O mundo em nossas mãos

A sustentabilidade está na moda, é um assunto que ouvimos falar todos os dias, mas pouco está realmente sendo feito para sua verdadeira implantação. Desde o século passado este assunto é pauta de reuniões como a Eco 92 e agora novamente foi o assunto da Rio + 20. Duas décadas se passaram e muita coisa discutida a vinte anos atrás ainda não foi implantada. Os países ponham o crescimento em primeiro lugar, as empresas ponham o lucro em primeiro lugar e assim vão empurrando a situação até o dia que der.

Os poderosos realmente podem mais e dificilmente irão realizar ações que reflitam negativamente no resulta de seus negócios. Mas então o que podemos fazer? A questão mais difícil é mudar a cultura das pessoas, não é de uma hora para a outra que alguém vai mudar suas atitudes. É preciso que cada um entenda que todos somos responsáveis pela sustentabilidade de nosso planeta. Com atitudes simples podemos mudar muita coisa. O principal problema do mundo atual é que consumimos muito mais do que precisamos para sobreviver.

Podemos auxiliar a implantar a sustentabilidade comprando apenas os alimentos que vamos consumir, não jogando comida no lixo, não tomando banhos de hora com o chuveiro aberto, não escovando os dentes com a torneira aberta, não lavando louças com a torneira aberta o tempo todo, trocando torneiras com defeito, não jogando lixo nas ruas e calçadas, comprando apenas roupas que vamos utilizar e quando não forem mais úteis doá-las para os necessitados, trocando aparelhos elétricos por outros que consomem menos energia, dando destino adequado para o lixo eletrônico, não ponhando fogo nas folhas do fundo do quintal, etc.

Eu poderia prolongar esta lista ainda muito mais, como podemos perceber estas ações dependem apenas de nós mesmos, não precisa de intervenção do Governo e muito menos de campanhas de concientização.

Se cada um fizer a sua parte teremos um mundo sustentável.

Sugestão de leitura: http://www.ideiasustentavel.com.br/ – Ricardo Voltolini

Leia Também: Você contribui para a sustentabilidade do planeta?