Falta de água

falta de água

O Brasil esta passando por um problema sério de falta de água potável para abastecimento da população nas grandes cidades. Esse sempre foi um problema da Região Nordeste do país, porém nunca atingiu de maneira severa a Região Sudeste como acontece atualmente.

 

Os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais enfrentam problemas com a falta de chuva. Aliás, está chovendo, porém mesmo que as chuvas se normalizem não é suficiente para recuperar o nível dos reservatórios em poucos meses. Isso ainda vai levar algum tempo, caso as chuvas caiam com normalidade. Mas de quem é a culpa da falta de água? O Governo Federal põe a culpa nos Estados, os Estados por sua vez culpam o Governo por falta de recursos. Já sei, a culpa é de São Pedro que não mandou chover o suficiente.

Tirando a ironia de lado, todos são culpados, é claro com exceção de São Pedro. A falta de chuvas em abundância já ocorre a algum tempo, esta situação que está aí agora poderia ser prevista. Governos estaduais e federal poderiam ter realizado investimentos para prevenir o pior. O racionamento de água poderia estar vigente a bastante tempo para reduzir o consumo de água. Os habitantes já deveriam estar fazendo economia de água desde o primeiro momento em que se ouviu sobre a possibilidade de faltar água.

E agora, o que fazer? Existem muitas soluções, algumas simples e outras bastante complicadas.

A solução mais simples é a economia, ou seja, a redução do consumo. Gestos simples que muitos estão careca de saber e mesmo assim não estão nem um pouco preocupados, só vão lembrar disso o dia que faltar água mesmo. Vamos ver algumas soluções simples.

Abrir o registro do chuveiro apenas para se molhar e depois fechar em seguida, só abrir novamente para enxaguar o corpo.

Manter a torneira fechada enquanto escova os dentes, enquanto lava a louça abrir apenas molhar e para enxaguar.

Lavar o carro em casa com um balde de água. Usar água da máquina de lavar roupas para limpar as calçadas.

Molhar as plantas só quando necessário.

Coletar água da chuva e armazená-la para limpeza da casa.

Lavar roupas apenas em grande quantidade evitando desperdício. Se você mora na beira de um córrego não jogue lixo nem esgoto dentro dele.

Soluções mais complicadas.

Despoluir rios como o Tietê.

Multar pesado empresas que poluem rios que poderiam fornecer água para a população. Multar pessoas que consomem muita água.

Tratar a água poluída para que possa ser consumida.

Utilizar a água do mar para consumo humano (retirar o sal), pode ser muito caro, mas é um absurdo ficar sem água com tanta água salgada que temos no planeta.

Fazer edificações sustentáveis que coletam a água da chuva e utilizam para limpeza e higienização de banheiros, tratamento da água antes de despejá-la no esgoto, ou reutilizá-la sempre que possível.

Recuperar nascentes, reflorestar beiras de rios.

Tudo isso não é ficção, na realidade já existe a tecnologia, apenas falta vontade e interesse de colocar em prática.

Também publicado em: http://www.administradores.com.br/artigos/cotidiano/a-falta-de-agua-no-brasil/85293/

Fonte da imagem: https://encrypted-tbn3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcS69EMU4drvG2wyVYjOHn-SSTEKJXHWOV88BHE08Nu3A4_oXg03ww

Sharing is caring!

(Visited 372 times, 1 visits today)