao Show do Barcelona. Podemos comparar os dois times com duas empresas que abriram suas portas com os mesmos objetivos e com as mesmas chances de vencerem no mercado, porém uma utilizou todas as estratégias de marketing e tomou conta do mercado, enquanto a outra empresa ficou apenas olhando a concorrência agir e não tomou nenhuma atitude e acabou fechando suas portas.

O futebol brasileiro mostrou que está longe de ser o melhor do mundo, o Barcelona é exemplo de profissionalismo, construiu um hotel apenas para abrigar jogadores jovens que vem para o time, o time gastou 21 milhões para fazer a obra, esse é um investimento que dá retorno, o próprio Messi está no Barcelona desde os 13 anos. Outros times inclusive os brasileiros gastam milhões para contratar jogadores que ficam pouco tempo no time e depois vão embora. O torcedor brasileiro não consegue falar quais são os jogadores do time, pois de um ano para o outro o time muda praticamente inteiro. Esse mesmo time do Santos passou por um desmanche, vários jogadores foram embora, deu no que deu. Outro detalhe é que os times brasileiros não sobrevivem sem patrocinadores, enquanto o Barcelona simplesmente não precisa transformar seu uniforme em um outdoor.