Administração e Sucesso

Assuntos sobre administração, economia, política, atualidades, educação, dicas para Word, Excel e muito mais

Mês: junho 2011

Falta de Planejamento

Greves e insatisfação com as condições de trabalho, isso é reflexo da expansão desenfreada das instituições federais de ensino, o Governo expandiu o número de instituições federais de ensino para levar o ensino superior gratuito para um maior número de pessoas. A idéia é boa, mas o custo de manutenção dessas instituições é muito alto, o correto é que os professores sejam mestres e doutores, e os salários destes são muito elevados, muitas vezes por falta de orçamento as universidades são obrigadas a contratar professores sem essa titulação, nesse caso os salários são bem inferiores, mas a qualidade do ensino também diminui. Além das questões salariais existe também a questão infra-estrutura, o valor para abrir um novo Campus e para manter a infra-estrutura necessária é muito alto, principalmente quando essas instituições oferecem cursos nas áreas de ciências e medicina. Congelamento de salários e redução de investimentos na manutenção dessas instituições podem colocar em risco a qualidade da educação oferecida. Para se chegar a universidade primeiro é preciso passar pela educação básica, ensino fundamental e ensino médio, porém grande parte dos alunos não conclui o ensino médio, a sucateação das escolas públicas e a desvalorização dos professores da educação básica deveria ser resolvida antes da expansão do ensino superior. No entanto cada vez mais inventam artimanhas para que alunos sem a mínima condição, sem saber ler corretamente, sem saber interpretar um texto, passam de ano tranquilamente. Para o Governo o que importa é a quantidade de alunos concluíntes, quanto mais melhor, a qualidade é deixada de lado e o Brasil continua péssimo no ranking mundial de educação.

O Administrador

Administração

Com frequência vemos as pessoas chamando qualquer um de administrador, mas administrador mesmo é aquele profissional formado bacharel em administração e com registro no Conselho Regional de Administração. Muitas empresas fecham suas portas poucos anos após serem abertas, isso acontece porque seus proprietários não tem a mínima noção do que é administrar uma empresa, ou seja, não conhecem o PODC, Planejar, Organizar, Dirigir e Controlar, a empresa tem que ser planejada e a sua viabilidade deve ser verificada antes de abrir as portas, para isso é preciso fazer pesquisas, segmentação de mercado, estimativa de gastos, analisar o tempo de retorno do investimento, verificar o ponto de equilíbrio, etc.

Muitas empresas fecham porque seu donos acreditam que aquele dinheiro que sobra todos os meses é lucro, quando na verdade a empresa só terá lucro real a partir do momento que todo o investimento tiver retornado, outra erro é usar o lucro para comprar coisas desnecessárias, quando esse dinheiro poderia ser investido para melhorar o potencial da empresa.

Para levar uma empresa para o sucesso é preciso ter conhecimentos administrativos, mas para ser presidente do Brasil não é preciso nem ao menos ter um curso superior, acredito que para ser presidente, governador e prefeito, deveria ser exigido um diploma de administrador. A cada ano que passa vemos a arrecadação de impostos bater recordes, mas não vemos o reflexo disso em nossas vidas, aumenta a arrecadação, mas o Governo não consegue usar esse dinheiro com eficiência, o Brasil é um país rico, pena que não temos pessoas que sabem utilizar nossos recursos para benefício da população, a saúde continua um caos, a educação básica que é a principal também está horrível, nossas estradas matam mais que muitas guerras, falta infra-estrutura. Agora vão gastar horrres com a Copa, será que isso vai beneficiar a maioria da população do país?

Respeitando as Leis

Lombada

Leis foram feitas para serem cumpridas, muitos dos problemas de nosso país seriam resolvidos apenas se as leis fossem respeitas, não me refiro apenas aos governantes, mas a população em geral. Esta semana a Rede Globo levou ao ar no programa a Grande Família um episódio que mostrou o que acontece quando um quebra-molas (lombada) é instalado irregularmente em algum local, pena que se esqueceram de mostrar por que motivo ele estava irregular. Em primeiro lugar um quebra-molas só deve ser instalado onde existe grande fluxo de pedestres, em segundo lugar não deve ser instalado em subidas ou descidas, em terceiro lugar deve ficar em local que seja visível para o motorista e deve ser bem sinalizado através de placas, portanto não deve ficar logo após uma curva, em quarto lugar os quebra-molas devem ter no máximo 0,8 cm de altura e 1,50 metros de comprimento e largura da pista, nas rodovias os quebra-molas devem ter 0,10 cm de altura, 3,70 metros de comprimento e largura da pista, ambos devem permitir o escoamento da água em suas laterais. Além disso aquelas famosas tartarugas que também são utilizadas como redutores de velocidade, já estão proibidas desde o ano 2009 pela resolução 336/2009 do CONTRAN, pois segunda a mesma, as tachas ou tachões como são chamadas as tartarugas, causam danos aos veículos e danificam o pavimento.

Quando tive conhecimento desta resolução fiquei indignado, pois desde essa época (2009) não foi retirado nenhuma dessas tartarugas das ruas da cidade, tem uma que fica bem numa curva e começo de subida, a mesma já causou acidentes, pois possui uma falha, os motoristas preferem passar pela falha para diminuir a pancada e acabam batendo de frente com outro veículo, realmente é um absurdo. Os quebra-molas então nem se fala, a resolução 39/1998 do CONTRAN citada acima está em vigor desde 1998, mas em minha cidade não existe nenhum quebra-molas que esteja dentro destas especificações, e olha que grande parte deles foi construída após o ano de 1998. Nunca cheguei a medir, mas certamente existem alguns quebra-molas na cidade que ultrapassam 20 cm. Querem quebrar os carros, pois é isso que acontece quando passamos por elas, quando o carro está cheio de passageiros é inevitável que o assoalho seja atingido, os quebra-molas servem para mostrar que a velocidade naquele local deve ser menor, desrespeitam a lei e fazem verdadeiros obstáculos nas ruas da cidade. O pior é que aqueles motociclistas que não respeitam a velocidade não são prejudicados, pois eles saltam o quebra-molas tranquilamente. Muitos acidentes graves acontecem por causa desses quebra-molas irregulares e mal sinalizados. Uma simples lei como essa não é cumprida e não existe ninguém para fiscalizar. Se o poder executivo que tem acesso a todas as leis não as cumpre, como exigir que os cidadãos façam isso?

O Valor da Educação

Apesar de todos os esforços do Governo para melhorar a qualidade da educação no Brasil, é visível que na realidade não mudou muita coisa. Recente reportagem realizada por uma emissora de TV pelo Brasil a fora, mostrou que realmente existem lugares onde as escolas estão de parabéns, mas que também existem escolas onde os alunos praticamente nem tem aonde sentar ou até mesmo salas de aula adequadas para isso. Muitas escolas ainda são de madeira ou são de alvenaria mas estão caindo aos pedaços pondo em risco a segurança das crianças, outras não tem livros didáticos suficientes para todos, os alunos não podem levar o livro para casa porque outros precisam utilizar o mesmo livro. Apesar do Governo investir muito para possibilitar que mais pessoas façam um curso superior, nossos alunos muitas vezes ainda recebem aulas de professores que possuem apenas o ensino médio, isso porque querem melhorar a educação mas sem investir no principal instrumento da educação, que é o professor. Poucos são aqueles que se aventuram a fazer um curso superior para lecionar em escolas públicas, simplesmente porque o salário é muito baixo. Muitas vezes precisam trabalhar em três turnos para obter um salário digno, então a qualidade do ensino fica comprometida, pois ficam sem tempo de preparar aulas ou de se aperfeiçoarem. Grande parte do déficit de professores está na áreas de matemática, física e química, qual pessoa em pleno juízo faria uma faculdade dessas para ser professor e ganhar pouco mais de R$ 1.000,00. Então os alunos acabam recebendo aulas de professores que não são da área e a qualidade do aprendizado fica comprometida.

Muitos jamais conseguem passar em um vestibular, quando passam não conseguem concluir o curso, pois a base foi muito ruim. É preciso valorizar a educação básica, melhorar a qualidade do ensino e para isso o primeiro passo é a valorização do professor. No entanto qual é o exemplo que temos, nosso ex-presidente não tinha curso superior e foi presidente por 8 anos e agora virou palestrante. Então muitos dirão, para que estudar?

Marketing: o que é?

Marketing é um conjunto de atividades relacionadas aos produtos ou serviços da empresa a fim de atingir o consumidor e melhorar as vendas da empresa.

Como dito anteriormente, marketing não é uma coisa isolada, o marketing utiliza várias estratégias e pesquisas para estudar o mercado, porém ao realizar uma pesquisa isolada não significa que a empresa está realizando marketing. Antes de começar a vender a empresa precisa definir qual é a sua Visão, Missão e Valor. O marketing utiliza a pesquisa para saber qual é a segmentação de mercado da empresa, ou seja, qual é o perfil demográfico, geográfico, comportamental e psicográfico dos seus clientes, com posse desses dados a empresa poderá desenvolver seu produto de acordo com o mercado que irá atingir. É nessa hora que entram em cena os 4 Ps do marketing: Produto, Preço, Ponto e Promoção. A empresa precisa definir qual o produto que irá colocar no mercado, qual será o preço do produto, que tipo de promoção será utilizada e qual será o ponto de localização da empresa, talvez o ponto seja um dos itens mais importantes, pois a empresa pode perder vendas por não estar bem localizada. Além disso ainda é preciso se preocupar com os 4 Cs do marketing, estes são interligados com os 4 Ps, Produto – Cliente, Preço – Custo, Ponto – Conveniência, Promoção – Comunicação. No entanto ainda restam outros elementos para compor o Marketing, são eles Propaganda e Publicidade, a propaganda é paga e tem como objetivo divulgar um produto para os clientes, já a publicidade é uma maneira de tornar um produto conhecido através dos meios de comunicação.

Depois de todo esse processo, a empresa precisa fazer a avaliação para saber se o seu objetivo foi atingido, caso os objetivos não tenham sido alcançados, significa que a estratégia de marketing utilizada pela empresa apresentou falhas, por isso mesmo que é muito importante que seja feita a avaliação. Terminando a avaliação, aí sim a empresa pode dizer que fez marketing, pois utilizou todos os elementos que compõem o Marketing.

A Classificação ABC

A classificação ABC é um método utilizado para determinar quais produtos da empresa apresentam maior grau de importância, para a admnistração de materiais da empresa isso é muito importante, com posse desses dados é possível se empenhar em vender/produzir aqueles itens que possuem maior rentabilidade.

A classicação ABC consiste na classificação dos itens de acordo com seu grau de importância, por exemplo: certo produto custa apenas $ 10,00, mas seu consumo é de 1.000 unidades, portanto o consumo total é de $10.000, outro produto custa $ 100,00, mas seu consumo é de apenas 30 unidades totalizando $ 3.000,00. Portanto o primeiro produto apesar de ter um custo muito inferior, possui maior grau de importância. Supondo que a empresa tenha 10 produtos, esse cálculo será realizado em todos os 10 produtos para saber qual é o seu valor de consumo, na sequência eles serão colocados em ordem de importância do 1º ao 10º produto. Por exemplo:

 MATERIAL  PREÇO UNIT.  CONS. ANUAL  VALOR CONS.       GRAU
        A        200,00         10     2.000           9
        B         30,00        200     6.000           5
        C        200,00           5     1.000          10
        D         20,00        350     7.000           4
        E         45,00        200     9.000           2
        F         10,00        500     5.000           6
        G         20,00        400     8.000           3
        H         10,00        400     4.000           7
        I         10,00       10.000   100.000           1
        J      1.000,00           3      3.000           8
     GRAU  MATERIAL  VALOR CONS. CONS. ACUM.       GRAU
         1         I       100.000
     100.000
       68 %     
         2         E        9.000       109.000        74 %       
         3         G        8.000       117.000        79 %
         4         D        7.000       124.000        84 %
         5         B        6.000       130.000        88 %
         6         F        5.000       135.000        91 %
         7         H        4.000       139.000        94 %
         8         J        3.000       142.000        96 %
         9         A        2.000       147.000        99 %
         10         C        1.000       148.000       100 % 

Encontramos a porcentagem dividindo o valor do consumo acumulado pelo total do consumo acumulado. Ex: 100.000/148000 depois multiplicamos por 100.

Para encontrarmos os valores das classes ABC precisamos definir as porcentagens utilizadas para cada classe. geralmente são utilizados os seguintes valores: Classe A = 20%, Classe B = 30 % e Classe C = 50 %

Analisando a tabela encontramos o seguinte:

Classe A = 20 %, os produtos I e E correspondem a 74 % do valor

Classe B = 30 %, os produtos G, D e B correspondem a 14 % do valor, ou seja, (88% ( – ) 74 %)

Classe C = 50 %, os produtos F, H, J, A e C correspondem a apenas 12 % do valor dos produtos, ou seja, (100 % ( – ) 88 %).

Isso quer dizer que a maior importância deve ser dada aos produtos I e E, pois representam maior parte do valor do consumo total. Esses dados podem ser melhor visualizados com a utilização de um gráfico.

Classificação ABC

Administração e Sucesso