Administração e Sucesso

Assuntos sobre administração, economia, política, atualidades, educação, dicas para Word, Excel e muito mais

Mês: novembro 2014

Transforme suas ideias em atitudes

Transforme suas ideias em atitudes

Tenha atitude

Ficar esperando as coisas caírem do céu não é uma boa ideia. Se você realmente almeja conseguir algum sucesso nesta vida é preciso de atitude, não apenas as ideias. Você pode ter um monte de ideias, mas é preciso colocá-las em prática, ou você nunca saberá se foi uma boa ou má ideia.

Se você pretende abrir uma empresa. Pesquise o mercado, verifique se existe demanda para o ramo que pretende entrar. Verifique se você tem capital de giro suficiente, qual será seu retorno sobre o investimento, ou seja, faça um plano de negócios antes de abrir a empresa. Assim você terá uma ideia de como será o faturamento da empresa e pode desistir antes mesmo de começar. Outra coisa, se você pretende abrir uma empresa para trabalhar menos, então pense bem, pois certamente você terá mais tarefas na empresa do que trabalhando de empregado e possivelmente vai trabalhar mais de 12 horas diariamente.

Se você pretende abrir uma empresa sem correr muito risco e possui capital para isso, então abra uma franquia. As franquias oferecem tudo pronto, desde o plano de negócios até o treinamento para os funcionários. As empresas que oferecem franquias já sabem previamente se o local que você escolheu comporta tal tipo de comércio. Portanto, a possibilidade de dar errado é bem menor do que abrir uma empresa por conta. No entanto, tudo isto custa caro, por isso é necessário ter o capital para pensar em abrir uma franquia.

Quer comprar um carro novo? Se você tem o dinheiro, vá à concessionária e compre, mas se não tem pense antes de fazer bobagem. Tem uma quantia para dar entrada, mas esta quantia é pequena, cuidado. Se o prazo de financiamento for longo você pode para dois carros. O ideal é dar a maior entrada possível, quanto menos você financia menor o juro pago até o final. Mesmo assim, verifique se a parcela cabe no seu orçamento, lembre que além da prestação você ainda terá despesas com combustível, seguro, IPVA, Licenciamento anual e manutenção. Por isso avalie bem antes de entrar numa fria.

Quer fazer faculdade? Estude e passe no vestibular, ou tente entrar pelo ENEM. O curso que você quer é pago, se inscreva no ProUni e consiga bolsa integral ou meia-bolsa. Escolha o curso certo. Se você é jovem isso talvez não seja um problema. Mas para quem tem um pouco mais de idade, não é uma boa ideia chegar ao final do curso depois de quatro ou cinco anos e descobrir que não é aquilo que você queria. Por isso pense bem antes de começar.

Vai comprar uma casa? Se você tem dinheiro vá e compre, mas se não tem pesquise bem antes. Escolha o local, cuidado ao comprar casas com preços muito abaixo do mercado, isso pode ser um sinal de que o bairro ou a vizinhança não é das melhores. Verifique a distância entre a casa e o local de trabalho, colégio, a distância pode pesar no orçamento e o barato pode sair caro. Verifique o tamanho do imóvel, se for pequeno e você pretende aumentá-lo no futuro. Consulte a possibilidade de ampliação futura. Analise o terreno, se for muito inclinado você pode ter problemas com o escoamento da águas das chuvas. Se ficar em um local muito baixo você pode sofrer com inundações.

Está endividado e quer sair dessa? Planeje seus gastos, utilize o dinheiro extra para quitar suas dívidas. Dinheiro extra pode ser o abono salarial do PIS, o 13º salário, o valor recebido pelas férias trabalhadas na empresa. Mas de nada adianta pagar as dívidas e no próximo ano ficar endividado novamente. Por isso é importante planejar, anote tudo o que você gasta mensalmente, ou seja, os gastos fixos. Energia, água, gás, transporte, aluguel, mercado e reserve um valor para eventuais gastos extras. Quando precisar comprar alguma coisa que está fora do orçamento, primeiro analise se terá condições de pagar aquele valor, seja a vista ou parcelado, talvez seja possível pagar, mas para isso outras coisas ficarão pendentes. O cálculo é simples, você não pode gastar mais do que ganha mensalmente. A mesma coisa acontece com as empresas, a despesa não pode ser maior do que o faturamento.

Quer ter uma aposentadoria tranquila? Então comece logo a guardar dinheiro. Muitas pessoas não se preocupam com a velhice, quando ela chega não têm nem condições de bancar os remédios dos quais necessitam. Por isso preocupe-se em trabalhar registrado e pagar o valor correto para o INSS, além disso, faça uma poupança e comece a guardar certa quantia mensalmente ou ainda faça uma previdência privada. Assim não será preciso fazer milagres para viver com apenas um salário mínimo como fazem grande parte dos aposentados.

Já pensou em escrever um livro? Ainda não? Pensa que é preciso ser escritor profissional, ou que custa muito caro? Nada disso, hoje em dia é muito fácil publicar um livro, existem vários sites que publicam seu livro praticamente sem custo. A menos que você queira pagar pela revisão, diagramação e capa. Você pode fazer isto tudo sozinho se tiver um pouco de conhecimento sobre o assunto. Se você tem a capacidade de escrever o livro, isso não será problema algum. Se o livro for publicado apenas no formato digital, você terá menos custos ainda. Além disso, ainda é possível ganhar dinheiro com as vendas caso a sua ideia seja boa.

Para tornar o seu trabalho o mais profissional possível é preciso que ele seja reconhecido como livro realmente, para isso faça seu registro como editor e solicite o número do ISBN para o seu livro. Isto vai ter um custo de R$ 235,00 para o livro digital. Procure um bibliotecário para fazer a ficha catalográfica do seu livro. O valor da ficha pode variar. Faça o registro do livro na Fundação Biblioteca Nacional. Tudo isso pode parecer muita coisa, muita burocracia, mas garante a qualidade do seu trabalho e os seus direitos sobre o material. Além disso, é muito mais complicado e muito mais caro publicar um livro impresso e conseguir colocar ele a venda em uma livraria. Mesmo que não seja um sucesso de vendas, pelo menos você realizou o sonho de publicar um livro.

Dicas para terminar o ano com as contas em dia

Terminar o ano com as contas em dia

Contas de final de ano

Chegar ao final de ano cheio de dívidas não é muito agradável, principalmente se não temos dinheiro para quitá-las. Não estou falando das contas que ainda estão por vencer, estas não precisam ser quitadas antecipadamente, a menos que você consiga um desconto razoável. Estou falando das contas que já estão vencidas e daquelas que irão vencer até o final do ano.

Para quem está empregado existe uma salvação. O 13º salário pode resolver todos os seus problemas. Como o próprio nome já diz, ele é um salário extra além dos 12 meses trabalhados. Você vai receber o equivalente a dois salários completos em um único mês. Deveria ser utilizado para propiciar um final de ano com mais fartura, mas é uma chance para não terminar o ano cheio de dívidas.

Aliás, pesquisas comprovam que a maioria das pessoas utilizam este dinheiro extra para pagar contas. Deixando assim sua principal finalidade de lado.

Na maioria das vezes as pessoas não planejam seus gastos e ao chegar o final de ano são obrigadas a utilizarem o 13º salário para pagar contas. Esta é a melhor maneira de não terminar o ano endividado. Caso você perca esta oportunidade, a tendência é se endividar ainda mais.

No início do ano surgem despesas extras, então é melhor terminar o ano com as contas em dia para não se complicar depois.

Outra maneira para recuperar o poder de compra é utilizar o cartão de crédito para compras sem juros. Por exemplo, se você vai comprar um objeto e o preço parcelado é exatamente o mesmo para pagamento a vista. É interessante parcelar, porque assim você irá prolongar o pagamento das parcelas e vai deixar de desembolsar uma determinada quantia imediatamente. Vamos supor que você tem uma dívida de R$ 1.000,00, utilize o 13º salário para quitá-la, depois faça compras parceladas no cartão de crédito. Assim você se livra da dívida vencida e faz uma nova, a diferença é que você irá pagar uma pequena parcela mensalmente.

Só não caia na besteira de pagar apenas uma parte da fatura do cartão de crédito. Pague-a integralmente, ou melhor, deixe a fatura ser descontada diretamente de sua conta corrente. Assim você nem ao menos irá cair na tentação.

Corrupção no Brasil: a mudança deve começar em nossas atitudes

Corrupção no Brasil

Diga não à corrupção

A corrupção assola nosso país e constantemente ouvimos pessoas reclamando e pedindo mudanças na política brasileira. Porém, este é um problema difícil de ser resolvido. Recente pesquisa mostrou que a maioria dos brasileiros procuram sempre um jeitinho para burlar as regras. Pode parecer que não, mas pequenas atitudes típicas que cometemos no dia a dia são formas de corrupção, embora não façam o mesmo estrago das noticiadas na TV, são atitudes que prejudicam as pessoas e dão prejuízos para nosso país.

Todos sabem que é proibido ingerir bebida alcoólica e dirigir veículos, no entanto, as blitz de trânsito encontram com frequência pessoas sem a mínima condição de dirigir atrás de um volante. Pessoas bêbadas ao volante são responsáveis por milhares de mortes todos os anos. Além da perda de vidas, isso dá um prejuízo incalculável para o Governo com o uso dos hospitais para tratamento dos feridos em acidentes de trânsito.

Um dia destes, eu seguia com meu veículo quando de repente a pessoa que estava dirigindo o veículo a frente jogou uma lata de cerveja pela janela do veículo. São três infrações, dirigir sob a influência de álcool, utilizar apenas uma das mãos no volante e jogar lixo em via pública. Este é um exemplo de como as pessoas não respeitam as leis.

Posso enumerar várias atitudes que as pessoas fazem no dia a dia e acreditam que não estão fazendo nada de mais.

Dirigir veículo sem habilitação, com documento vencido, sem os documentos do veículo ou pessoais, excesso de velocidade, desrespeito a sinalização, desrespeito aos pedestres, veículo com pneus carecas e equipamentos de segurança que não funcionam.

Cortar filas, utilizar assentos reservados para pessoas que realmente precisam, subornar guardas de trânsito, utilizar a posição social para levar vantagens, não pagar dívidas no prazo combinado.

Subornar agentes públicos para ir para frente da lista de espera, receber benefícios sociais sabendo que não se enquadra nos critérios preestabelecidos, sair do emprego para receber seguro-desemprego, arrumar emprego e continuar sem registro para não perder o seguro-desemprego, utilizar veículos ou outros bens públicos para uso particular.

Exercer profissão ilegalmente, sonegar impostos, desviar dinheiro de obras de caridade, pedir isenção de taxa de concurso público sem ter direito, etc.

Estas são apenas algumas das situações que ocorrem diariamente e que são formas de corrupção ou descumprimento das leis.

Se quisermos um país menos corrupto temos que começar mudando nossas atitudes, não podemos exigir um país melhor quando nós mesmos não fazemos a nossa parte.

Fonte da imagem: http://radaramazonico.com.br/wp-content/uploads/2013/04/chega-de-corrup%C3%A7%C3%A3o.jpg

O ano está terminando: foi bom ou ruim para você?

fim de ano está chegando

final de ano

Faltam menos de 2 meses para o fim do ano, podemos dizer que este ano está chegando ao fim. Mas e as suas metas, estão sendo alcançadas?

Embora ainda exista tempo, já e possível saber se seus objetivos serão ou não alcançados até o fim do ano.

Talvez uma coisa ou outra não deu certo, mas a maioria dos objetivos foram alcançados, então você pode ficar satisfeito. No entanto, se a maioria dos objetivos não se concretizou, então existe alguma coisa errada. Ou você planejou mal, ou superestimou sua capacidade de concluí-las. Uma coisa é certa, aquilo que fizemos durante um ano serve como base para o próximo ano. Os erros e acertos servem de exemplo para que façamos a coisa certa.

Assim como o ano está terminando, já é hora de começarmos a planejar nossos objetivos para o próximo ano. Afinal, sem planejamento dificilmente conseguimos colocar em prática alguma coisa. Pode dar certo, mas a chance de dar errado é grande.

Embora seja um novo ano que está por vir, o ano que termina pode ter reflexos negativos no ano que está chegando. Principalmente quando falamos em questões financeiras. Começar o ano cheio de dívidas e sem dinheiro para quitá-las é um péssimo começo. Se você tem algumas sobras de final de ano, o ideal é guardá-las para o momento que irá precisar. O ano novo chega com o IPVA, IPTU, IRPF, material escolar, etc. Muitos usam o valor do 13º salário para quitar dívidas e entrar o ano com o caixa em dia. Essa não é a função do 13º, mas é uma solução. A função do 13º salário é dar um final de ano melhor para o cidadão, é chamado também de gratificação natalina. O trabalhador recebe um salário extra para ter condições de passar o fim de ano com fartura.

Por outro lado, muitos abusam no final do ano e fazem dívidas além da capacidade que possuem de pagar. Afinal são muitos presentes, Natal, amigo secreto, ano novo, etc.

Então o ano chega e as dívidas começam a vencer e junto com elas chegam as outras que eu citei acima. Aí é que mora o perigo. Começar o ano endividado pode comprometer seu ano inteiro. Portanto, é preciso ter responsabilidade e gastar de acordo com suas possibilidades. De que adianta fazer festa no final de ano e passar o próximo ano inteiro endividado. Fica a dica.

Como inserir uma folha de rosto no Word 2007

Aprenda como inserir uma folha de rosto no Word 2007

Se você está criando um documento, uma apostila, ou até mesmo escrevendo um livro e precisa colocar uma capa em seu documento, é possível fazer isso no próprio Word sem problemas.

O recurso Folha de rosto permite que você coloque uma capa em seu trabalho e digite o título do documento e outras coisas que forem necessárias nos lugares pré-definidos.

No Menu inserir clique em Folha de rosto e escolha a opção desejada conforme a figura abaixo:

inserir folha de rosto Word 2007

Folha de rosto

Após escolher o modelo, digite o texto desejado nos pontos destacados:

folha de rosto 2

Se algum dos pontos não será utilizado, basta clicar com o mouse com o botão direito e em Remover controle de conteúdo. A cor e o tamanho da fonte pode ser alterados normalmente selecionado a palavra com o mouse e escolhendo conforme o desejado. Após finalizar a digitação está pronto.

folha de rosto 3

No Word 2007 são poucas as opções de folha de rosto, mas se você precisa de rapidez, os modelos prontos do Word vão te ajudar com certeza.

No Word 2010 a maneira de inserir folhas de rosto é muito parecida e existem algumas opções a mais.

 

Aumento do preço da gasolina, por que só agora?

Depois de muito tempo sendo anunciado, finalmente o não tão esperado aumento da gasolina saiu.

O Governo dava pistas de que o aumento sairia mesmo, mas não dizia quando. Aliás, diziam que o aumento era necessário para que a Petrobras retomasse a sua capacidade de investimento. No entanto, este aumento segundo especialistas, já deveria ter sido anunciado há muito tempo. Porém, como tentativa de manter o controle da inflação, o Governo postergou o aumento e só agora anuncia o reajuste de 3% para a gasolina e 5% para o óleo diesel nas refinarias. Para o consumidor o reajuste deve ficar entre 2% e 4%.

Mas será por que o Governo esperou a eleição passar e a poeira baixar para anunciar o aumento. Medo de perder votos? Se realmente o preço da gasolina está dando prejuízos para a Petrobras por que este aumento não saiu antes? A tendência é que ocorram novos aumentos para compensar esta defasagem.

O reajuste pode parecer pouco, mas a questão é que o consumidor não vai ao posto de combustíveis para comprar 1 litro de gasolina, tem gente que gasta centenas de litros por mês porque trabalha com o automóvel. Por isso por menor que seja, o reajuste tem impactos no bolso do consumidor e na inflação.

Quem tem a opção de abastecer com álcool certamente irá fazer isso, pelo menos enquanto for vantajoso, ou seja, onde o álcool está custando no máximo 70% do preço da gasolina.

Porém se todos preferirem o álcool logo faltará produto no mercado, assim o consumidor será obrigado a usar gasolina. Aliás, a falta de incentivo a produção de álcool tem um motivo, manter a venda de gasolina em alta, afinal o álcool não é feito de petróleo.

 

Quem pode fazer o Enem?

Quem pode fazer o Enem?

Enem 2014

Alguns acreditam que apenas aqueles jovens que ainda estão estudando podem fazer o Enem, mas isso não é verdade.

Qualquer pessoa jovem ou de mais idade pode fazer o Enem. Aqueles que terminaram o ensino médio há muito tempo e resolveram continuar os estudos podem se inscrever no Enem e tentar uma vaga nas universidades que adotam o Enem. Basta se inscrever no exame e ficar atento aos prazos.

Muitas universidades brasileiras deixaram de utilizar o tradicional vestibular e utilizam a nota do Enem para o ingresso de novos alunos, portanto, a única maneira de ingressar nestas universidades é fazendo o Enem.

Para quem quer ingressar no início do próximo ano em alguma universidade, é necessário se inscrever no Enem dentro do ano corrente, ou seja, se perder o prazo terá que esperar o próximo ano.

Quem não se inscreveu neste ano, por exemplo, terá que esperar o próximo ano para tentar uma vaga.

O Enem também pode ser utilizado para a certificação do ensino médio.

“A certificação é mais uma das possibilidades que o Exame oferece. Os participantes maiores de 18 anos que ainda não concluíram a escolarização básica podem participar do Enem e pleitear a certificação no ensino médio junto a uma das instituições que aderiram ao processo – secretarias estaduais e institutos federais de educação. A lista das instituições certificadoras consta no Anexo I do edital”.

Fonte: http://portal.inep.gov.br/web/enem/perguntas-frequentes

 

Para entender a derrota de Aécio

derrota de Aécio Neves

Eleições 2014

A menos que as pesquisas estivessem muito erradas, a derrota de Aécio Neves já era esperada. No entanto, como era previsto a diferença entre os dois candidatos foi bem pequena em numero de votos, considerando a grande quantidade de eleitores existentes no Brasil. Apenas 3.459.963 milhões de votos a mais para Dilma. Considerando votos válidos 51,64% para Dilma e 48,36% para Aécio, com 54.501.118 milhões de votos para Dilma e 51.041.155 milhões de votos para Aécio. Foi o pior desempenho do PT em percentual de votos desde a vitória de Lula em 2002 e o melhor desempenho do PSDB no mesmo período. Os números mostram que cada vez menos pessoas estão votando no PT, e cada vez mais pessoas estão votando no PSDB.

Alguns dizem que a culpa foi de Minas Gerais, Estado de Aécio onde Dilma venceu a eleição no Estado, mas venceu com pouco mais de 500 mil votos de diferença, no entanto, esquecem que Dilma também é mineira. Por outro lado Dilma perdeu a eleição no Rio Grande do Sul, Estado onde viveu e fez carreira política após a ditadura militar.

Comparando o resultado das eleições de 2010 e de 2014, vemos que o PT e o PSDB venceram nos mesmos Estados nas duas eleições, com exceção temos o Distrito Federal onde Dilma venceu em 2010 e agora em 2014 foi massacrada 61,90% para Aécio e 38,10% para Dilma.

Entre os Estados com maior número de eleitores Dilma venceu no Rio de Janeiro e Minas Gerais e Aécio venceu em São Paulo. Nestes três Estados Aécio fez mais de 24 milhões de votos e Dilma pouco mais de 19 milhões de votos. Se juntarmos os três Estados do Sul e o Estado de Goiás, Aécio fica com mais de 35 milhões de votos e Dilma com mais de 27 milhões. Portanto, vemos que a votação de Minas Gerais não influencia no resultado final. No entanto, se analisarmos os Estados do Nordeste vemos que estes sim influenciam muito no resultado, como a Bahia, onde Dilma fez quase 3 milhões de votos a mais do que Aécio. Pernambuco quase 2 milhões de votos a mais e Maranhão 1,8 milhão de votos a mais. Em alguns Estados Dilma ficou perto de 80% dos votos.

Na minha opinião o Nordeste não foi responsável pela vitória de Dilma, mas sim os eleitores que deixaram de votar em algum dos candidatos. Muitos eleitores estavam insatisfeitos e anularam seus votos ou simplesmente deixaram de votar. Estes eleitores não queriam nenhum dos dois candidatos, mas não existia uma terceira opção. Entre votos brancos e nulos foram mais de 7 milhões, enquanto mais de 30 milhões de eleitores se abstiveram.

A vitória do PT faz acreditar que no Brasil está tudo em ordem, não temos problemas na segurança pública, saúde, educação, economia, transporte, saneamento básico, corrupção não existe, etc.

Dizem que o PSDB foi um péssimo Governo, mas grande parte dos eleitores de hoje não lembra de como era o Brasil antes do Governo FHC, portanto, nem ao menos podem opinar sobre isso. Se o PT está perdendo espaço e o PSDB não é bom, então porque é que Marina Silva não foi para o segundo turno. Será que Eduardo Campos teria chances, infelizmente isto nunca saberemos.

Não temos tempo, ou falta atitude?

Não temos tempo, ou falta atitude

tempo

No mundo em que vivemos uma das frases que mais ouvimos é que não sobra tempo para nada, que a correria do dia a dia impede que façamos muitas coisas que gostaríamos. Mas será que isso realmente é verdade, ou é simplesmente desculpa para deixarmos de fazê-las.

Se você trabalha, estuda, têm filhos e ainda precisa organizar a casa, aí fica bem complicado mesmo. Porém se você tem algum tempo livre aí é falta de atitude mesmo. Vamos ver alguns exemplos:

Não tenho tempo para a família: porém tem tempo para ficar na sala assistindo jornais, jogos e filmes por horas.

Não sobra tempo para ouvir os filhos: mas tempo para assistir a novelas tem todos os dias, e ai de quem entrar na frente e atrapalhar.

Não tenho tempo de ler um livro: mas fica horas na frente da TV assistindo coisas inúteis.

Não tenho tempo para fazer faxina: mas nos fins de semana e feriados dorme até tarde para recuperar o sono perdido.

Não tenho tempo de sair com a família: mas para ficar horas no bar com os amigos sobra tempo.

Não tenho tempo para visitar os amigos: ficar em casa descansando é mais confortável.

Na maioria das vezes são simplesmente desculpas esfarrapadas mesmo. Eu mesmo já passei finais de semana inteiros estudando, ou seja quem faz o tempo é você.

Muitas vezes não sabemos administrar nosso tempo, ou preferimos dar desculpas mesmo. Afinal é mais fácil dizer que não temos tempo.

Administração e Sucesso