Asfalto MT 320 e MT 208

MT 320 e MT 208

Em maio de 2013, mais precisamente no dia 23 de maio o Governo de Mato Grosso lançou a obra de recuperação da MT 320 e MT 208 do entroncamento com a BR 163 até Alta Floresta, num total de 190 quilometros de rodovia. As empresas que ganharam a licitação devem refazer totalmente o asfalto, sendo que a empresa JM Terraplanagem ficou responsável por aproximadamente 78 quilômetros de Santa Helena a Nova Canaã do Norte e a empresa Equipav ficou responsável por aproximadamente 111 quilometros de Nova Canaã do Norte a Alta Floresta.

Conforme as placas que podem ser vistas ao lado da rodovia o prazo de execução das obras é de 360 dias, no entanto, as obras que deveriam começar imediatamente após o lançamento começaram apenas no mês de julho, no mês de junho ainda não tinha nenhuma máquina na rodovia. Portanto, foram quase dois meses de clima favorável desperdiçado.

Alguns disseram por aí que a recuperação total da rodovia seria realizada ainda em 2013, porém a obra andou no máximo 4 meses e entre Colíder e Nova Canaã do Norte foram refeitos aproximadamente 40 quilometros de asfalto apenas, um trecho que estava em obras no mês de outubro ainda não tinha sido liberado no início de dezembro, mas o que tudo indica é que a empresa vai apenas concluir este pedaço para paralisar a obra totalmente, pois restam poucas máquinas na rodovia. No trecho entre Nova Canaã do Norte e Alta Floresta não é diferente, foram refeitos aproximadamente 40 quilometros de asfalto, entre Nova Canaã e o Rio Teles Pires está praticamente pronto, mas após o Rio Teles Pires existem vários trechos onde o asfalto foi arrancado e alguns trechos que estão prontos. Entre Carlinda e Alta Floresta está o pior trecho da rodovia, os buracos tomam conta da pista.

Neste início do mês de dezembro choveu pouco na região, porém como a empresa retirou o maquinário a rodovia continua do mesmo jeito, aliás, está cada vez pior, a cada chuva aumentam o número de buracos. Ao que tudo indica as empresas devem recomeçar a obra apenas após o período das chuvas, ou seja no mês de maio de 2014. Portanto, não existe a menor possibilidade da obra ficar pronta dentro do prazo que seria no mês de maio de 2014.

Aos motoristas que precisam utilizar a rodovia com frequência resta esperar que a obra fique pronta ano que vem, mas se for no mesmo ritmo deste ano é provável que não seja concluída, pois menos de 50% da obra foi concluída até agora.

Relatos de um cidadão que passou 7 vezes por estas rodovias no período de junho a dezembro de 2013.

Sharing is caring!

(Visited 71 times, 1 visits today)