Sete erros de pessoas que querem passar em concurso público

7 erros - passar em concurso público

concurso público

Muita gente passa dias, meses e até anos se preparando para concursos públicos, no entanto, muitas pessoas fazem as provas sem nenhuma preparação e cometem muitos erros. Confiam apenas na sorte e dificilmente conseguem êxito.

Primeiro erro: O primeiro erro é sem dúvida o principal de todos, consiste em não ler os principais pontos do edital do concurso, ou seja, o que pode e o que não pode ser feito durante a realização da prova. Geralmente é proibido entrar no local de prova portando qualquer tipo de aparelho eletrônico, caso os fiscais percebam você pode ser eliminado e perder a chance de fazer a prova. No entanto, existem várias coisas que são proibidas, então é bom ficar atento ao edital para não cometer este erro;

Segundo erro: Não estudar o que o edital pede. A menos que você saiba de tudo o que pede no edital, caso contrário é importante verificar o que deve cair na prova. Certamente que será difícil conseguir estudar tudo o que o edital pede, mas os principais pontos devem ser levados em consideração. Principalmente aqueles conteúdos que você estudo muito tempo atrás, ou até mesmo nunca estudou;

Terceiro erro: Chegar ao local da prova em cima da hora. Se você deixar para sair de casa perto da hora da prova, corre o risco de chegar depois do início da prova e então não poderá entrar na sala, ou seja, já estará eliminado. O ideal é entrar na sala de prova alguns minutos antes do início, assim você fica mais a vontade e se concentra antes do início da prova;

Quarto erro: Ficar muito tempo tentando responder uma questão. Você terá muitas questões para serem respondidas, então se você não sabe ou tem dúvidas, passe para a próxima. Depois você retorna e tenta responder novamente.

Quinto erro: Preencher o gabarito logo no início. Se você responder a questão e passar para o gabarito imediatamente, não terá como mudar de opinião, a partir do momento que estiver preenchido mesmo que você perceba que respondeu errado, não tem mais o que fazer;

Sexto erro: Deixar para preencher o gabarito muito perto do final da prova. Geralmente são quatro horas de prova, se você não reservar um tempo satisfatório, corre o risco de não dar tempo para preencher o gabarito e assim perderá pontuação;

Sétimo erro: Não acompanhar as nomeações. Caso você tenha sucesso e fique entre os aprovados ou classificados acompanhe as nomeações com frequência. Uma vez por mês é suficiente, pois o prazo para tomar posse é de 30 dias. Os concursos podem ter 2 anos de duração e serem prorrogados por mais dois anos, ou seja, você até já esqueceu e ainda pode ser nomeado. É melhor ficar atento para não perder os prazos e consequentemente o emprego para qual você foi nomeado.

Obras que o Governo Federal nunca termina

transposição Rio São Francisco

Transposição do São Francisco

Todos os governos brasileiros tem problemas quando o assunto é conseguir concluir uma obra dentro do prazo previsto inicialmente. Como o PT está no governo a quase 12 anos vamos fazer um breve levantamento das obras que deveriam ter sido entregues neste período.

BR 163 Cuiabá – Santarém: grande parte de sua extensão foi asfaltada ainda nos anos 80, quando em poucos anos foram feitos centenas de quilômetros de asfalto. No entanto, aproximadamente 1.000 Km não tinham asfalto, sendo sua maioria em terras paraenses. Em 8 anos o Governo do PSDB praticamente nem ao menos mexeu na obra, então veio o PT e o Governo fez várias promessas de conclusão, adiou o prazo várias vezes e hoje em quase 12 anos de governo a obra ainda não está pronta. Existe uma nova previsão de que a obra fique pronta no fim de 2015. Esta rodovia é de extrema importância econômica para o Brasil, Mato Grosso é o principal produtor de grãos e a distância para o norte é bem menor em comparação com o porto de Santos.

Transposição do Rio São Francisco: a obra que teve início no ano de 2007 e que promete levar água a milhões de pessoas no Nordeste deveria ser concluída em 2012 com um custo de 4,6 bilhões de reais. Atualmente a obra já está em 8,2 bilhões de reais e a sua conclusão foi adiada para 2015. Vocês acreditam que ficará pronta neste prazo? Recentemente a presidente disse que a culpa do atraso é a curva do aprendizado, ou seja, o país não sabe fazer este tipo de obra. Faltou planejamento e responsabilidade com o dinheiro público e respeito com os nordestinos que precisam tanto desta água.

Refinaria Abreu e Lima: o projeto de construção da refinaria foi lançado em 2005 com previsão de investimento de 2,5 bilhões, atualmente já está orçada em 20 bilhões de reais e ainda não está pronta. Algumas previsões são de que ficará pronta em 2015.

Ferrovia Norte Sul: a obra já dura mais de 20 anos e ainda não tem previsão de conclusão. Obras como essa poderiam baratear o frete, reduzir o número de veículos nas estradas e contribuir no crescimento do país.

Essas são apenas algumas das muitas obras que o Governo não termino no prazo. Como consequência os custos da obra aumentam e o Brasil deixa de progredir economicamente.

Horário de verão começa dia 19 de outubro

No próximo dia 19 de outubro começa mais uma vez o horário de verão no país.

horário de verão 2014

horário de verão

Todos devem adiantar seus relógios em uma hora a meia noite do sábado dia 18 de outubro. A previsão é que o horário de verão termine no dia 22 de fevereiro de 2015 a meia noite quando os relógios devem novamente ser atrasados em uma hora.

O horário de verão vem sendo adotado anualmente desde o ano de 1985, neste período alguns estados deixaram de adotá-lo, porém grande parte nunca deixou de utilizá-lo.

Neste ano de 2014 os estados da região Sul, Sudeste e Centro-Oeste vão adotar o horário.

Como acontece todos os anos, a medida é aplicada como forma de reduzir o consumo de energia nos horários de pico e aproveitar melhor a luz do sol.

Dizem que a economia obtida é considerável e até mesmo evita mais investimentos no setor elétrico, no entanto, a população sofre todos os anos com a mudança. Isso porque todos nós temos um relógio biológico, a alteração em uma hora no horário muda toda nossa rotina diária. Vamos acordar mais cedo, tomar café uma hora antes, almoçar mais cedo, chegar em casa do trabalho muito antes de o sol se por e dormir mais cedo. Isso tudo durante 4 meses, depois que já estamos praticamente acostumados com esse horário somos obrigados a voltar a utilizar o horário normal e consequentemente nossa rotina muda novamente.

Certamente que a maioria dos brasileiros não gosta deste horário, se fosse realizada uma pesquisa a tendência é que não houvesse horário de verão. Porém, não temos escolha, o negócio e se adaptar.

Salário mínimo de 2015 deve ser de R$ 788,00

A proposta orçamentária do Governo prevê um salário mínimo de R$ 788,00 a partir de janeiro de 2015.

O reajuste previsto é de 8,8%, ou seja, um pouco acima da inflação.

Salário mínimo 2015

Salário mínimo

Certamente que para muitos trabalhadores que recebem apenas um salário mínimo mensalmente este valor faz um pouco de diferença. Porém, analisando os dados friamente este aumento é completamente insignificante e brinca com a cara do trabalhador. Isso quando dizem que o Governo continua com a política de valorização do salário mínimo. Logo se o salário mínimo terá reajuste de 8,8% e a inflação acumulada do ano em 2014 deve ficar em 6,5%, o salário mínimo terá um reajuste real de apenas 2,3%. O resto é apenas a correção da inflação. O reajuste total seria de R$ 64,00, porém o ganho real do trabalhador seria de apenas R$ 16,00 aproximadamente.

Na verdade continua sendo um verdadeiro milagre conseguir viver com apenas um salário mínimo. Principalmente quando analisamos os princípios da nossa Constituição Federal:

Art. 7º São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social:

 IV - salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender a suas necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo, sendo vedada sua vinculação para qualquer fim;
Os reajustes periódicos existem, porém garantir o que está na Constituição Federal ainda é uma utopia.

Será por que tantos querem passar em concurso público?

Será que trabalhar no setor público é a melhor escolha. Ninguém mais quer trabalhar na iniciativa privada?

concurso público

passar em concurso público

Tudo depende do ponto de vista e da sua escolha. Para uns passar em concurso público é a salvação e para outros já não é interessante.

A possibilidade de ganhar muito dinheiro na iniciativa privada existe, porém, dependendo da empresa, você vai passar sua vida inteira e não vai ver melhoria alguma. Grande parte das empresas pagam pouco e exigem muito de você. A tendência é ganhar mensalmente entre um e um salário e meio no máximo, sabe-se que um funcionário custa quase o dobro do que ganha para a empresa. Portanto, se você ganha um salário e meio a empresa vai dizer que  tem muita despesa com você, um pedido de aumento pode ser um pretexto para demissão. Assim eles podem contratar outro por apenas um salário mínimo. Ganhar bem é raridade, a menos que você seja o gerente da empresa ou se mate de fazer hora extra.

Fazer cursos, graduação e pós-graduação na maioria das empresas não vai mudar nada em seu salário, se mudar a diferença será insignificante. Não existem lugares para tantas pessoas ganharem bem em uma mesma empresa, mesmo que você esteja merecendo, dificilmente você conseguirá uma promoção. Algumas coisas que você terá que se sujeitar: trabalhar mais do que 8 horas diárias, não receber todas as horas extras trabalhadas, ter menos de duas horas de almoço, ter o registro na carteira menor do que o salário real que você recebe, não ser valorizado, correr o risco de perder o emprego quando menos se espera, etc.

Mas então eu posso abrir uma empresa? Sim pode. Porém, empresas de sucesso onde você vai ganhar muito dinheiro são raras, na grande maioria você vai ter uma renda até boa, porém vai ter preocupação em excesso, falta de tempo para a família e ao menor deslize pode perder o rumo e ir a falência.

E no serviço público?

Quando você opta pelo concurso público, o salário já é divulgado previamente, ou seja, se passar você já saberá quanto irá ganhar. A maioria dos órgãos públicos possui plano de carreira, você já sabe o que precisa fazer para ganhar mais, não precisa ficar implorando aumento para o patrão. Cursinhos, graduação, pós graduação, mestrado e doutorado, se você estiver disposto a estudar é possível chegar ao topo da carreira. Você irá trabalhar apenas 8 horas diariamente, não irá fazer hora extra, terá duas horas de almoço, dificilmente será demitido. Não terá FGTS, mas também não irá precisar dele. Terá férias, 13º salário. Poderá planejar sua vida com base em seu salário que é garantido.

Sei que existem muitos no serviço público que não mereciam continuar na carreira por estarem acomodados, assim como nas empresas existem aqueles que só querem saber do salário em vez de trabalhar, no serviço público também existem. Mas não podemos generalizar.

Sou servidor público com muito orgulho, gosto do que faço e sei da importância do meu trabalho. Trabalhei 16 anos na iniciativa privada dos quais tenho registro e posso comprovar apenas 10 anos, portanto, sei do que estou falando.

Se você pretende abrir uma empresa e ficar rico, então não vá para o serviço público. Lá você terá um teto salarial e consequentemente não poderá fazer negócios com a administração pública. A escolha é sua, avalie bem antes de decidir.