Administração e Sucesso

Assuntos sobre administração, economia, política, atualidades, educação, dicas para Word, Excel e muito mais

Mês: junho 2014

Como fazer um gráfico no Excel 2010?

Como fazer gráfico no excel 2010

Gráfico no Excel 2010

Vamos ver como fazer um gráfico com o Excel 2010. Primeiramente você precisa ter uma tabela com os dados que pretende mostrar no gráfico. Por exemplo, os países mais populosos do mundo em 2010.

Países mais populosos do mundo
China 1.345.750.973
Índia 1.198.003.272
Estados Unidos 314.658.780
Indonésia 229.964.723
Brasil 190.755.799

Selecione os dados que devem aparecer no gráfico, no menu inserir escolha o tipo de gráfico que pode ser qualquer um dos existentes, apenas a maneira de configurá-los será diferente. Neste exemplo escolhemos o primeiro que aparece no gráfico de colunas.

Excel 2010

Gráfico Excel 2010

Gráfico no Excel

Gráfico

A série se não for necessária pode ser selecionada com o mouse e excluída com o delete. Para mudar as cores das colunas basta clicar com o botão direito do mouse sobre uma das colunas de maneira que selecione uma de cada vez, e depois clique em formatar ponto de dados, na janela que se abre clique em preenchimento, preenchimento sólido e escolha a cor de cada coluna, conforme figura abaixo:

graf3 Para inserir um título no gráfico clique no menu Layout em Título de gráfico conforme a figura abaixo:

graf4 Em seguida na janela de texto digite o título desejado:

graf5 No menu Design, Layout e Formatar existem vários outros recursos que podem ser utilizados para deixar o gráfico do seu gosto, mas não esqueça de clicar no gráfico, pois as ferramentas de gráfico só aparecem com o gráfico selecionado.

Mesmo depois do gráfico pronto é possível mudar o formato do gráfico, basta clicar no gráfico e no menu inserir clicar sobre o outro modelo de gráfico que as alterações serão aplicadas, no entanto, alguns gráficos precisam de tabelas diferentes e outros precisam ser novamente formatados para ficarem com uma aparência legal. Existem várias opções e explicar uma a uma levaria muito tempo, mas com esta explicação básica é possível saber o caminho para todas as outras opções que os gráficos do Excel 2010 oferece. Curta nossa página no Facebook aqui

Como inserir uma figura no Word 2010?

Inserir uma figura no word

Figura

Existem algumas ocasiões em que é preciso inserir uma imagem em um texto, seja um texto informativo, trabalho escolar ou outra coisa do tipo. Isto é muito simples e a figura pode ser posicionada de várias maneiras no texto como veremos a seguir.

Esta explicação é baseada no Word 2010, porém versões anteriores não diferem muito na maneira de inserir figuras.

Posicione o cursor do mouse no local do texto onde você deseja inserir a figura. No menu inserir clique em imagem, uma caixa se abrirá para que você procure uma imagem em seu computador. Basta procurá-la e depois de escolher clique em inserir, caso não tenha a imagem desejada encontre-a na internet e salve no computador para depois inseri-la.

figura 1

No próprio Word já existem imagens prontas no Clip-Art. Para inseri-las é o mesmo procedimento, no menu inserir clique em Clip-Art, uma janela se abrirá a direita do documento. Na opção procurar por digite o nome da figura desejada ou simplesmente clique em ir que todas as figuras existentes irão aparecer. Basta clicar sobre a figura para inseri-la no texto.

figura 2

figura 4

A figura irá ficar posicionada no local onde estava o mouse, para posicioná-la ao lado do texto ou no centro do texto, clique sobre a imagem e depois no menu formatar clique em posição de acordo com o seu desejo, ao lado direito, no centro, no lado esquerdo, etc.

figura 5

Ainda é possível posicionar o texto mais próximo da imagem, deixar a imagem sobre o texto ou atrás do texto. Clique sobre a imagem e em formatar clique em quebra automática de texto, deslize o mouse sobre as opções que a alteração aparecerá no texto e depois de escolher é só clicar na opção desejada.

figura 6

Não esqueça de curtir nossa página no Facebook aqui

Como sobreviver com um salário mínimo?

Como sobreviver com um salário mínimo

Cesta básica

Já escrevi aqui um post com o seguinte título, é possível viver com um salário mínimo?

Na minha opinião não é possível viver, mas apenas sobreviver com apenas um salário mínimo. Vamos ver como passar um mês com apenas um salário mínimo, considerando uma família pequena, o casal e mais dois filhos.

Segundo o Procon SP a cesta básica no Estado teve um custo médio em torno de R$ 400,00 no mês de abril deste ano de 2014. Como já disse outras vezes não acredito que a cesta básica seja suficiente para passar um mês tranquilo.

Comer carne é uma tarefa difícil quando se recebe apenas um salário mínimo, um quilo de carne dá para no máximo duas refeições, carne de primeira nem pensar. Tem que comprar carne de segunda e de preferência com osso que é mais em conta, não pode abusar, comer carne duas vezes por semana no máximo. Para complementar ainda tem coisa mais barata, fígado, coração, mortadela, salsicha, etc. Só assim para comer carne todos os dias. Muitos dizem que comer muita carne faz mal a saúde, então a carne pode ser substituída pelo ovo cozido ou frito, pela batata cozida ou frita, mandioca cozida ou frita, etc.

Comprar pão pronto nem pensar, com o pão francês custando quase dez reais o quilo é impossível comer pão todos os dias. O negócio é fazer em casa mesmo, pão caseiro, bolo e bolacha, fica muito mais barato do que comprar pronto, assim dá para comer todos os dias.

O ideal é manter um dieta variada, incluindo salada no cardápio, mas com o preço atual do tomate é melhor substituí-lo pela alface, cenoura, e outros que custam bem menos do que tomate.

Mesmo considerando que a cesta básica fosse suficiente sobrariam R$ 324,00, vejamos quais são os outros gastos de uma família.

Energia elétrica R$ 60,00

Gás de cozinha R$ 55,00

Água e esgoto R$ 34,00

Transporte coletivo R$ 120,00

Somando apenas os itens acima já temos R$ 269,00, mais a cesta básica total de gastos de R$ 669,00, assim o salário mínimo de R$ 724,00 já acabou, pois sobre o salário mínimo incide o desconto de 8% do INSS.

Agora me digam onde entra o vestuário, (roupas e calçados) crianças perdem roupas e calçados rapidamente, até as havaianas (as legítimas) viraram coisa de rico. Remédios, pois nem tudo é distribuído em postos de saúde. Móveis e eletrodomésticos que se deterioram com o tempo, como comprá-los novamente? Material escolar para os filhos, uniforme escolar. E o lazer, onde entra? É um direito garantido pela nossa Constituição Federal.

Se em uma família duas pessoas recebem cada uma um salário mínimo, aí a conversa é um pouco diferente, do contrário até mesmo sobreviver com um salário mínimo é difícil, quem dera viver.

E se o Brasil não ganhar a Copa?

Copa do Brasil

Copa do Mundo Brasil

Muitos acreditam que o Brasil ganha e dizem isso com certeza. Outros dizem que o Brasil tem obrigação de ganhar por sediar a Copa do Mundo. Mas o que pode acontecer se o Brasil não for o campeão nesta Copa do Mundo?

Sempre dizem que o Brasil tem o melhor futebol do mundo, mas isto não é certeza alguma de título, caso contrário a seleção brasileira ganharia todas as Copas do Mundo, coisa que não aconteceu. Favoritismo não ganha Copa, é preciso jogar e ganhar em campo, olhem o exemplo de Espanha e Inglaterra, muito provável que não passam da primeira fase após duas derrotas em dois jogos, por outro lado seleções que ninguém dava a mínima já estão classificadas para a próxima fase, caso de Colômbia e Costa Rica. A seleção brasileira apesar de ser considerada favorita ainda não mostrou futebol convincente nesta Copa, já a Holanda atual vice campeã mostra que tem forças para brigar pelo título.

Caso o Brasil não ganhe esta Copa, a seleção brasileira seria a única campeã mundial a nunca ter ganho a Copa do Mundo jogando em casa. Uruguai ganhou a Copa de 1930 em casa, Itália ganhou a Copa de 1934 jogando em casa, Inglaterra ganhou a Copa de 1966 jogando em casa, Alemanha ganhou a Copa de 1974 jogando em casa, Argentina ganhou a Copa de 1978 jogando em casa e a França ganhou a Copa de 1998 jogando em casa. O Brasil seria o único a não ganhar em casa mesmo tendo duas chances para conquistar a Copa em casa, a Espanha também não ganhou em casa, porém quando foi realizada a Copa da Espanha em 1982 o país ainda não era campeão mundial de futebol, por isso fica fora desta lista. Uma nova chance poderá ocorrer daqui a 50 ou 60 anos, ou mais, realmente seria lastimável para o qual dizem ser o país do futebol.

Desde o primeiro título da seleção em 1958 o maior período sem ganhar a Copa foi de 24 anos entre 1970 e 1994, caso o Brasil não ganhe em 2014, em 2018 já serão 16 anos sem ganhar a Copa do Mundo.

Economicamente falando seria ruim para o país, certamente uma eliminação do Brasil antes da final traria prejuízos para o comércio brasileiro, a derrota na final já não seria tão terrível, pois tudo o que seria comercializado com a expectativa do Brasil ser campeão já teria fim.

Politicamente falando seria terrível, o Governo foi muito criticado pelos gastos e pelos atrasos nas obras da Copa do Mundo, a vitória seria uma forma de compensar a população por tudo isso. A derrota pode ter reflexos negativos para o Governo.

Como brasileiro torço pelo meu país, mas pelo menos na minha vida nada irá mudar se o Brasil ganhar ou perder. Acredito que tem que melhorar muito para ser campeão, vamos esperar os próximos jogos para ver o resultado.

Quanto você economiza por mês?

Quanto você economiza por mês

Economia mensal

Qual é a sua economia mensal? Quanto você guarda por mês pensando em uma aposentadoria tranquila, ou simplesmente para comprar algo que custa caro, como a casa própria ou um veículo, ou até mesmo para bancar uma faculdade?

Para quem recebe um salário mínimo mensal esta tarefa é um pouco complicada, haja visto que conseguir passar um mês com o valor de um salário mínimo já é um ato heroico. Dizem que tem gente que consegue tal proeza e segundo nosso Governo o salário mínimo está de bom tamanho. Porém, acho pouco provável que isso aconteça de fato.

Mas vamos supor que você tem uma renda razoável, existem pessoas que mesmo ganhando muito dinheiro nunca se preocupam com o futuro e em determinado momento da vida a fonte seca e a pessoa fica na pior, sem dinheiro e sem renda. Como nunca se preocupou em guardar dinheiro ou investir em alguma coisa.

Mas vamos falar de pessoas inteligentes, que pensam no futuro, planejam suas vidas. O começo é bem difícil, muitas vezes acreditamos que ganhamos pouco e fazer economia não resolve nada. O correto é primeiramente colocar no papel tudo aquilo que temos de despesa durante o mês, assim vamos ver o que realmente temos que pagar mensalmente e o que são gastos que podem ser eliminados. Isso mesmo, eliminados. Não acredite que você irá fazer economia sem abrir mão de alguma coisa. Diminuir o número de vezes que vai a lanchonete, a pizzaria, a festas de fim de semana, etc.

Pode ser que seu salário lhe permita economizar apenas 10% do que você ganha mensalmente, esta quantia é pequena e não irá lhe garantir uma aposentadoria e se a ideia for comprar algo pode ser que demore muito tempo. Mas se você ganha razoavelmente bem o ideal é guardar 20%, 30% mensalmente. Isso se você quer garantir um aposentadoria gorda, ou até mesmo investir em algum negócio após se aposentar. Se a intenção é apenas economizar pode ser que o tempo necessário para atingir o objetivo seja pequeno, 5 ou 10 anos pode ser suficiente. Mas como ficar com o dinheiro e resistir a tentação de não gastá-lo? A resposta é simples, você deve deixá-lo em uma conta separada, em uma poupança ou investimento e simplesmente esquecer que ele existe. É claro que em uma emergência você não vai correr riscos tendo dinheiro guardado, mas este deve ser o último recurso mesmo.

E quanto eu posso economizar durante o período? Isso vai depender da renda que você possui. Vamos a um exemplo:

Uma pessoa recebe mensalmente R$ 4.000,00 líquidos, em seus cálculos é possível economizar por mês 20%, ou seja R$ 800,00, em um ano serão R$ 9.600,00, isso contando apenas os salários normais, excluindo 13º salário e férias e possíveis restituições de imposto de renda. Em cinco anos serão economizados R$ 48.000,00 e em dez anos serão R$ 96.000,00 de economia sem contar o rendimento da poupança ou outro investimento onde o dinheiro foi aplicado.

Fiz uma planilha no Excel e cheguei ao valor de aproximadamente R$ 140.000,00 economizados em dez anos. É claro que o rendimento pode ser maior se o local onde o dinheiro foi investido tiver rendimento maior que o da poupança, além disso, o cálculo segue um padrão de depósitos mensais de R$ 800,00 durante todo o período, isso pode cair em consequência de depósitos menores e pode subir caso a renda da pessoa aumente no período.

Como não sou matemático, pode ter algum erro na fórmula, mas acredito que está correto. Como exemplo, uma pessoa tinha R$ 50,00 na poupança, passaram nove anos ela foi verificar o saldo e tinha na conta R$ 95,00, o valor quase dobrou sem ela fazer nenhum depósito.

Clique no link a seguir: Cálculo de rendimento

Cálculo de rendimento

Antecipe o pagamento do financiamento e economize dinheiro

Quer antecipar o pagamento do financiamento e economizar dinheiro, isso é possível.

Antecipe o pagamento - ganhe dinheiro

Juros descontos

Antecipe o pagamento do financiamento e ganhe dinheiro. Hoje em dia é comum encontrar uma pessoa com algum empréstimo vigente, seja em dinheiro vivo pego no banco, financiamento de veículo ou casa própria. Muita gente não vê a hora de terminar de pagar logo para se livrar da dívida e principalmente da parcela que pesa no orçamento mensal. Geralmente empréstimos e financiamentos são realizados justamente porque a pessoa quer comprar algo e não dispõem do dinheiro suficiente no momento, mas com o passar do tempo pode começar a sobrar dinheiro e uma excelente opção é começar a pagar mais de uma parcela de cada vez para diminuir o prazo do empréstimo.




Esta é uma boa saída para aqueles que pretendem quitar a dívida o mais rápido possível, para aqueles que não têm pressa o dinheiro pode ser utilizado em outra coisa.

Se você pretende pagar a dívida o mais rápido possível, além da redução do tempo ainda existe a possibilidade de reduzir a quantia de juros pagos ao banco no período. Isto porque quanto maior o prazo, maiores serão os juros. Se você paga hoje uma parcela que só venceria daqui a alguns anos, consequentemente os juros serão menores. Mas como fazer isso? Primeiramente você precisa estar com as prestações em dia e ter uma quantia razoável em mãos para negociar a antecipação com o banco. Se você tiver pouco dinheiro pode optar por pagar uma parcela a mais por mês, neste caso paga a parcela normal e a última de trás para frente. Detalhe, é preciso ir ao banco para obter o desconto pela quitação antecipada. Se você tem uma quantia maior pode quitar várias parcelas de uma única vez, neste caso segue o conselho anterior, pague as parcelas de trás para frente, vá ao banco e negocie a antecipação do pagamento.

Exemplo: um empréstimo de 72 prestações no valor de R$ 717,38, após quitar 20 prestações o indivíduo conseguiu economizar uma quantia considerável, foi ao banco e negociou a antecipação de algumas parcelas. No momento da antecipação o indivíduo tinha em mãos R$ 6.600,00, com este valor conseguiu pagar 23 parcelas de trás para frente. Além de reduzir o tempo do empréstimo de 72 para 49 meses ainda conseguiu uma economia de R$ 9.899,00, pois se as parcelas fossem pagas nas datas normais o custo seria de R$ 16.499.74.

Este é um caso de empréstimo pelo Sistema Price ou Sistema de Amortização Francês onde as prestações são sempre iguais, porém a amortização e os juros são diferentes em cada mês. No caso acima o desconto obtido foi relativamente alto devido as prestações pagas estarem com data de vencimento bem distantes. Em uma nova antecipação o desconto será bem menor, mesmo assim ainda é vantajoso antecipar o pagamento de prestações se houver disponibilidade de dinheiro.




O banco leva em consideração vários itens na hora do pagamento da antecipação, entre eles a taxa de juros atual, a taxa Selic. Existe um cálculo onde é possível ter uma ideia de quanto você conseguirá de desconto em uma provável antecipação. Veja abaixo neste link um exemplo de cálculo de desconto.

https://educandoseubolso.blog.br/2015/05/27/amortizar-o-financiamento-imobiliario/

Gostou do Blog? Então curta nossa página do Facebook

 







 

Comprar TV Agora, ou Após a Copa?

Comprar TV

TVs

A venda de TVs têm batido recordes no Brasil, principalmente em função da proximidade da Copa do Mundo que será realizada no país. Nos comerciais de Televisão o principal item anunciado pelas grandes varejistas são as TVs, e o apelo é para que as pessoas comprem uma TV nova para assistir aos jogos em alta definição.

Além da proximidade da Copa do Mundo os preços são outro fator que tem ajudado no aumento das vendas, as TVs estão com preços relativamente acessíveis mesmo as que possuem telas maiores.

Mas será que é a hora certa de comprar uma TV nova?

Se você tem uma TV antiga e quer assistir a Copa em alta definição esta é a hora de comprar, quanto mais próxima da Copa, mais as empresas estão realizando ofertas.

Porém, após a Copa do Mundo podemos ter um cenário diferente. Independente do Brasil ser campeão ou não as vendas de TVs devem cair drasticamente após o mundial. Novo recorde de vendas deve ocorrer na proximidade das olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016.

Podem ocorrer dois cenários diferentes:

Primeiro: com a queda nas vendas os preços podem cair ainda mais, então pode ser mais vantajoso esperar passar a Copa para comprar um TV nova.

Segundo: as TVs de LED já viraram comuns, novos lançamentos estão surgindo e os preços das TVs de LED devem cair ainda mais. Como já ocorre com as TVs de plasma.

Portanto, se você não está com pressa, é interessante esperar um pouco mais para comprar um TV nova. Mas se o objetivo é ter uma TV recém lançada no mercado, então você não deve ficar com dó de seu dinheiro. Tudo o que é novidade custa mais caro, você vai pagar por isso e não tem jeito.

Que Tipo de Consumidor é Você?

Que tipo de consumidor

Tipo de consumidor

Independentemente de classe social, sexo, localização geográfica e idade, o consumidor é disputado por empresas cada vez mais segmentadas. Além disso, a tecnologia mudou a relação do cliente com a marca e sua forma de comprar. Atualmente, o cliente tem o poder da palavra e de elevar ou destruir o nome de uma empresa.

Mas quais são os consumidores que mais dão lucro? Quais sabem gastar o dinheiro corretamente? Você sabia que existem consumidores emocionais? Sim, há diversos tipos de consumidores. Conheça alguns:

CONSUMISTA

Este é o perfil do que consome sem pensar e geralmente age compulsivamente. O prazer que sente ao comprar logo é substituído por um tipo de vazio e insatisfação. Aqui no Administração e Sucesso já falamos sobre a dúvida entre comprar no cartão de crédito ou à vista. O consumista costuma escolher usar o cartão de crédito para suprir as necessidades. Segundo o BankFácil, as empresas que trabalham com este tipo de consumidor costumam ter programas de pontos que serão trocados por mercadorias.

PESQUISADOR

Acessa diversos canais de informação, pesquisa os valores, marcas, lojas e as formas de pagamento. No geral, acaba se arrependendo da compra, pois acha que poderia ter pesquisado mais. A dica para quem se encaixa neste tipo de consumidor é diminuir a indecisão e visualizar o produto de forma real: onde irá usar, quando, como e o motivo da compra.

CONSCIENTE

Este é o perfil ideal de consumidor, o que exercita o autocontrole, determina o tempo certo de comprar, escolhe melhor a forma de pagamento e tem noção real da necessidade daquele investimento. Nunca gasta mais do que suas possibilidades ou compra produtos sem motivo.

EMOCIONAL

Este perfil é guiado por impulsividade e costuma adquirir produtos por intuição, romantismo ou superstição e não entende a necessidade de racionalizar na hora de comprar algo. É recomendável que pessoas com este perfil façam listas de compras do que realmente necessitam no dia-a-dia.

Este Post foi escrito por: Patrícia B. S. que colaborou com o Blog Administração e Sucesso.

Administração e Sucesso