Privatização de rodovias

     Muitos são contra a privatização de rodovias e a cobrança de pedágio. Realmente pode-se dizer que é pagar impostos duas vezes, no entanto, no Brasil grande parte das rodovias que não é privatizada não possui boas condições de tráfego. Ou seja, pagamos apenas uma vez mas não temos rodovias de qualidade. O Governo Federal e os Governos Estaduais nem sempre têm condições de manter as rodovias em perfeita qualidade.

      A privatização surge como alternativa para resolver este problema. Com o auxílio da iniciativa privada o Governo consegue fazer muito mais em pouco tempo.

    O Governo não tem capacidade para manter as rodovias em perfeitas condições, com a privatização a iniciativa privada assume compromissos de conservação da rodovia, segurança e em muitos casos a duplicação total do trecho. É certo que existe um custo para que utiliza frequentemente estas rodovias, mas acredito que seja melhor pagar duas vezes do que andar por rodovias asfaltadas que mais parecem estradas de terra.

      O Governo Dilma pretende privatizar outros 7.500 kilômetros de rodovias. O Governo promete cobrar duramente o cumprimento dos prazos das obras que devem ser realizadas, isso já está acontecendo com algumas empresas que foram multadas por não cumprirem o que foi acordado na hora da concesão das rodovias.

      O pedágio pode representar aumento no custo do transporte, mas por outro lado se a rodovia for de boa qualidade esse aumento é compensado pela rapidez no transporte reduzindo os custos da logística e redução do número de acidentes nas rodovias.

Sharing is caring!

(Visited 604 times, 1 visits today)