O complexo de hidrelétricas a serem construídas no Rio Teles Pires em Mato Grosso irá gerar milhares de empregos diretos e indiretos nos próximos anos, no entanto uma das usinas se destaca nesse quesito, a Usina Teles Pires que será implantada no município de Paranaíta, MT, é a maior de todas entre as que serão instaladas na região, apenas essa usina terá potência instalada de 1.820 Megawatts. Sendo a maior usina, também será a usina que terá maior investimento, irá custar aproximadamente R$ 4 bilhões de reais. Além disso também será a usina que necessitará de um maior número de mão de obra. A expectativa é de que no pico da obra, entre os meses 16 e 33 da construção, sejam utilizados até 10.000 trabalhadores. Segundo o Relatório de impacto ambiental realizado pela Empresa de Pesquisa Energética, a obra irá utilizar ao longo da construção: 3.000 trabalhadores não-qualificados (ajudantes, serventes e faxineiros), 4.800 trabalhadores qualificados (carpinteiros, pedreiros, mecânicos, operadores de máquinas, etc.), 1.100 (administrativo e pessoal administrativo auxiliar), 800 (técnicos de nível médio), 200 (Técnicos de nível superior) e 100 (supervisores e chefes).

A região não dispõe dessa mão de obra, portanto são esperadas milhares de pessoas migrando para a região durante a construção da usina, é uma oportunidade excelente para trabalho, as cidades de Alta Floresta e Paranaíta estão na expectativa de que a construção da usina traga o desenvolvimento para a região. A expectativa é de que a construção da usina comece ainda este ano, sendo que sua construção irá demorar aproximadamente 4 anos.