Líderes de mercado

Cada dia que passa surgem novas empresas, outras passam a produzir outros produtos e aumentam a partcipação no mercado, ou seja, cada vez é mais difícil ser líder de vendas em algum segmento.

Antigamente as mudanças no mercado ocorriam de forma lenta, existiam poucos produtos e isso colocava estas empresas como líderes de mercado.

No entanto, as mudanças começaram a ocorrer de forma acelerada e produtos que eram essenciais deixaram de ser adquiridos e praticamente fizeram desaparecer algumas empresas do mercado. Exemplo claro disso é a Olivetti, todo escritório dependia da máquina de escrever, de repente surgiram os computadores e os editores de texto. A máquina de escrever se tornou um item obsoleto, e toda a estrutura de produção da Olivetti foi sucateada.

Outro exemplo é a Kodak, será que alguém ainda utiliza filmes fotográficos? Após a popularização das câmeras digitais o mercado de filmes fotográficos praticamente foi extinto.

Acompanhar a evolução do mercado, as necessidades dos clientes, as novas tecnologias e a inovação são fatores determinantes para manter as empresas vivas.

Em 1977 a Fiat se instalou no Brasil, lançou o primeiro carro movido a álcool no país, hoje é lider de vendas de automóveis por 10 anos consecutivos e ao completar 35 anos de Brasil conseguiu superar sua maior concorrente que por 25 anos teve o carro mais vendido do Brasil.

Investimento em estrutura física, tecnologia, recursos humanos, inovação e principalmente saber ouvir o cliente fizeram a Fiat se tornar líder de mercado.

Existem alguns produtos como a Coca Cola por exemplo, que não precisa melhorar o seu produto, modificar o sabor para agradar o consumidor, mas precisa investir em marketing para conquistar novos clientes. Apesar de ser líder de mercado, os clientes estão optando por produtos mais saudáveis. Pensando nisto a Coca Cola investiu na produção de sucos.

Acreditar que a liderança de mercado será mantida sem esforço e sem necessidade de inovação foi o erro de muitas empresas no passado.