E-book Microsoft Excel: um curso básico

Foi publicado meu terceiro E-book: Microsoft Excel: um curso básico

Está a venda no site do Clube de Autores, clique na imagem abaixo para ver o livro

Microsoft Excel

O Microsoft Excel é uma planilha eletrônica das mais conhecidas no mundo inteiro, sua utilização permite fazer tabelas e cálculos que facilitam o trabalho em qualquer escritório ou até mesmo em nosso dia a dia. No entanto, apesar de ser muito conhecido não são muitos que possuem facilidade em utilizá-lo. A maioria das pessoas sabe o básico, porém o Excel possui recursos que muita gente não conhece.

Este e-book pretende mostrar os recursos básicos do Excel abordando cada menu do programa com explicações passo a passo. De maneira fácil e explicativa você vai aprender a utilizar grande parte dos recursos do Excel.

Você vai aprender a fazer cálculos, tabelas, gráficos, funções, formatar células, inserir figuras, inserir formas e muito mais.

Cálculos matemáticos com o Excel

Cálculo Excel

Cálculo com Excel

O Excel é uma planilha eletrônica e, portanto, permite fazer cálculos matemáticos sem a necessidade de uma calculadora. Vamos ver os principais exemplos a seguir.

Para inserir uma fórmula de soma digite o sinal de igual, depois escreva SOMA, em seguida abra parênteses. clique sobre a primeira célula que pretende somar, depois digite dois pontos e em seguida clique sobre a última célula que pretende somar, feche parênteses e de enter. A fórmula ficará parecida com esta: =SOMA(B5:B15)

Esta fórmula também pode ser inserida com a ajuda do mouse, depois de digitar os primeiros itens e abrir parênteses, com o mouse selecione as células que pretende somar, feche os parênteses e de enter, a soma está pronta.

O exemplo explicado anteriormente também pode ser feito da seguinte maneira. Digite o sinal de igual depois clique na célula desejada, digite o sinal de mais e depois clique na outra célula que pretende somar. Depois dê Enter. A fórmula vai ficar da seguinte maneira:

Exemplo =B2+B3

Para as outras operações faça o mesmo processo:

Exemplo de subtração =C2-C5

Exemplo de multiplicação =G3*G6

Exemplo de divisão =F5/F8

Também é possível utilizar dois tipos em uma fórmula, por exemplo, adição e multiplicação como a seguir.

=(D3+D6)*H8

O exemplo acima pode ser utilizado para todas as operações matemáticas.

Este post é parte integrante do E-book Microsoft Excel: um curso básico de minha autoria.

O apagão do Governo Dilma

Apagão no Brasil

Apagão

Uma das promessas de campanha de Dilma era de que em seu Governo não haveria apagão como ocorreu no Governo do PSDB.

Mal começou seu segundo mandato e já enfrentamos o primeiro apagão de 2015. A culpa pode ser em parte da falta de chuvas, mas o Governo tem uma parcela de culpa muito maior. Na realidade o apagão foi planejado, a energia deixou de ser fornecida parcialmente em 11 estados para evitar um colapso no sistema elétrico, pois o consumo atingiu recordes e o sistema poderia ficar sobrecarregado a qualquer momento.

Isso mesmo, o consumo poderia ser maior do que a energia disponível no país. E o Governo tem culpa sim. Algumas obras de hidrelétricas que já deveriam estar prontas estão atrasadas. A Hidrelétrica Teles Pires está com o cronograma de obras dentro do prazo e deve ficar pronta em abril, mas a linha de transmissão deve ficar pronta apenas no mês de julho. A Usina de Belo Monte já deveria estar gerando energia parcialmente.

As desculpas são muitas, mas os estádios para a Copa por mais atrasos que enfrentaram ficaram prontos a tempo de sediar os jogos da Copa. As hidrelétricas também deveriam estar prontas antes do país enfrentar falta de energia, ou será que o Governo deu mais atenção para a Copa do que para as Hidrelétricas.

O Governo ainda continua dizendo que não existe risco de apagão como aconteceu no passado. Mas o que vemos não é isso, já foram vários apagões no primeiro Governo Dilma. Hoje as Usinas Termoelétricas representam grande parte da produção de energia do país aumentando o custo de produção. Em consequência disso pagamos mais caro pela energia e ainda corremos risco de apagão. Aliás, o Governo Dilma é um verdadeiro apagão.

Preço do Petróleo cai, mas preço do combustível aumenta no Brasil

Preço da gasolina

Aumenta imposto da gasolina

O preço da gasolina e do óleo diesel já estavam bastantes altos, mesmo o Governo dizendo que a Petrobras estava tendo prejuízos por causa dos preços praticados que estavam abaixo do mercado Internacional.

No entanto, nos últimos meses o preço do barril de petróleo caiu no mundo inteiro, fato este que fez o preço da gasolina cair muito em alguns países pelo mundo. Este é o caso dos Estados Unidos onde o preço da gasolina caiu muito com a queda do petróleo.

Mesmo com a queda do petróleo, no Brasil em momento algum foi cogitado a queda nos preços dos combustíveis, muito pelo contrário, no final do ano de 2014 houve um aumento e agora no início de 2015 o Governo dá outro golpe nos brasileiros. O Governo anunciou um aumento de impostos nos preços dos combustíveis, R$ 0,15 para o litro do diesel e R$ 0,22 para a gasolina. Este reajuste é para as refinarias, mas certamente que será totalmente repassado para o consumidor. Aliás, o preço para o consumidor certamente será maior.

O aumento da gasolina prejudica muito quem precisa do veículo para o trabalho e o aumento do preço do diesel que já estava bastante alto pode desencadear aumento de preços em vários setores. Já que o aumento do diesel aumenta o custo do transporte de produtos por rodovias.

Como se sabe no Brasil o preço dos combustíveis em grande parte é formado por impostos, esperar que o preço caísse é o mesmo que acreditar em Papai Noel. Afinal, de algum lugar o Governo precisa tirar dinheiro para cobrir os rombos da Petrobras e fraco crescimento do país. O lugar escolhido foi o bolso do cidadão.

Cadê o Pré-sal? O Brasil não ia ser um dos campeões de produção de petróleo? Tem especialista dizendo que a exploração do Pré-sal é simplesmente inviável no preço que o petróleo está atualmente.

http://brasil.elpais.com/brasil/2015/01/13/politica/1421170670_187160.html

Os números de 2014 do Blog

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2014 deste blog.

Aqui está um resumo:

O Museu do Louvre, em Paris, é visitado todos os anos por 8.5 milhões de pessoas. Este blog foi visitado cerca de 280.000 vezes em 2014. Se fosse o Louvre, eram precisos 12 dias para todas essas pessoas o visitarem.

Clique aqui para ver o relatório completo