Administração e Sucesso

Assuntos sobre administração, economia, política, atualidades, educação, dicas para Word, Excel e muito mais

Dia: 11 de julho de 2016

Empréstimo Bradesco online

Empréstimo Pessoal Online

Encontrar o empréstimo sob medida para suas necessidades pode ser mais simples do que você imaginava. O Bradesco coloca à sua disposição uma linha exclusiva de empréstimos e financiamentos que pode ser contratada com apenas alguns cliques. Confira a seguir as opções de créditos online:

* Crédito Pessoal Online: linha de empréstimo exclusiva para correntistas do Banco
– Limite máximo de R$ 1.000
– Parcelas a partir de R$ 5
– Parcelamento em até 24 vezes
– Após a aprovação do crédito, o valor é depositado de imediato na conta-corrente do cliente
– Forma de contratação: através de Internet Banking

* Crédito Pessoal: linha de empréstimo destinado a pessoas físicas, universitários ou aposentados
– Não é necessário comprovar a finalidade do crédito
– Após a aprovação do crédito, o valor é depositado diretamente na conta corrente do cliente
– Pagamento em até 40 parcelas, debitadas automaticamente da conta
– Forma de contratação: pelo Internet Banking (empréstimo online)

LIMITE DE CRÉDITO PESSOAL: linha de empréstimo destinado a correntistas maiores de 18 anos, com limite pré-aprovado
– Parcelas a partir de R$ 5
– Pagamento em até 48 vezes,
– Pagamento mediante débito automático em conta-corrente
– Forma de contratação: pela internet, pelo celular, Fone Fácil ou nas máquinas de autoatendimento

Saiba agora mesmo qual a melhor linha de empréstimo para você: acesse o site do Bradesco e utilize o simulador online. Siga o seguinte procedimento: clique na opção “Simuladores Bradesco” na parte inferior da sua tela e siga as instruções. Você deve indicar o valor desejado, a data de pagamento da primeira prestação e o prazo. O resultado da simulação irá lhe o valor aproximado da parcela, a taxa de juros e o valor total financiado. Dessa forma, fica mais fácil escolher a alternativa que melhor se adapta ao seu orçamento.

Maiores informações podem ser obtidas através da Central de Crédito (0800 273 3486) ou com seu gerente de relacionamento. Obtenha seu crédito da forma mais simples e ágil: peça hoje mesmo um empréstimo online Bradesco e consiga realizar tudo aquilo que você sempre sonhou.

* O texto que você acabou de ler é um Artigo Patrocinado e foi fornecido por https://www.compareemcasa.com.br/

A desilusão da Copa e das Olimpíadas no Brasil

A desilusão da Copa e das Olimpíadas no Brasil é muito maior do que os benefícios que irão ficar para a posteridade

Quando o Brasil foi escolhido para sediar a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 isso foi motivo de muita alegria por parte de muitos brasileiros. Isso porque o Brasil foi sede da Copa do Mundo em 1950 e teria uma nova oportunidade para ganhar o título em casa. Pelas Olimpíadas porque depois de se candidatar a vaga por várias vezes finalmente o país foi escolhido como sede. Até aí tudo bem.

A desilusão da Copa e das Olimpíadas no Brasil

O problema é que o país não tinha condições de sediar uma Copa do Mundo e muito menos uma olimpíada.

Percebemos isso observando que a maioria dos estádios não ficaram prontos dentro do prazo estipulado pela FIFA sendo entregues muito próximo do início do evento e mais ainda porque muitas obras que deveriam ter sido entregues antes da Copa dois anos depois ainda não foram concluídas. Essas obras incluíam reformas em aeroportos, melhorias do tráfego urbano e novos sistemas de transporte. A maior prova disso é o VLT de Cuiabá que até hoje ainda não saiu do papel e não tem data para ser entregue.

Para sediar a Copa os Estados precisaram realizar empréstimos junto ao Governo Federal para fazer estádios e as demais obras. Hoje os estados estão passando por dificuldades financeiras, não apenas por causa da crise que o país enfrente, mas sim por ocasião da Copa do Mundo que já terminou dois anos atrás. O pior de tudo é que nem ao menos ganhar a Copa nossa seleção conseguiu, mas deu o maior vexame da história da seleção brasileira.

Com as Olimpíadas é a mesma coisa. O Estado do Rio de Janeiro está gastando o dinheiro que não tem para concluir todas as obras e mesmo assim corre o risco de não conseguir terminar tudo a tempo. A saúde e a segurança no estado está um caos por falta de investimentos e mesmo assim rios de dinheiro precisam ser destinados para que as obras possam ser concluídas.

Muitos atletas desistiram de participar das Olimpíadas no Rio por medo de doenças como a Zika Vírus e outros estão preocupados com a poluição das águas onde serão realizadas as provas aquáticas.

O pior de tudo é saber que o Estado ficará endividado depois que as Olimpíadas terminarem e não existe comprovação que depois de tudo terminado estas obras serão destinadas para outros fins beneficiando a população que tanto precisa de infra-estrutura e áreas de lazer. Espero que não se tornem em prejuízo como alguns estádios que foram construídos para a Copa do Mundo e que hoje a renda obtida não é suficiente nem ao menos para bancar a manutenção, quem dirá para pagar o valor que foi gasto em sua construção.

Administração e Sucesso