Ser dono do próprio negócio habita o imaginário de muitos brasileiros, porém a falta de planejamento pode acabar prejudicando o empreendimento. Confira o que você precisa saber antes de abrir uma empresa.

O empreendedorismo tornou-se uma tendência e cada vez mais pessoas se interessam por ser donas do próprio negócio. A ideia de ser o próprio patrão é atraente para muitos trabalhadores e os motivam a investir numa empresa própria. Hoje, há meios que facilitam tirar as ideias do papel (como abrir MEI, por exemplo), porém é preciso saber algumas coisas que podem orientar e evitar problemas futuros.

office-3295556_960_720

A princípio, é importante salientar que é sempre mais seguro e motivador para o empresário empreender em áreas que já conhece e gosta. Um empreendimento em algo que se possui pouco domínio pode ser arriscado economicamente. Além disso, estabeleça previamente o capital inicial de sua empresa. É sempre tentador iniciar um empreendimento com fundos dos bancos e recorrer a empréstimos, entretanto isso pode vir a ser o fim do negócio tendo em vista que nos meses iniciais de atividade o lucro pode não ser alto e o gestor pode acabar se endividando o que comprometerá o orçamento.

É sempre preciso, também, organizar os gastos com a empresa tendo em mente todos os recursos que serão necessários – de gastos funcionários a gastos com decoração, por exemplo – para tornar a ideia possível e funcional. Portanto, gaste um bom tempo na estruturação de um plano de ação de sua empresa para converter metas em realidade. Somando isso a um capital de giro para as despesas iniciais referentes ao começo das atividades e ao conhecimento dos custos de empreendimento e mercado de sua área, dificilmente haverão problemas com o orçamento.

A separação entre as finanças pessoais do empresário e as finanças da empresa podem ser de grande ajuda para o empreendimento. A não dissociação de gastos pessoais dos empresariais é sinal de gerenciamento ruim das contas e que pode afetar a lucratividade do negócio. A atuação de um contador profissional que possa orientar e auxiliar sua ideias nesta fase inicial não deve ser descartada.

Já no lado referente à equipe, deve-se ter muita atenção na escolha dos sócios do empreendimento. Não é recomendado fazer parceria com alguém que apenas será capaz de fornecer o capital da maneira mais fácil e rápida. Trabalhe com gente que conheça a área em que pretende empreender tanto em questões conceituais da área quanto em questões mercadológicas. Lembre-se que uma sociedade de negócios é uma soma de conhecimentos e particularidades que devem alavancar a empresa

Além do mais, a contratação de uma equipe competente e da transformação do pequeno empresário em um gestor de fato que será responsável por delegar tarefas e funções é imprescindível, tendo em mente boas estratégias de organização de equipe e tomada de decisões.

Quando todos esses pontos estiverem bem estruturados é obrigatório já ter em vista o perfil de seu cliente. O cliente é a questão determinante em qualquer empreendimento. Conheça bem cada traço da personalidade do cliente em potencial, o que ele gosta, se sua empresa seria capaz de atender as expectativas e necessidades dele. Para isso, é essencial organizar uma pesquisa de mercado detalhada, pois terá influência direta no crescimento do seu negócio.

Escrito por: Rafaela Roque Fernandes

Sharing is caring!

(Visited 19 times, 1 visits today)

Related Post

Transforme suas ideias em atitudes Tenha atitude Ficar esperando as coisas caírem do céu não é uma boa ideia. Se você realmente almeja conseguir algum sucesso nesta vida é preciso d...
Dicas Para Melhorar Nossos Relacionamentos na Empr... Clima organizacional Nosso relacionamento com as pessoas muitas vezes não é bom, mas alguns gestos simples e um pouco de boa vontade podem mudar est...
Trabalhar em Empresa Pública ou Privada? Trabalhar em Empresa Pública ou Privada?. Público x privado A cada ano aumenta o número de pessoas que buscam através de concursos uma vaga no se...