Administração e Sucesso

Assuntos sobre administração, economia, política, atualidades, educação, dicas para Word, Excel e muito mais

Brasil vive uma crise sem fim

O Brasil vive uma crise sem fim, deixando de lado ideologias políticas é possível perceber que o problema é muito mais grave do que aparenta.

Brasil vive uma crise sem fim

O desemprego atingiu números assustadores e a inflação alta ameaçava dar as caras novamente. A então presidente Dilma sofreu impeachment, o que por alguns foi chamado de golpe. Golpe ou não é absolutamente verdade que Dilma já não conseguia mais governar o país que estava cada dia pior, mesmo ela tendo colocado em prática tudo o que disse que não faria durante a sua campanha. Lógico que não seria reeleita se tivesse falado a verdade durante a campanha.

Temer assumiu o Governo interinamente, em meio as denúncias e os envolvidos na operação lava jato o Governo também tomou medidas pouco populares com o objetivo de tirar o país da crise. O fato é que muita gente envolvida no Governo foi acusada de envolvimento em corrupção, não apenas de um partido ou de outro, mas sem distinção as denúncias foram ocorrendo e as delações foram enfraquecendo o Governo.

Apesar de tudo isso a economia já apresentava sinais de melhora, mas então ocorrem novas denúncias e agora o próprio presidente Temer é acusado de corrupção. Também uma das maiores empresas brasileiras e do mundo está envolvida em um esquema de propina que envolve vários políticos.

A pequena recuperação da economia está ameaçada e o Governo também. Será que por de trás de tantas denúncias não existe algo verdadeiro? Todas as denúncias contra o antigo Governo e o atual são infundadas? Acredito que não. Os políticos brasileiros em sua maioria almejam o poder apenas para benefício próprio, jamais pensando no bem do povo.

A única forma de acabar com toda essa cambada de corruptos seria tirar todos os políticos que estão em Brasília e ainda proibi-los de se candidatarem novamente. Criar leis que impeçam o recebimento de doações de empresas para campanha e reduzir as mordomias que nossos deputados possuem.

Sei que tudo isso não passa de utopia, pois jamais aprovariam algo que os prejudicasse. Então só nos resta esperar que um dia isso acabe e o país possa se tornar um país desenvolvido e não simplesmente o país do jeitinho.

É difícil publicar um livro?

Será que é difícil publicar um livro?

Talvez uns dez anos atrás a resposta para esta pergunta pudesse ser um sonoro sim, mas as coisas mudaram muito nos últimos anos e publicar um livro no Brasil agora é uma tarefa relativamente fácil e não custa muito dinheiro.

É difícil publicar um livro?

Qualquer um consegue publicar um livro?

Sim. Perfeitamente isso está ao alcance de qualquer pessoa que tenha interesse, pois hoje em dia já não é necessário conseguir um contrato com uma editora para ter seu livro publicado e à venda.

Então é só escrever qualquer coisa e pronto, estou rico?

A resposta é não.  Hoje está muito fácil publicar um livro, por isso mesmo eu digo que milhares de novos livros são lançados todos os meses, isso aumenta muito a concorrência e conseguir alguém que leia seu livro é uma tarefa muito difícil. Muita conteúdo sem qualidade é publicado e muito livro excelente às vezes se perde nesse mar de publicações. Portanto, qualquer um consegue publicar um livro, mas apenas uma minoria conseguirá ter algum retorno. Mas se a intenção é ter um livro na estante para dizer que você é escritor e tem um livro publicado, então já valeu o esforço.

Mas se é tão fácil assim, de que maneira eu faço para publicar um livro?

No Brasil o Clube de Autores é a plataforma para publicação de livros de maneira independente mais famosa. Lá você pode fazer o upload de um arquivo pronto, inserir os dados, configurar a capa e em poucos minutos seu livro estará disponível para a venda na internet. Hoje os livros em formato digital do Clube podem ser distribuídos em lojas parceiras se o autor autorizar. Recentemente o Clube de Autores anunciou que essa parceria será estendida aos livros impressos. A promessa é que os livros sejam vendidos nos sites das maiores lojas brasileiras, quando um livro for vendido o pedido será enviado e o livro será impresso, ou seja, não haverá estoque de livros.

Veja aqui como vender seu livro no Clube de Autores: http://administracaoesucesso.com/2016/05/14/como-publicar-seu-livro/

A outra opção é a Amazon. Na Amazon você pode deixar seu livro à venda em formato digital ou impresso sem custo algum, o único problema é que os livros impressos ainda são produzidos nos Estados Unidos e o frete custa caro e a demora na entrega é outro problema.

Veja aqui como publicar seu livro na Amazon: http://administracaoesucesso.com/2016/03/06/como-vender-seu-livro-na-amazon/

Como observamos a desculpa de que é difícil publicar um livro já não cola mais. Mas se tornar famoso e ganhar dinheiro vendendo livros aí já é outra história. Isso realmente é muito difícil, você precisa escrever muito bem para se destacar e ainda investir muito em divulgação, pois de nada adianta ter um livro excelente se ninguém sabe que ele existe.

Inscrições Enem 2017

As inscrições Enem 2017 – Exame Nacional do Ensino Médio começaram hoje 08/05/2017 e seguem até as 23h59min horário de Brasília do dia 19/05/2017. A data da prova está prevista para os dias 05 e 12 de novembro.

Inscrições Enem 2017

No dia 05, serão aplicadas as provas de Linguagens, Ciências Humanas e redação do Enem 2017, num período de 05h30min. No dia 12, durante 04h30min, serão aplicadas as provas de Matemática e Ciências da Natureza.

Para realizar a inscrição, o candidato deverá informar, além de seu nome completo, um endereço de e-mail e número de telefone válidos, bem como os números do seu CPF (Cadastro de Pessoa Física) e documento de identidade (RG – Registro Geral).

O site para fazer a inscrição e obter mais informações necessárias é o seguinte: http://enem.inep.gov.br/participante

O candidato deve ficar atento aos itens exigidos no ato da inscrição, assim como guardar a sua senha para posterior. A senha deve conter no mínimo seis e no máximo 10 caracteres. A senha pode ter apenas números e letras, com distinção de minúsculas e maiúsculas.

Acesse o site e faça sua inscrição Enem 2017: http://enem.inep.gov.br/participante

Como numerar as páginas do trabalho acadêmico

Você sabe como numerar as páginas do trabalho acadêmico utilizando o Word?

Muita gente fica perdido na hora de fazer isso e acaba inventando um monte de coisas complicadas, imprimindo o arquivo em duas partes, colocando uma caixa de texto em cima do local onde não quer exibir a numeração, quando na verdade não precisa de nada disso. Basta utilizar os próprios recursos do Word como vou ensinar a seguir.

Quando você simplesmente numera o trabalho a numeração é inserida no documento inteiro, mas em um trabalho acadêmico o correto é que a numeração de páginas seja inserida a partir da introdução.

Faça o seguinte, posicione o mouse no final da página anterior a introdução do seu trabalho, em seguida clique no menu Layout de Página e depois clique em Quebras e depois em Próxima Página como vemos na figura a seguir:

Numerar as páginas do trabalho

O seu documento foi dividido em duas partes, na próxima página clique sobre o cabeçalho para ativar as ferramentas de cabeçalho, agora clique na opção Vincular ao anterior para que fique desmarcada, assim quando a numeração for inserida ela não aparecerá nas páginas anteriores, veja a seguir:

Agora no menu inserir clique em Número de Página, escolha onde pretende inserir a numeração que pode ser no início da página conforme esta nesta demonstração e que geralmente é a forma padrão.

Clique mais uma vez em Número de Página e depois em Formatar Números de Página, selecione a opção iniciar em e coloque o numero que pretende para a primeira página numerada, número 7, 8 ou 9 por exemplo. Depois clique em OK. Conforme as imagens a seguir:

Pronto! Agora clique do cabeçalho e a numeração já deve estar inserida, vá até a próxima página e verifique se está correto, se não aparecer dê enter até chegar na próxima página.

Este método é infalível, algumas pessoas disseram que não funcionou, mas certamente é porque tentaram isso de várias maneiras e o documento já estava cheio de formatações que atrapalharam a numeração correta. Viu como é fácil numerar as páginas do trabalho acadêmico.

Mais dúvidas sobre o Word? Compre o ebook completo na Amazon por R$ 3,99: Microsoft Word 2013

A reforma da previdência pode ser boa para o trabalhador?

Devido a falta de apoio político e descontentamento geral dos trabalhadores, a reforma da previdência pode não atingir a maior parte dos objetivos do Governo. Muita coisa da proposta original já caiu por terra e outras ainda podem cair.

A reforma da previdência pode ser boa para o trabalhador?

Mas será que a reforma da previdência é mesmo boa para o trabalhador?

Eu diria que em nenhuma hipótese uma reforma que aumenta o tempo de contribuição, idade, ou retira benefícios será boa para o trabalhador. No entanto, uma reforma que facilitaria o acesso ao benefício jamais aconteceria. Logo, a verdadeira intenção do Governo é reduzir o “déficit” que diz existir e garantir que a previdência continue a existir e se mantenha sustentável por muito tempo.

Ou seja, o governo simplesmente quer aumentar a arrecadação com pessoas contribuindo por mais tempo e consequentemente usufruindo do direito por menos tempo. Não há como fazer qualquer reforma na previdência sem que haja total descontentamento da classe trabalhadora.

A reforma da previdência pode não acontecer agora como o Governo queria, mas vai chegar um momento onde isso será inevitável. Infelizmente o pior só será adiado.

Não estou aqui defendendo o Governo e nem ao menos criticando os protestos contra a reforma, mas simplesmente dizendo um pouco da verdade sobre a reforma da previdência.

A grande verdade é que o Governo nunca terá apoio para fazer esse tipo de reforma, pois pune o trabalhador às custas de economia para o Governo. Para piorar a situação ainda existe muita coisa obscura por de trás do “rombo da previdência” que o Governo insiste em dizer que existe. Sendo que muitos discordam dessa “verdade”, que na realidade é apenas uma invenção e que a previdência poderia se manter da maneira que está se o dinheiro com ela arrecadado fosse destinado apenas para sua função principal.

Certamente que o Governo jamais vai admitir tal coisa, se isso for verdade, então só nos resta torcer para que as mudanças demorem um pouco mais para acontecer.

Últimos dias para declarar o Imposto de Renda 2017

O prazo para declarar o imposto de renda 2017 termina no dia 28/04/2017, se você precisa fazer a declaração não deixa para a última hora.

Imposto de Renda: bom ou ruim?

Faça a declaração com calma, se fizer as pressas a chance de cometer algum erro é maior e a sua declaração pode ficar presa na malha fina, por outro lado problemas com lentidão de internet ou outros imprevistos de última hora podem lhe impedir de entregar a declaração dentro do prazo. Se isso acontecer você poderá enviar a declaração normalmente, mas obrigatoriamente terá que pagar uma multa de no mínimo R$ 165,74.

Outro fator importante é que aqueles que tem algum valor para ser restituído recebem o dinheiro por ordem de entrega da declaração, quem entregou primeiro recebe primeiro e quem deixou para a última hora só receberá nos últimos lotes no final do ano. Se você ficar na malha fina talvez ainda tenha mais transtornos, além de demorar mais para receber.

Então a dica é a seguinte:

  • nunca deixe para a última hora, principalmente se você acredita que tem algum valor para ser restituído;
  • se você tem dúvidas quanto ao modo de declarar os valores então é melhor pagar um contador para fazer o serviço, melhor do que fazer errado e ter transtornos posteriormente;
  • não tente forjar documentos e notas falsas para conseguir uma restituição maior;
  • antes do início da entrega da declaração ser liberada faça a organização de toda a documentação necessária, pois todos os documentos necessários foram gerados no ano anterior, com exceção do comprovante de rendimentos bancários que é liberado apenas no ano vigente.

Muita coisa pode não ser mais de utilidade alguma neste ano, mas poderá ser aplicada nas suas próximas declarações, então siga dicas simples e entregue sua declaração sem problemas e receba a restituição nos primeiros lotes da Receita Federal. Afinal, você não tem escolha, se você recebeu valores superiores a R$ 28.559,70 em 2016 então é obrigado a declarar e mesmo se recebeu menos e ficou com algum valor retido é preciso declarar para conseguir a restituição.

Amazon lança marketplace no Brasil

A partir de hoje dia 12/04/2017 a Amazon permite que terceiros, pessoas físicas ou empresas vendam seus livros diretamente no site da empresa.

1280px-Amazon_logo_plain.svg_

Para vender os livros é necessário criar uma conta no site, informar número de CPF, ou CNPJ, cadastrar um cartão de crédito válido, informar uma conta bancária e em seguida cadastrar os livros que pretende vender.

É possível vender livros novos ou usados em bom estado. Desta maneira pessoas comuns podem colocar à venda livros raros e empresas poderão vender seus livros através do site da Amazon utilizando o serviço fornecido pela empresa.

Como funciona:

Você pode escolher entre dois planos, o “Plano de Vendas Profissional permite vender um número ilimitado de itens pagando uma mensalidade de R$ 19,00. O Plano de Vendas Individual não possui mensalidade, mas possui uma tarifa de R$ 2,00 por item vendido. Para ambos é aplicada uma uma comissão de 10% sobre cada transação, com o valor mínimo de R$ 2 por item.”

Após se cadastrar crie um inventário cadastrando seus produtos, são aceitos apenas livros, quadrinhos, revistas, etc na Amazon do Brasil.

Existem duas maneiras de vender um produto, a primeira é encontrando um produto que já está à venda na Amazon, assim basta encontrá-lo e depois informar os dados necessários. A segunda opção é cadastrando um produto desde o início fornecendo todos os dados, ISBN, Código de barras e SKU e a descrição do produto.

Depois de publicar as suas ofertas elas aparecerão na página do produto da Amazon e você poderá ver vários preços se houverem livros novos e usados à venda.

Quando alguém comprar seu produto você receberá um e-mail com as informações necessárias para enviar o produto para o cliente.

A Amazon deposito seu pagamento quinzenalmente e avisa quando fizer o depósito.

Todas as informações sobre o marketplace da Amazon você encontra no site no link a seguir: https://services.amazon.com.br/venda-na-amazon/beneficios.html

O dilema da reforma da previdência

Um dos assuntos mais comentados do momento é a reforma da previdência que o Governo está propondo.

O dilema da reforma da previdência

As piadas são em quantidade absurda. Que você terá que começar a trabalhar o mais jovem possível ou trabalhar até perto dos cem anos para conseguir a aposentadoria.

Atualmente a lei já diz que para ter direito a aposentadoria é preciso ter 65 anos de idade para homens e 60 anos para mulheres, essa é a regra principal para aqueles que contribuíram com a quantidade de anos suficiente para garantir o benefício, mas não completaram o tempo suficiente para se aposentar por tempo de contribuição. No caso 35 anos homens e 30 anos para mulheres.

Na lei atual já é bastante complicado garantir o benefício, pois o trabalho informal, sem registro em carteira muitas vezes obriga o trabalhador a esperar a idade mínima para a aposentadoria. Com as frequentes crises e altas taxas de desemprego são poucos que conseguem se aposentar por tempo de serviço.

Logo se o Governo pretende dificultar ainda mais o acesso ao benefício, o trabalhador não tem outra saída a não ser tentar se enquadrar as regras. Sempre que não estiver em um emprego formal tentar fazer o pagamento do INSS para continuar segurado pelo Governo. Isso para todos os casos, auxílio doença, licença maternidade, etc.

Quanto a idade que é o maior empecilho principalmente para algumas profissões onde o desgaste é muito grande e dificilmente o trabalhador consegue suportar e aguardar a aposentadoria só existe uma solução. Quando a expetativa de vida está próxima dos 70 anos e você tem que trabalhar até os 65 anos para se aposentar é como se você entrasse de férias por alguns anos esperando o fim da vida chegar. Isso só pode ser modificado por você. Na verdade você não deve esperar a vida inteira por uma aposentadoria que talvez nunca chegará, mas sim desfrutar da vida ainda enquanto trabalha e tentar ao máximo possível poupar dinheiro ou ter alguma fonte de renda que posso lhe garantir na velhice.

Isso mesmo. Muitas pessoas passam a vida inteira sem se preocuparem com a aposentadoria e quando chega o tempo querem o benefício sem terem contribuído quase absolutamente nada e além disso, durante a vida não fizeram nada para garantir alguma renda que os sustentem até conseguir o benefício.

A maioria das aposentadorias é de apenas um salário mínimo, portanto, ela não é a salvação e nem a garantia de que você irá conseguir se manter para o resto da vida. Já imaginou comprar remédios e tudo mais com apenas um salário mínimo?

Pense nisso!

Alta performance no trabalho com Six sigma

Apesar de ser engenheiro, a administração é uma das carreiras e profissões que mais admiro. Ver competências exatas e humanas num só profissional, tornam essa categoria algo raro de se encontrar, principalmente porque atualmente todo negócio precisa. Hoje, as profissões que mais crescem são aquelas relacionadas à interface negócio e tecnologia e, para isso, as competências dos números atreladas à gestão de pessoas são fundamentais.

six sigma

Durante esses 10 anos em que leciono certificações Green Belt e Black Belt, pude ver administradores dando show. Muitos, começam tímidos no curso, mas aos poucos vão se soltando e mostrando toda competência, com destaque na hora de vender o projeto. Muitos de nossos ex-alunos foram promovidos após seu primeiro projeto, pois conseguiram agregar uma fundamentação estatística à sua capacidade nata de explicação.

Lembro-me de um administrador que nos contou que após o Green Belt, ele finalmente havia adquirido segurança na hora de mostrar os dados. Nenhum engenheiro iria questionar mais seus gráficos ou suas análises de tendência. E, caso questionasse, ele tinha base estatística suficiente para discutir de igual para igual e, dado sua habilidade de negociação, demonstrar a todos que estava certo.

Antes de pensar que estou contando casos de pescador, posso atestar que é verdade. Em um grande cliente nosso, do ramo de embalagens, os dois principais responsáveis pelo programa WCM (World Class Manufacturing) eram administradores. E, eles dão show na hora de ir até o gemba (chão de fábrica) e analisar as causas técnicas para um determinado tipo de problema. E por que? Porque eles complementaram seus estudos com o Lean Seis Sigma.

Nessa grande empresa, uma vez observei algo interessante. Durante uma apresentação, enquanto falava sobre as causas de parada em determinada máquina, o administrador foi interrompido. Tal pausa foi solicitada por um engenheiro que alegava não ser necessário visualizar mais um Gráfico de Pareto, já que o problema demandava um teste de hipótese. Na visão desse profissional, o administrador iria mostrar um Pareto com o número de ocorrências para cada modo de falha e iria encerrar com um plano de ação para resolvê-lo. Porém, grande foi a surpresa quando no próximo slide o administrador mostrou um teste de hipótese. Por meio da análise de variâncias, o administrador mostrou que os erros ocorriam quando a peça M25 era produzida pelo turno da noite. Foi uma análise matadora.

De repente, o engenheiro que classificava os administradores como profissionais do Pareto calou-se. E, triunfante pudemos aplaudir a análise certeira. Com aqueles dados na mão, não restava dúvidas: o problema estava no turno 2 fazendo a peça M25.

Depois do diagnóstico, o Green Belt propôs um plano de ação. Mas precisamos falar que não era um plano de ação comum, saído da imaginação. Era um plano fundamentado por uma análise de 5 porquês completa. Cada um dos porquês foi analisado e testado por meio de um PDSA e ao final, ficou claro que todo o trabalho fora construído por meio do método. Cada porquê foi sendo desvendado e, ao final, chegou-se que o problema era uma regulagem da máquina que se perdia quando a temperatura ambiente ultrapassava 32°C. E, tal temperatura era mais frequente no turno 2.

Diante dessa aula de Lean Seis Sigma, o engenheiro não se conteve. Perguntou sobre o motivo daquilo acontecer assim. Qual era afinal a análise física do problema? E lá começou nosso administrador a explicar que aquela peça tinha uma rugosidade maior e, portanto, era mais sensível à alteração na viscosidade do fluído. Nos dias de calor, quando a temperatura ultrapassa os 32 °C, a viscosidade do fluído chegava no limite e a peça começava a sair com defeito.

E como resolver esse problema? Nosso analista (hoje é gerente WCM) resolveu propor a alteração no processo. Solicitou a inclusão de um aditivo, de baixo custo, que reduzia a alteração na viscosidade do fluído e assim, solucionou um problema que causava prejuízos da ordem de 5 milhões por ano na empresa. Quando atrelamos um problema de 5 milhões anuais na empresa com um administrador Green Belt bem formado, obtivemos um dos melhores primeiros projetos de todos os nossos alunos até hoje.

Tal fato, ajuda provar a tese de que o retorno do investimento em educação, é certo. Esse fato foi comprovado num estudo realizado pela FGV chamado Você no Mercado de Trabalho. No estudo, os pesquisadores concluíram que um ano a mais de estudo aumenta o salário em 15,07%. A pesquisa reforça que ainda que quanto maior o período de estudo, mais esse número aumenta. Quando alguém que possui graduação, como é o caso do administrador, agrega mais um ano de estudo, o salário médio sobe 47%.

Por isso, quando um administrador cursa toda carreira Lean Seis Sigma, isto é, Green Belt, Black Belt e Master Black Belt, espera-se que seu salário aumente 150%. Em média, cada uma dessas formações levam um ano entre a parte teórica e a finalização do projeto na empresa. Portanto, com 3 anos a mais de estudo, um administrador que começou seu Green Belt com um salário de R$ 4.000,00, tem a expectativa de chegar ao final do Master Black Belt com uma proposta na casa dos R$ 12.000,00. Em três anos, você investirá cerca de R$ 7.000,00 nesses cursos e terá no primeiro mês, recuperado todo seu investimento. Vale a pena um retorno desses ou não?

Quantos analistas eu conheço que durante sua formação Lean Seis Sigma chegaram à Gerentes ou Especialistas, dando o salto salarial que mostramos acima. E, pela baixa produtividade e escolaridade do país, o Brasil é um dos países, segundo a pesquisa da FGV que apresenta maior retorno no investimento em educação. Mas como disse anteriormente, essa vantagem para nós, brasileiros que estudamos, começa se manifestar para valer após a graduação. Portanto, administradores, continuem firmes na sua trajetória de estudo, porque cada ano trará um retorno bastante vantajoso.

Mais informações nos links do texto e a seguir:

http://www.fm2s.com.br/

http://www.fm2s.com.br/green-belt/

http://www.fm2s.com.br/black-belt/


Este é um artigo patrocinado.

FGTS inativo: o que fazer com o dinheiro?

O que você vai fazer com o FGTS inativo?

Todos os trabalhadores com contas inativas do FGTS poderão sacar o dinheiro que está em contas inativas, independente da forma como foi demitido ou quando isso aconteceu. Para isso basta que a conta do FGTS não tenha recebido depósitos em dezembro de 2015.

bannerheader_fgts

Basta acompanhar o calendário de pagamentos e verificar se você tem algum saldo para receber. Consulte aqui: http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/fgts/contas-inativas/Paginas/default.aspx

Essa é uma medida do Governo que visa aquecer a economia brasileira, diferente do Governo anterior que reduziu impostos e incentivou o consumo de produtos aumentando a produção e aquecendo a economia que agora está saturada e com vendas em baixa, pois a população está endividada ainda pagando parcelas de seus veículos novos e também não precisa mais de uma geladeira ou máquina de lavar nova. Com o dinheiro do FGTS a população poderá desafogar um pouco das dívidas e quem sabe ainda comprar alguma coisa aquecendo o consumo.

O grande problema é que o país ainda vive com uma crise de desemprego e o FGTS é um dinheiro para ser usado justamente nessa ocasião. Pela legislação vigente você só recebe o dinheiro se for demitido por justa causa, se ficar três anos sem carteira assinada, se tiver alguma doença grave ou ainda se for utilizar para a compra de um imóvel. Aí é que entra o grande problema.

Se você está empregado certamente que não terá receio em utilizar esse dinheiro da maneira que bem quiser, mas e se você estiver desempregado?

Esse dinheiro pode ser a salvação de muitos desempregados que não poderão utilizar esse recurso a torto e direito, pois não sabem se terão um emprego formal ainda neste ano.

A tentativa do Governo é boa, mas o trabalhador precisa tomar cuidado para não cair em uma cilada ficando desempregado e sem nenhum dinheiro para receber futuramente.

« Older posts