pagar mais caro com cartão

Cartão de Crédito

Isso mesmo, pagar mais caro simplesmente por pagar a conta no cartão de crédito. Atualmente é proibido usar preços diferenciados para diferentes formas de pagamento. Isso é o que diz a Resolução 34/1989 que ainda está em vigor. Porém o Senado Federal já aprovou uma alteração que permite aos comerciantes a cobrança de preços diferenciados. Agora a alteração também precisa passar pela Câmara dos Deputados.

Mas o que mudaria com isso?

Hoje quando fazemos uma compra e parcelamos no cartão de crédito o preço deve ser o mesmo que pagaríamos caso a compra fosse paga a vista. O projeto prevê que os pagamentos à vista tenham desconto em relação ao pagamento realizado com cartão de crédito. Se você compra a vista é um preço e se paga no cartão é outro. Teoricamente seria vantajoso para o consumidor que poderia pagar menos pelo produto ou serviço adquirido. No entanto, muitas pessoas utilizam o cartão de crédito para praticamente tudo. Desde um lanche na padaria até um compra pequena no supermercado. Se o preço no cartão for mais caro, obviamente que muitas pessoas deixarão de realizar estas pequenas compras no cartão. Nas compras maiores o consumidor será obrigado a utilizar o cartão de crédito e pagar mais caro.

Se a alteração for apenas para o cartão de crédito já trará transtornos para o consumidor, mas se incluir as compras no cartão de débito aí então os consumidores terão que reaprender a utilizar o cartão. Os comerciantes pagam taxas para manter as máquinas de cartão em suas lojas e querem repassar este valor ao consumidor. Na minha opinião isto não é correto, pois os comércios que possuem máquinas de cartão levam vantagem em relação aos que não possuem, hoje em dia é comum ter um cartão de crédito ou de débito na carteira, o fato de não aceitar cartões pode ocasionar a não concretização da venda.

Outro fato que pode ser ocasionado se a alteração incluir os cartões de débito é o fato do consumidor se ver obrigado a andar com a carteira cheia de dinheiro como era antigamente. Obviamente que seria um retrocesso, hoje em dia praticamente tudo pode ser pago com a utilização de cartões. Eu mesmo sou um consumidor que raramente vou ao banco retirar dinheiro vivo, simplesmente porque não preciso.

Mesmo utilizando apenas cartões a violência já é grande, vemos frequentemente as famosas saidinhas de banco, neste caso são poucas pessoas que saem com dinheiro, mas se a alteração for aprovada isso poderá mudar e facilitar ainda mais a vida dos criminosos.

Torço para que isso não seja aprovado, como disse anteriormente seria um retrocesso.