O Complexo Hidrelétrico Teles Pires será formado pela construção de várias usinas, sendo que as duas maiores serão construídas no extremo norte de Mato Grosso, a Usina Teles Pires terá capacidade de geração de 1.820 MW e a Usina São Manoel com capacidade de 700 MW.

As duas usinas serão construídas no município de Paranaita – MT, porém parte da área do município de Jacareacanga – PA também será inundada. O município de Alta Floresta – MT está fora da área de influência das usinas, pois não terá território alagado. No entanto, Alta Floresta é o maior município da região e possui obviamente a maior infra-estrutura de educação, saúde, serviços, hotelaria, aeroporto e acesso asfaltado.

O impacto causado pela construção das usinas será enorme, as cidades locais não possuem o volume de mão-de-obra necessário para os empreendimentos, a Usina Teles Pires prevê a utilização de até 10.000 trabalhadores e a Usina São Manoel estima que serão necessários 4.000 trabalhadores, os quais serão de diversos níveis de escolaridade.

Quadro de empregos, Usina Teles Pires

Analisando estes números, percebe-se que o volume de pessoas que virá para as duas cidades será enorme, a população dos municípios irá aumentar consideravelmente. Portanto, os municípios devem estar atentos a isso e exigir medidas de compensação para os impactos causados pelas usinas.

A construção da Usina Teles Pires já começou, o IBAMA já marcou audiência pública para discutir sobre a Usina São Manoel. As oportunidades estão abertas, os municípios estão se preparando para os impactos. As usinas devem investir em todas as áreas sociais dos municípios, pois os hospitais, escolas e a infra-estrutura existente não é capaz de atender a demanda que as usinas vão gerar.

Essas usinas serão responsáveis por grandes investimentos na região, só a Usina Teles Pires está orçada em R$ 4 bilhões de reais.

http://uhetelespires.com.br/site/

Tudo que será realizado precisa ser cuidadosamente analisado para que ao término das construções os municípios colham frutos dos investimentos e para que o impacto social seja o menor possível. Milhares de pessoas serão atraídas para a região, porém ao fim das construções apenas uma quantia mínima de pessoas continuará trabalhando nas usinas. Se não houver planejamento, os municípios enfrentarão problemas de desemprego, violência e saúde pública.

A construção de usinas é uma mal necessário, apesar dos impactos ambientais, a demanda por energia é grande e se não forem construídas o Brasil pode sofrer um novo apagão, melhor usinas hidrelétricas do que usinas nucleares.

Qual a sua opinião?