Administração e Sucesso

Assuntos sobre administração, economia, política, atualidades, educação, dicas para Word, Excel e muito mais

Month: dezembro 2017

O processo burocrático para abrir seu negócio é uma etapa que pode ser fácil com o conhecimento necessário

Muitas pessoas sonham em ter o próprio negócio e se planejam para que isso ocorra. Ao contrário do que muita gente pensa, todo o processo pode ocorrer facilmente, basta o futuro empreendedor elaborar um projeto eficiente e ter conhecimento de todas as burocracias exigidas. Estude sobre as etapas para registrar a empresa (conforme o gráfico), com as informações corretas e organização tudo flui. Veja aqui algumas dicas de empreendedorismo e abra seu negócio com segurança.

como abrir uma empresa

Escolha um produto que se destaque no mercado

Para dar início ao planejamento deve ser pensado com quais produtos você quer trabalhar e identificar o público alvo. Escolha uma ideia, identifique os futuros clientes e suas necessidades, apresente soluções reais para essa carência e saiba quais são os serviços e preços dos empreendimentos concorrentes. É assim que o negócio se destaca no mercado e se transforma em um diferencial.

Tenha o valor inicial em mãos

Para abrir uma empresa é necessário mais que uma boa ideia, é preciso dinheiro para tal investimento. E não depender de empréstimo de banco te livra de uma dívida a mais que pode ser prejudicial, pois o lucro inicialmente pode não ser suficiente para compensar as dívidas, e isso gera mais e mais juros.

Por isso é importante calcular o capital inicial levando em consideração todos os recursos indispensáveis para manter uma empresa em funcionamento, desde a compra de mercadorias à gastos com itens de escritório, por exemplo. Outra dica para evitar dores de cabeça é manter um capital de giro para as despesas, pelo menos nos primeiros meses.

Saiba quais serão os gastos

Leve em consideração todas as despesas de uma empresa, inclusive a carga tributária, custo esse que muitos empreendedores iniciantes não ficam atentos. Outros gastos que devem constar na planilha é o pagamento de 13° e o FGTS, caso o futuro empresário tenha que contratar funcionários. Água, luz e outros valores internos devem ser calculados também. E por segurança mantenha uma reserva de contingência para não ser pego desprevenido.

Não misture gastos pessoais com profissionais

A ideia é simples, mas a maioria dos empresários caem nesse erro e complicam os negócios por terem dificuldades de separar uma coisa da outra. Não retire dinheiro do caixa para pagar gastos pessoais, nem compre produtos para a empresa com o cartão de crédito pessoal, esses erros são frequentes. Para não dificultar as coisas defina um pró-labore para os sócios que trabalhem na empresa e para si mesmo de acordo com a lucratividade da empresa.

Esteja preparado para ser um líder

Faça a seguinte pergunta: estou preparado para ser um empreendedor? Se a resposta for sim, tenha em mente que precisa ser um líder, além de empreendedor. Estude e conheça todos os aspectos do novo negócio e tenha convicção que o responsável por todas as tomadas de decisões é você. Se capacite e tenha conhecimento em áreas diversas que podem agregar, como marketing e administração.

Escrito por: Jacqueline Gonçalo

 

A comunicação como aliada do bom funcionamento da logística da empresa

O mercado de logística tem crescido cada vez mais com o passar do tempo, com grande importância para o setor de negócios e distribuição. Através de uma gestão estratégica de suprimentos e qualidade, a área lucra através do transporte, armazenagem e entrega. Porém, uma má comunicação na área, por mais positiva que seja, pode levar a erros de execução, falhas de processos e aumento de custos desnecessários.

pasted image 0

Uma empresa de logística trabalha com armazenagem, movimentação, estoque e outras funções próprias, desenvolvidas ao longo do dia de serviço. Porém, apenas executar os serviços de forma individual não é o suficiente para uma produção de sucesso. É preciso aliar o trabalho de cada um, como um emaranhado de teias que se relacionam. Como fazer isso? É simples, com a comunicação.

A comunicação vem do latim “communicare”, que significa “pôr em comum”, “entrar em relação com”. Ou seja, transmitindo e recebendo informações, assim a comunicação é realizada.

        Ampliar o diálogo e o bom relacionamento é fundamental para o andamento da logística de um setor, seja no armazém ou na empresa. Para o trabalho ser feito da melhor forma possível para gerar lucros e otimizar as potencialidades do negócio, é preciso investir na capacidade de se comunicar. De que forma isso pode acontecer, afinal?

        Antes de tudo, o foco principal, assim como a missão e a visão da empresa são ideais que precisam ser transmitidos a todos os funcionários. A cultura organizacional e essas informações precisam estar disponíveis para todos, independentemente da função executada. Isto estabelece, desta forma, uma comunicação interna inicial, através da reflexão e desenvolvimento de valores e normas empresariais.

O diálogo dentro do cotidiano é fundamental para o bom desempenho das funções de cada funcionário. Pequenas reuniões diárias, seja no início ou final do expediente, podem auxiliar a troca de experiências e ideias.

Monitorar o andamento das atividades a fim de que todos saibam como anda o progresso geral também é uma importante atividade para melhorar a comunicação organizacional. Este tipo de diálogo evita processos desnecessários e até mesmo excedentes, que geram desperdício dentro de uma empresa.

É importante até mesmo a comunicação pessoal, tão importante para um bom relacionamento. Saber se posicionar como gestor e funcionário é fundamental para uma boa estratégia de organização dentro da empresa e em coletivo. Uma comunicação direta e honesta permite expressar mensagens de forma clara e assertiva, evitando más situações interpessoais dentro da empresa.

Cursos de logística vão auxiliar na melhor elaboração e compreensão destas etapas, permitindo um maior dinamismo entre os funcionários e sobre o serviço de forma geral. Afinal de contas, quanto mais otimizadas as funções, melhor a produção. A capacitação da comunicação na logística de um ramo permite um desenvolvimento autônomo dos funcionários, trazendo consigo uma característica proativa e um senso de coletividade.

A comunicação traz consigo, desta forma, não apenas uma melhora nas relações interpessoais, como evita desperdícios e problemas dentro do dia-a-dia da empresa, que gera gastos de despesa e tempo. Investir na comunicação na logística traz diversas vantagens e auxilia a manter funcionários bem preparados e dispostos a lidar com os problemas que surgirem.

Escrito por: Jacqueline Gonçalo

Administração e Sucesso